Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

12 de junho de 2010

O milagreiro AMOR!!!

O AMOR FAZ MILAGRES
“O amor é quando a gente mora um no outro”, descobriu o poeta Mário Quintana. Para o trovador Eno Teodoro Wanke, “Saudade, pensando bem, / não é coisa tão ruim.../ Senão, como é que meu bem / iria pensar em mim?”. A poesia de todos, poetas e não poetas, acaba transbordando da alma e escorrendo em versos e rimas, em flores e presentes, em jantar à luz de velas...
O Dia dos Namorados, a data mais romântica do calendário, como poucas, é capaz de operar milagres, como o de rejuvenescer o coração. E isso em todas as etapas da vida; da adolescência à longeva idade. Também faz o milagre de converter corações de pedra, chucras mentes, em gotas de orvalho, pétalas de rosa, melodias angelicais, sedosas palavras, gestos refinados...
Mais do que tracejar aqui linhas costuradas de lirismo, vale uma reflexão ao ensejo dessa data que motiva transformações compor-tamentais. É possível que todo esse agir envolto em carinho signifique, ou contenha, algo mais que um mero jogo de cena apenas com o fito de agradar em troca do agrado. É possível que se possa perceber nisso a potencialidade humana - ontológica característica - do querer bem. Ou seja, o ser humano caracteriza-se por sua predisposição a fazer o bem. Fora desse seu traço teleológico, assume e manifesta mais propriamente sua animalidade. O Dia dos Namorados nos diz que é possível sobrepor o humano, o moral, ao animal. É o amor que faz a diferença.
Tudo é uma questão de educação, de incorporação de um jeito de ser pautado no querer bem. É importante um esforço para esse aprendizado. Não se trata de pieguismo romântico, mas de uma possibilidade, pois há no ser humano potencialidade bastante para tanto. Importa que esse jeito mais gente de ser, que aflora na mente, pele, coração, olhos, fala, mãos... se prolongue ao longo dos dias, permeando as ações e contaminando de bem o dia-a-dia dos casais, das pessoas, para que todo agir humano dignifique a convivência e o próprio ser humano.
Então o Dia dos Namorados – celebrado no início da semana - nos fala de paz, nos convoca à harmonia, à compreensão. Portanto, junto aos juninos padroeiros, vamos esperar que essa semente que há no coração humano opere o milagre da paz, pois a utopia não é mero sonho, mas possibilidade.
Às pessoas, resta compreender que o amor é a força que move o mundo e que essa força é uma singeleza que emana do próprio âmago humano... O mesmo impulso terno que oferece uma rosa à pessoa amada, pode desfazer uma guerra iminente, paralisar a mão que aciona o gatilho, adoçar a língua maledicente, semear vida onde se espera a morte. Por isso, o Dia dos Namorados se faz voto perpétuo do querer bem, pois é o amor na morada dos dias.

Texto extraído do jornal Folha do Norte.
Foto: Experiencia- Arquivo Luiz Cidreira

8 comentários :

  • Guará Matos says:
    12 de junho de 2010 17:17

    "O amor tem feito coisas
    Que até mesmo Deus duvida
    Já curou desesperados
    Já fechou tantas feridas...". (Ivan Lins).

  • Wanderley Elian Lima says:
    12 de junho de 2010 18:06

    Oi Lu
    Tomara que todos os dias sejam Dia dos Namorados, para que o amor prevaleça sempre.
    Um abraço

  • Tania regina Contreiras says:
    12 de junho de 2010 19:27

    Olha aí, sempre olhando as coisas por um viés positivo, que maravilha. E viva o amor!

    abraços,
    Tãnia

  • Iza says:
    13 de junho de 2010 14:22

    E um grande Viva para este dia.

  • Denise Guerra says:
    13 de junho de 2010 23:02

    "Amor, I love you"! O Blog de vcs tá lindíssimo!!! parabéns!!! e o amor está no ar, adorei!!!Bjs!!!

  • Cris says:
    14 de junho de 2010 20:05

    Ecomo é difícil definir a palavra AMOR.
    "A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na Língua Portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação."
    Me perdoem, mas amor prá mim, é uma palavra com inúmeros significados.
    Bjos!
    Índice [esconder]

  • Meias de Seda (Suzy) says:
    15 de junho de 2010 10:49

    O amor é lindo! E é só isso que eu sei...rs
    Ritinha, minha flor! Que bom que você apareceu. Senti saudades!
    Beijos para a querida família Cidreira ;)

    Lu, fique à vontade para pegar a receita de bombocado para postar no seu blog!!!

  • Ilzinh@ says:
    15 de junho de 2010 18:29

    Adorei sua matéria! Parabéns!
    Abraço

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.