Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

23 de fevereiro de 2009


Encontro emocionante dos Novos Baianos
O Carnaval de 2009 ficará marcado por sediar o re-encontro histórico dos artistas mais inventivos da música brasileira contemporânea. Os Novos Baianos desfilaram na noite deste sábado no circuito Osmar (Campo Grande), a bordo de um trio pipoca, organizado para celebrar os 40 anos de criação do grupo que movimentou a cena cultura brasileira nos anos 70, com ecos no melhor da música produzida atualmente.

Os músicos Pepeu Gomes, Baby do Brasil, Paulinho Boca de Cantor e Galvão animaram o público com canções como ‘Mistério do planeta’, ‘Preta pretinha’, ‘Dê um rolê’, ‘Besta é tu’, ‘A Menina dança’, ‘Brasil pandeiro’ e o clássico ‘Brasileirinho’. Os foliões cantavam e dançavam com empolgação. Até mesmo os mais jovens que aprenderam as canções ouvindo o LP (ou mp3) Acabou Chorare, de 1972, considerado por especialistas uma das melhores obras da história da música brasileira.

Acompanhando o trio, muitos fãs emocionados. Parecia um encontro de trios na Praça Castro Alves, quarta-feira de Cinzas, na década de 80, quando Baby arrastava os sobreviventes que não queriam ir embora. Não faltaram chuva e solos de guitarra. Uma farra total.

Por: Andre Santana
Fonte:Secretaria de Cultura Tv E e Rádio Educadora

Com saudades dos anos 70/80

O desembarque dos Novos Baianos no circuito Dodô (Barra-Ondina), na tarde de sábado de Carnaval (21.02), foi uma manifestação popular, democrática e espontânea a favor dos blocos de trio sem cordas, voltados para o público "pipoca". Emoção, lembranças e interação calorosa entre artistas e público marcaram as cerca de quatro horas de desfile.

Na sua segunda apresentação como trio Novos Baianos no Carnaval 2009, depois de mais de 20 anos sem participarem juntos do Carnaval, Baby do Brasil (voz), Paulinho Boca de Cantor (voz) e os irmãos Pepeu Gomes (guitarra), Didi Gomes (baixo) e Jorginho Gomes (bateria) juntaram (curiosamente à sua frente, ao contrário do que diz o tradicional bordão "atrás do trio elétrico") uma multidão de fãs, admiradores e neófitos, numa "ofegante epidemia" que cresceu continuamente ao longo do percurso.

Era visível a felicidade e satisfação dos músicos em tocarem novamente em cima de um trio, no aniversário de 40 anos do nascimento dos Novos Baianos. Todas as falas dos membros do grupo demonstravam de forma genuína a alegria rara de estarem reunidos.

O carisma dos veteranos Pepeu, Baby e Paulinho foi reforçado pela beleza e riqueza de composições célebres do grupo, como "De vera" (do primeiro disco, "É ferro na boneca", de 1969), "Dê um rolê" (de 1971), "Preta pretinha" e "Tinindo trincando" (ambas do disco "Acabou chorare", que marcou época com sua fusão de rock, samba, frevo, chorinho, baião, bossa nova e afoxé, entre outros ritmos locais e universais).

Canções que foram gravadas com sucesso pelos Novos Baianos também tiveram seu momento no desfile: "Brasileirinho" (Waldir Azevedo), "Brasil Pandeiro" (Assis Valente) e "Samba da minha terra" (Caymmi).

O ijexá, gênero musical estreitamente associado com o afoxé, segmento carnavalesco que é o homenageado oficial do Carnaval 2009, foi lembrado pelo trio Novos Baianos no arranjo de algumas canções, como "Eu Também Quero Beijar" (Pepeu) e "Chame gente" (Moraes Moreira). Moraes, membro fundador dos Novos Baianos que deixou o grupo em 1975 para trilhar uma bem sucedida carreira solo e fundar um trio elétrico próprio, foi homenageado na execução de "Chame gente".

Nesse momento, algo surpreendente aconteceu, materializando os versos "a gente se completa enchendo de alegria". Quando o bloco pipoca ameaçou se dispersar no trecho da Avenida Oceânica após o Cristo até o Centro Espanhol, entre Barra e Ondina, os próprios foliões, sem necessidade de comando por parte dos vocalistas, se reagruparam para dançar juntos e formar uma verdadeira panela de pipoca humana no asfalto.

Os rostos e corpos felizes de coroas, de filhos da geração "desbunde" e de jovens da geração mp3 brincaram de roda, de corrida, de trenzinho, etc. e acompanharam o trio até o último minuto autorizado. Quando o equipamento de som foi desligado, um grupo de foliões chegou a sentar-se no asfalto, à frente do caminhão, impedindo a passagem do veículo e exigindo que a banda continuasse a tocar. O trio elétrico foi acompanhado pelo público até a ponta final do percurso na Avenida Adhemar de Barros (Ondina). Baby continuou cantando, sem instrumentos, seguida em coro pela galera. "Acabou chorare" foi a música com que o desfile acabou.

"Só assim a gente vai mudar a cara do Carnaval", disse Paulinho. "Vocês têm direito de curtir o que quiserem."
Na segunda-feira (22.03), o trio elétrico Novos Baianos faz nova apresentação, depois das 23h, no circuito Osmar (Campo Grande).

Reportagem: Wladimir Cazé
Foto: Agecom

1 comentários :

  • Anônimo says:
    26 de fevereiro de 2009 10:20

    Que pena, acabou muito antes de começar,mas eu tenho um trunfo que é me picar para Porto seguro Ba. lá a folia ainda não acabou isso irá acontecer no sábodo que ve!
    Viva a Bahia

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.