Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

19 de abril de 2010

Dia do Índio

História do Dia do Índio, comemoração, 19 de abril, criação da data, cultura indígena.
História do Dia do Índio
Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?
Origem da data
Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste continente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”.
No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.
Comemorações e importância da data
Neste dia do ano ocorrem vários eventos dedicados à valorização da cultura indígena. Nas escolas, os alunos costumam fazer pesquisas sobre a cultura indígena, os museus fazem exposições e os municípios organizam festas comemorativas. Deve ser também um dia de reflexão sobre a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito às suas manifestações culturais.
Devemos lembrar também, que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500. Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras.

13 comentários :

  • Vampira Dea says:
    19 de abril de 2010 23:20

    Qualquer dia desses não vamos ter índio pra comemorar..."pois todo dia toda hora era dia de índio".

  • Guará Matos says:
    19 de abril de 2010 23:25

    A data, porém, os primeiros brasileiros estão na boca da sucuri. O pais se dana para os indíginas. Funai, o diabo, só servem pra merda nenhuma!
    Bjs.

  • Meias de Seda (Suzy) says:
    20 de abril de 2010 07:20

    Nossa, cada vez que entro aqui esse "header" tá mais caprichado!
    Pois é, antigamente todo dia era dia de índio. Mas agora eles só tem o dia 19 de abril...rs
    Amigo, consegui visualizar alguns de seus trabalhos ontem e gostei demais. Parabéns!

    Ritinha, minha flor, obrigada por todos os seus comentários. Você é muito generosa.

    Beijos ;)

  • Este comentário foi removido pelo autor.
    FERNANDO says:
    20 de abril de 2010 07:40

    Este comentário foi removido pelo autor.

  • FERNANDO says:
    20 de abril de 2010 07:42

    Luizão, meu bom, muito oportuna sua homenagem àqueles a quem, às vezes, eu acho que deveríamos devolver o Brasil, juntamente com nossos humildes pedidos de desculpas. Quem sabe se rebobinando a fita o resultado fosse melhor.
    Um grande abraço.

  • Pelos caminhos da vida. says:
    20 de abril de 2010 09:06

    Obrigado pelo seu voto.

    "CAMINHANTE, NÃO HÁ CAMINHO,
    O CAMINHO É FEITO AO ANDAR.
    AO ANDAR SE FAZ O CAMINHO
    E AO OLHAR PARA TRAZ,
    SE VÊ A SENDA QUE NUNCA
    SE VAI VOLTAR A TRILHAR.
    CAMINHANTE NÃO HÁ CAMINHO,
    SOMENTE RASTROS NO MAR"

    (Antonio Machado).

    beijooo.

  • Felina Mulher says:
    20 de abril de 2010 09:52

    Acho que pouco motivos temos para comemorar....antes era tudo deles, hj eles não tem quase nada.Sou neta de índios e fico triste em ver como estão sendo tratados.

    Um beijo mulher linda.

  • Paulo Braccini says:
    20 de abril de 2010 11:45

    Rica proposta de reflexão sobre a falta de dignidade para com nossos irmãos nativos destas terras tupiniquins...

    dignidade já ... é o que precisamos

    bjux

    ;-)

  • Cris says:
    21 de abril de 2010 08:23

    Oi Cidreira!
    Obrigada pela sua participação no meu espaço. Sobre o Dia do Índio, fiz uma pesquisa e descobri,que entre 1995 e 2005 a população indígena aumentou no Brasil. Porém, o que se está perdendo é a sua cultura: costumes, Língua, crenças, lendas. Se me permite, dizer só mais uma curiosidade sobre índios do Brasil, no Estado do Maranhão existe uma tribo índigena chamada Urubu-Kaapor que se utiliza da Língua de Sinais, em virtude do grande número de índios surdos. Beijos, e volte sempre ao meu espaço!

  • Felina Mulher says:
    21 de abril de 2010 14:10

    Oi meu querido Lu, me explica como faço para votar pois nao consegui.


    Um grand beijo meu pra vcs!

  • Pelos caminhos da vida. says:
    21 de abril de 2010 21:22

    MOMENTO DE AGRADECIMENTO.

    É muito gratificante cada vez que abro a página do meu espaço e encontro meus amigos por aqui.
    Cada visita, cada comentário, mesmo que seja um simples OI me dá uma satisfação grande em continuar abri-la diariamente.
    Vocês enriquecem meus dias.
    Me esforço a cada dia para somar emoções com vocês, e as vezes nem respondo à altura.
    A quase dois anos de blog, cresci muito, aprendi muito, devo isso a todos vocês meus amigos e seguidores.
    Não importa o sexo, religião, valores e sim a dedicação diária em comentarem no blog.
    Tenho um respeito enorme por vocês.
    Obrigado por vocês existirem.
    Obrigado a todos vocês amigos e seguidores que votaram no meu blog. Se ele chegou até aqui devo tudo isso a vocês.
    Obrigado por vocês caminharem junto comigo "Pelos Caminhos da Vida".
    Vamos aguardar a próxima votação.

    Ana.

    Fique com Deus.

    beijooo.

  • Pelos caminhos da vida. says:
    21 de abril de 2010 21:23

    MOMENTO DE AGRADECIMENTO.

    É muito gratificante cada vez que abro a página do meu espaço e encontro meus amigos por aqui.
    Cada visita, cada comentário, mesmo que seja um simples OI me dá uma satisfação grande em continuar abri-la diariamente.
    Vocês enriquecem meus dias.
    Me esforço a cada dia para somar emoções com vocês, e as vezes nem respondo à altura.
    A quase dois anos de blog, cresci muito, aprendi muito, devo isso a todos vocês meus amigos e seguidores.
    Não importa o sexo, religião, valores e sim a dedicação diária em comentarem no blog.
    Tenho um respeito enorme por vocês.
    Obrigado por vocês existirem.
    Obrigado a todos vocês amigos e seguidores que votaram no meu blog. Se ele chegou até aqui devo tudo isso a vocês.
    Obrigado por vocês caminharem junto comigo "Pelos Caminhos da Vida".
    Vamos aguardar a próxima votação.

    Ana.

    Fique com Deus.

    beijooo.

  • VELOSO says:
    21 de abril de 2010 21:50

    SEMPRE ÓTIMAS POSTAGENS PADRÃO E´PADRÃO! VALEU!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.