Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

18 de março de 2010

O Cruzeiro - continuação

Continuando a postar a revista O cruzeiro digitalizada, acompanhe as matérias clicando nos links. Segue mais duas edições dez. 1964,  e outu. 1964. diveitan-se.
 
 
 Anos 1960
12 de dezembro de 1964






17 de outubro de 1964















 

9 comentários :

  • Guará Matos says:
    18 de março de 2010 00:17

    Estou acompanhando meu rei.
    Esta super show.
    Bj.

  • VELOSO says:
    18 de março de 2010 02:54

    Muito bom poder rever ocruzeiro ! valeu mesmo !

  • Rita Lavoyer says:
    18 de março de 2010 10:31

    Acredito deva ser uma pessoa bastante calma. Ter um sobrenome desse é tudo de bom.
    Muito obrigada pelo carinho e pelo comentário no meu blog. Fiquei muito feliz.
    Grande abraço e volte sempre que quiser e puder. O Veloso, aí de cima, sou seguidora dele, agora sua também .

  • Rita Cidreira says:
    18 de março de 2010 11:14

    Olá Rita Lavoyer,
    Obrigada pela sua visita, viu!
    Quantoa a sermos calmos, não sei não! Eu sou um "rio cheio", não foi atoa que me deram este apelido desde criança, mas, hoje em dia já sou mais poderada, as vezes recorro ao chá de cidreira, KKKK...
    Brijos no coração

  • Meias de Seda (Suzy) says:
    18 de março de 2010 15:57

    Amigos, a saga de "O Cruzeiro" tá ótima. Parabéns!

    Beijos ;)

  • iza says:
    19 de março de 2010 05:25

    Vim ler sobre a revista. nesta época nem era nascida. sou de 65. Vou ler as outras postagens.

    Estou adorando. Adoro ver coisas do passado.

    Beijos!

  • b says:
    19 de março de 2010 08:07

    O Cruzeiro e Manchete dividiam a preferência dos leitores.
    Chegar aqui e ler sobre as matérias, deu frio na espinha...pois eu era menina e as crianças não podiam mexer na revista dos adultos, pois as manchetes eram consideradas de desinteresse infantil e pesadas.
    Hoje vejo as crianças assistirem a tudo na tv e na maior tranquilidade...
    Um equilíbrio seria justo.
    Obrigada.

  • FERNANDO says:
    19 de março de 2010 08:23

    E aí, Luizão?
    Saudosa publicação, contemporânea das Revistas REALIDADE, PAIS@FILHOS e distinta companhia (de que os quarentões e cinquentões se lembram bem).
    Um grande abraço, amigão, e um ótimo final de semana. Obrigado por ter marcado presença lá no meu humilde Blog.

  • Dom Quixote (Thomaz) says:
    19 de março de 2010 13:11

    Sabe que seria interessante recordar Adhemar de Barros! Lembro que ele sempre enaltecia o Hospital das Clínicas e a via Anchieta que construiu. Mas ficou com a imagem de "rouba, mas faz!". Lembrava um pouco Maluf!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.