Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

4 de fevereiro de 2009

Pequena Biografia de Nara Leão

19 de janeiro

1942, nasceu Nara Leão


Nara Leão nasceu em 19 de janeiro de 1942. Foi uma das musas da Bossa Nova e, em seu apartamento no Rio, no começo dos anos 60 se reuniam os papas da MPB da época, de Roberto Menescal, um dos primeiros namorados de Nara, a Vinicius e Tom Jobim e Carlinhos Lyra. Nelson Mota, em seu livro, Noites Tropicais, conta essas histórias.

Ronaldo Bôscoli (que também chegou a ficar noivo de Nara e casou-se com Elis) e João Giberto trataram de consolidar a Bossa Nova. O que era um movimento da garotada musical de então, acabou se tornando a maior expressão internacional da música brasileira.

E Nara virou a “Musa da Bossa Nova”.

Nara Leão ficou conhecida do grande público cantando A Banda, de Chico Buarque, num festival da TV Record nos anos sessenta. Ela foi o exemplo da importância da interpretação e não mais do vozeirão na música brasileira.

Depois do golpe militar, em 1964, a mocinha meio tímida que reunia artistas em sua casa, passou a ser malvista pelos militares e quase foi enquadrada na lei de segurança nacional. O grande poeta, Carlos Drummond de Andrade, dedicou a ela um poema, onde a defendia das garras do milicos da ditadura brasileira. Os intelectuais de então se puseram a defender a moça.


Nara foi a estrela, ao lado de João do Vale e de Zé Kéti, de um dos shows mais importantes da história da Música Brasileira: o “Opinião” (“Podem me prender, podem me bater, podem até deixar-me sem comer, que eu não mudo de opinião...). Quando fazia o show, ficou doente e escolheu a sua substituta: Maria Bethânia. Assim, Nara, indiretamente, acabou sendo responsável pela revelação de Bethânia, Caetano, Gil e Gal, os baianos que vieram tentar a sorte artística no sul maravilha.

Pouco depois, Nara estrelou outro show antológico: o “Liberdade, Liberdade”, que logo saiu de cartaz, proibido pela censura. Nara não era só a Musa da Bossa Nova, era também a musa do protesto. Todos os compositores importantes da época tiveram gravações suas.


Nara fez cinema, teatro, shows.

Casada com o cineasta Cacá Diegues, no auge da repressão da Ditadura Militar, viveu um auto-exílio na Itália e na França. No exílio, faz as pazes com a Bossa Nova. Tem dois filhos: Isabel e Francisco e grava um disco só com canções de ninar. No fim dos anos 70, grava um disco só com músicas de Roberto e Erasmo Carlos, para o espanto de muitos. Depois grava um só com músicas de Chico.




No anos oitenta começam seus problemas de saúde. Danuza Leão, sua irmã também famosa, narra este período no seu último livro.

Mas Nara ainda continua cantando. É sucesso absoluto no Japão e passa a fazer shows de Bossa Nova, nos EUA e na Europa, sempre ao lado de seu sempre amigo e parceiro, Roberto Menescal.



O câncer matou Nara Leão. Na tarde do dia 7 de junho de 1989. Mas ela continua bem viva nos seus muitíssimos discos e no coração daqueles que tiveram o privilégio de conviver com ela.

0 comentários :

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.