Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

6 de março de 2010

Um pouco sobre Enologia


Vamos brindar mais uma vez nossos leitores curiosos em saber sobre quem é o responsável sobre o vinho.
Essa delicia de néctar dos deuses! Hummmmmmmmmmmmmmm.

Enologia é a ciência que estuda todos os aspectos relativos ao vinho, desde o plantio, escolha do solo, vindima, produção, envelhecimento, engarrafamento, venda, etc. Existem pouquíssimas faculdades de Enologia, estando as principais na França e Itália. Em Portugal também há algumas escolas para apoiar a excelente produção de vinho deste país. Assim, o enólogo é o profissional graduado que cuida de todo o processo de vinificação (processo em que a uva se transforma em vinho), e é também o responsável por decidir quando o produto será vendido. A Enologia é uma ciência moderna que reúne o conhecimento científico relativos a diversas áreas para se estudar os fenômenos relativos ao vinho. As disciplinas de base para a formação do enólogo incluem a entomologia, fisiologia, matemática, estatística, geologia, botânica, microbiologia, física, marketing, economia, climatologia, química, etc. Além das disciplinas voltadas para a prática da enologia como a vinificação, viticultura, marketing de vinhos, operações unitárias relacionadas a elaboração do vinhos, controle de qualidade e análise sensorial.

Existem pouquíssimas Faculdades de Enologia na América do Sul. Segundo alguns, a melhor delas localiza-se em Mendoza, Argentina. No Brasil, existem somente duas, sendo uma em Bento Gonçalves-RS e a outra em Petrolina-PE, ambas oferecidas no Centro Federal de Educação Tecnológica CETEF.
Não confundir com viticultura, que estuda somente o cultivo da uva para o vinho e vinicultura, que concentra os aspectos culturais em torno do vinho.
Enólogo
O enólogo é um profissional com características definidas, dentro do perfil ocupacional da indústria, voltado acentuadamente para as tarefas de coordenação, supervisão e execução.Sendo este o responsável pela produção e por todos os aspectos relacionados com o produto final, o vinho. Muitos vezes, o enólogo exerce também funções de vendedor e assume a parte de marketing relacionado com o produto que concebe. Por vezes existe o falso conceito de que o enólogo não pode beber confundindo assim as suas funções com as do Escanção.

10 comentários :

  • FERNANDO says:
    13 de março de 2010 08:57

    Bom dia, Luiz.
    Vim retribuir a visita, parabenizá-lo pelo excelente trabalho e agradecer seu interesse por nosso humilde Blog.
    Um grande abraço e um excelente final de semana pra você.

  • Jortas says:
    13 de março de 2010 12:09

    Passei por aqui e gostei do que li.
    Prometo voltar.
    Um Sábado feliz.

  • Jortas says:
    13 de março de 2010 12:12

    Gosto muito de saber destas coisas do vinho.
    O meu avô, quando foi para o Brasil, na década de 70 levou umas parreiras que plantou num terreno do filho , lá para a serra de Santos.
    Não sei qual o fim das cepas.
    Sei que o Brasil é um bom produtor de vinho, mas como vivo numa ilha afamada pelo mesmo motivo. Fiquei curioso com este post.

  • Meias de Seda (Suzy) says:
    13 de março de 2010 12:44

    Oi, Lu!
    Nossa, adoro vinho! Não resisto a uma Sangria. Deve ser culpa dos genes, já que sou neta de espanhóis.
    Muito interessante a sua matéria. Eu mesma já postei um artigo sobre o vinho lá no blog.

    Aproveito para desejar um ótimo final de semana para todos aí.
    Um grande abraço pra você e beijocas para a Rita ;)

  • Felina Mulher says:
    13 de março de 2010 13:15

    Obrigada pela partilha....sou uma apreciadora de um bom vinho!

    Meu carinho sempreeee!

    beijos meus pra vcs!

  • Guará Matos says:
    14 de março de 2010 12:25

    Um bom vinho dá o tom
    Com quem bebemos é tão gostoso
    Que desce um sabor de veneno
    Num ato prazeroso.

    Abraços

  • Mary says:
    14 de março de 2010 21:11

    Prefiro branco e seco, mas um bom tinto...hum é irresistível.

  • Felina Mulher says:
    15 de março de 2010 11:57

    " O amor não é água de córrego, é água de inundação.
    Quando vem, traz consigo muita coisa junto.
    Como uma enchente com caminhos próprios, derruba muros, causa insegurança, dá coragem para enfrentar obstáculos que pareciam intransponíveis e também provoca medo." - (Roberto Shinyashiki)
    É isso queridos amigos.....uma semananinha deliciosa pra vcs!

  • Lindalva says:
    15 de março de 2010 12:27

    Um bom vinho no começo da semana já nos revigora a alma :-)

  • Denise Guerra says:
    15 de março de 2010 19:54

    Oi Lu, que chic que tá isso aqui hein?! adoro um bom vinho de preferência quente, especialmente porque minha comida preferida é bacalhau e esta iguaria pede um bom vinho. Não sabia desta função aí enólogo, muito interessante!!! Bjs!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.