Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

14 de janeiro de 2010

A Bahia está em Festa...

Hoje Salvador está em festa, a tradicional lavagem do Bomfim acontece dia 14 de janeiro de 2010 com uma participação de mais de 1,5 milhões de pessoas (estimativa da PMB). Esta festa religioprofanocultural, acontece desde o meado do século XVII e vem mudando nestes duzentos e sessenta e cinco anos, no início eram os escravos que saiam das aguadas existentes ao pé das montanhas, onde hoje se chama cidade baixa, principalmente das ladeiras da Conceição, Montanha, Agua Brusca e Julião, com seus animais com carga d'agua, saíam a pé até a colina sagrada e lavavam a igreja para limpar e purificar, para o dia maior da festa ao Sr. do Bomfim que é no domingo, para tudo esta bonito e cheiroso.
Durante este período desde 1745 houveram tantas mudanças, já houve muitos "milagres", proibições, e erratas, entrada e saída de trio eletricos, tentativas de proibir a participação de animais como, burros, jegues e cavalos que dão um brilhantimos a mais puxando as carroças e cavaleiros enfileirados dando um colorido ao desfile, mas, só que tentaram e não conseguiram.
A história desta festa é encontrada em varios livros, jornais de época, e relatos de historiadores como o prof. Cid Teixeira, Jaime Sodré e muitos outros.




Caso queira acesse a enciclopédia livre do Wikipédia,
http://pt.wikipedia.org/wiki/Festa_do_Bonfim
A Festa do Bonfim ou Lavagem do Bonfim é uma celebração religiosa que tem lugar em Salvador da Bahia, Brasil. Acontece na segunda quinta-feira depois do Dia de Reis, no mês de Janeiro. Teodósio Rodrigues de Farias, oficial da Armada Portuguesa, trouxe de Lisboa uma imagem do Cristo, que, em 1745, foi conduzida com grande acompanhamento para a igreja da Penha, em Itapagipe.
Em julho de 1754, a imagem foi transferida em procissão para a sua própria igreja, na Colina Sagrada, onde a atribuição de poderes milagrosos tornou o Senhor do Bonfim objeto de devoção popular e centro de peregrinação mística e sincrética. Foram, então, introduzidos motivos profanos e supersticiosos no culto.
A festa acontece com a saída, pela manhã, do tradicional cortejo de baianas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, o qual segue a pé até o alto do Bonfim, para lavar com vassouras e água de cheiro as escadarias e o átrio da Igreja do Nosso Senhor do Bonfim.
Todos se vestem de branco, a cor do orixá, e percorrem 8 km em procissão, desde o largo da Conceição até o largo do Bonfim. O ponto alto da festa ocorre quando as escadarias da igreja são lavadas por cerca de 200 baianas vestidas a caráter que, de suas quartinhas - vasos que trazem aos ombros - despejam água nas escadarias e no átrio da igreja, ao som de palmas, toque de atabaque e cânticos de origem africana. Terminada a parte religiosa, a festa continua no largo do Bonfim, com batucadas, danças e barracas de bebidas e comidas típicas.
O cortejo reúne anualmente milhares de fiéis em busca da proteção das águas perfumadas para limpeza do corpo e da alma.
Essa festa é muito importante para os baianos, pois mostra a fé que eles tem no Senhor do Bonfim.
A festa tem a participação de seguidores do catolicismo, umbanda e candomblé, já que o Senhor do Bonfim de acordo com o sincretismo religioso na Bahia corresponde a Oxalá.

Texto inicial: Luiz Cidreira
Testo festa: Wikipédia
Foto p&b: Luiz Américo
Foto color: Wikipédia

1 comentários :

  • Guará Matos says:
    14 de janeiro de 2010 17:08

    Então boas festas baianas para você, amigo. E não deixa de tomar umas pensando aqui no seu amigo Guará. Ah...e manda um acarajé daquels bons.
    Abraços.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.