Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

7 de novembro de 2008

História do centro de Salvador


História do centro de Ssa. BA.

O Centro Histórico de Salvador é um dos principais pontos turísticos do Brasil, com o maior acervo barroco fora da Europa. Reúne construções dos Séculos XVII a XIX e fervilha pelas manifestações da cultura popular baiana. Ao caminhar por suas ruas encontra-se a junção da história, da cultura, com animação típica do povo baiano.

Tudo começou com a chegada de Tomé de Sousa que estabeleceu os primeiros limites da cidade, onde hoje está a Praça Castro Alves até Santo Antonio Além do Carmo. A localização foi estratégica, por ser uma região alta, próxima do porto e da área comercial. Possuidora também de barreiras naturais (uma muralha de 90 metros e 15 quilômetros de extensão), o que facilitava a defesa da cidade.

Atualmente o Centro Histórico está dividido em três áreas principais: da Praça Municipal ao Largo de São Francisco, Pelourinho e Largo do Carmo, finalizando com o Largo de Santo Antônio Além do Carmo.

No Século XVII foram construídos os principais monumentos, igrejas, solares, entre eles: o Palácio do Governador, o Terreiro de Jesus, a Casa da Câmara e Cadeia, as igrejas do Carmo, Santa Teresa e Ordem Terceira de São Francisco. Nesse período, também foram erguidos os sobrados e construções que formaram o conjunto arquitetônico que se conhece como Pelourinho. Tudo num estilo que marca a transição renascentista para o barroco.

Unesco - Por abrigar monumentos da época do Brasil Colônia, o Centro Histórico de Salvador foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1984, numa área de 80 hectares. No ano seguinte, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) declarou o sítio como Patrimônio Histórico da Humanidade.

Pelourinho
Parte integrante do Centro Histórico e apelidado de “Pelô”, o sobe e desce pelas ruas e ladeiras do Pelourinho, o agito dos passantes, a alegria das baianas tipicamente vestidas diferem dos processos de apogeu e degradação que o sítio histórico atravessou em séculos anteriores.

O termo Pelourinho, como na Europa, era um instrumento de punição para os delitos comerciais, para a aplicação das sentenças a açoites públicos, muito usados em escravos no Brasil. Como demonstração de força frente aos escravos, os senhores construíram um “pelourinho” no centro da cidade, instalando-o no largo, em frente à construção que é hoje a Casa Jorge Amado.

A partir daí, o “pelourinho” virou referência na cidade e se popularizou, passando a referi-se ao conjunto arquitetônico entre o Terreiro de Jesus e a Igreja do Passo.

Entre os Séculos XVI e XIX, o Pelourinho era moradia da aristocracia soteropolitana. Por isso, o grande número de igrejas num espaço geográfico pequeno e a arquitetura rebuscada. Com o fim da escravidão, o local atraiu artistas e boêmios, tornando-se também num centro cultural.

A partir da década de 60, do século passado, o Pelourinho passou por um processo de degradação político, social e econômica. Abandonado, muitas de suas construções e monumentos tornaram-se ruínas. Em 1991, foi iniciado um projeto de restauração do Centro Histórico, sobretudo, do Pelourinho. Com o sítio revitalizado e reestruturado, desenvolveram-se lá atividades econômicas e culturais.


Praça da Sé
Hoje uma bela praça que guarda horizontalmente relíquias históricas do passado da Sé da Bahia.
Escavações arqueológicas deixaram a mostras às fundações da Velha Sé, o que resultou também na criação de quatro sítios arqueológicos.

0 comentários :

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.