Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

10 de agosto de 2009

Divulgando uma dica importante!

Vírus A-H1N1


De: Matheus Firmino
Assunto: Medicamento homeopático preventivo para a gripe A

Caros amigos,

Nos meus últimos plantões em hospitais de Curitiba e região, atendi muitas crianças e jovens com os sintomas típicos da gripe A: febre alta (>39oC) e sem sede, tosse seca, fraqueza, fadiga, dor de cabeça fortíssima, dor no corpo, etc. Mais raramente, ocorre falta de ar. Alguns morrem de insuficiência respiratória causada por pneumonia viral ou pneumonia bacteriana secundária.
De fato, atualmente está ocorrendo uma grande e grave epidemia tal qual a gripe espanhola do começo do século XX. Já houve outras epidemias parecidas em outra épocas, como em 1958.
O vírus da gripe chama-se "influenza" e existem três tipos: a influeza A, a B e a C. Mas existem diversos subtipos, devido às recombinações de proteínas entre eles. Os três tipos ocorrem todos os anos. Mas, às vezes, das recombinações surge um subtipo mais virulento, isto é, mais infectante, mais epidêmico, mais grave e mais mortal. Essas recombinações geralmente acontecem em animais. Esta nova gripe A H1N1 surgiu das recombinações proteicas (H1N1) ocorridas em porcos, provavelmente no México.
Uma vez que essa gripe A H1N1 é muito disseminativa, a epidemia é quase inevitável. A transmissão humana ocorre facilmente, geralmente pelo contato de mucosas (olho, nariz, boca) com o vírus no ar ou em objetos. O vírus sai facilmente da boca e do nariz dos infectados. O período de emissão do vírus começa um dia antes do início dos sintomas e termina ao final dos sintomas. O vírus resiste cerca de 8 horas fora do corpo. Por isso, deve-se evitar algomerações (hospitais, shoppings, cinemas, etc), não tocar os olhos, boca e nariz com mãos sujas, e sempre lavar mãos e objetos pessoais.
Para aqueles que têm os sintomas típicos, principalmente a febre alta, recomenda-se usar um anti-viral específico, como o Oseltamivir, o famoso e polêmico "tamiflu". Assim, a gripe será mais leve e não evoluirá para as formas graves. Infelizmente, este medicamento possui algumas limitações para ajudar em epidemias: 1) Ele é super caro; 2) Só funciona nas primeiras 48 horas do início dos sintomas; 3) Os governos gastarão muito e frequentemente eles não estão preparados para fornecer a todos que precisam. Ao que parece, este último problema político está sendo resolvido.


A SOLUÇÃO HOMEOPÁTICA

A homeopatia é muito mais adequada para indivíduos, isto é, o médico analisa o paciente como um todo (sintomas mentais, gerais e locais) para depois escolher O melhor medicamento. Segundo ela, a doença em si não interessa e sim o paciente: para pessoas diferentes, remédios diferentes. Os medicamentos homeopáticos atuam como que estimulando as forças do corpo contra as doenças e suas causas - vírus, bactérias, etc.
Às vezes, entretando, a causa é muito virulenta e apesar das características pessoais de cada um, ela provoca sintomas típicos universais, em quase todo mundo. Neste caso, o medicamento homeopático pode ser o mesmo para duas pessoas diferentes. Quando ocorrem epidemias por causas muito virulentas, os homeopatas aceitam a idéia de usar um único medicamento - o gênio epidêmico - compatível com os sintomas daquela doença.
Historicamente Hahnemann - o criador da homeopatia - abortou uma epidemia de escarlatina em Paris, com um dose única de Belladonna aos parisienses, logo que ele se mudou, no século XIX. A gripe espanhola não provocou uma epidemia nas populações européias que usaram Gelsemium. Finalmente, em 2007, durante a epidemia catastrófica de dengue em SP, RJ e outros estados - por causa da dengue tipo 4 - algumas prefeituras adotaram uma "vacina homeopática" e criaram-se ilhas de sanidade protegidas por Eupatorium.
Agora, os sintomas típicos da gripe-A são compatíveis com o Gelsemium. Aqueles que o usarem com uma dose única, poderão ainda se infectar com a influenza-A. Mas a doença será mais leve e não evoluirá para as formas graves. Pode-se facilmente mandar fazer em uma farmácia homepática, pedindo: GELSEMIUM 30CH, no álcool a 10%, em um frasco de 20 ml. A pessoa usa 5 gotas e pronto. Não existem contra-indicações e todos pode usar, em qualquer idade. Não é necessário usar doses a mais e superdosagens podem ser ruins. Aqueles que já estão com os sintomas típicos, podem repetir a dose, uma vez por dia, até o fim dos sintomas.

Espero que estas informações possam ser úteis de alguma forma. Estou disponível para eventuais dúvidas e discussões.

Abraços fraternos,

Matheus
Médico de família e comunidade
Curitiba-PR
Agradecemos este tipo de informação.
fonte InterNet

0 comentários :

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.