Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

23 de julho de 2010

Amalia Rodrigues





PORQUE O FADO NÃO SE CANTA, ACONTECE...

QUANDO TUDO ACONTECEU...



1920: Nasce em Lisboa no Bairro de Alcântara a 1 de Julho (data escolhida por Amália porque nos registos consta o dia 23). - 1929: Entra na Escola Oficial da Tapada da Ajuda, onde terminará a instrução primária. - 1934: Trabalha como bordadeira, engomadeira e tarefeira. - 1935: Desfila na Marcha de Alcântara e canta pela primeira vez, acompanhada à guitarra, numa festa de beneficência. - 1938: Representando o Bairro de Alcântara participa no Concurso da Primavera. - 1939: Estreia-se como fadista no Retiro da Severa. - 1944: A estada no Brasil, prevista para seis semanas, estende-se por três meses. Actua no Casino de Copacabana. - 1945: No Brasil grava os primeiros dos 170 discos (em 78 rotações) da sua carreira. - 1947: É protagonista no filme «Capas Negras», batendo todos os recordes de exibição ( 22 semanas em cartaz no Cinema Condes). - 1948: Recebe o prémio do SNI (Secretariado Nacional de Informação) para a melhor actriz, pelo seu papel em «Fado», filme de Perdigão Queiroga. - 1949: Actua pela primeira vez em Paris e Londres. - 1951: Digressão a África: Moçambique, Angola e Congo. - 1952: Actua pela primeira vez em Nova Iorque no La Vie en Rose, ficando 4 meses em cartaz. Assina contrato com a editora discográfica Valentim de Carvalho, que passa a gravar todos os seus discos. - 1953: É a primeira artista portuguesa a cantar na televisão americana no programa «Eddie Fisher Show». - 1954: Edita o primeiro LP nos Estados Unidos. Actua no Mocambo, em Hollywood. - 1955: Interpreta a «Canção do Mar» e o «Barco Negro» no filme de Henri Verneuil «Os Amantes do Tejo». Filma no México «Música de Sempre» com Edith Piaf. - 1957: Estreia-se no Olympia em Paris e começa a cantar em francês. Charles Aznavour escreve para ela «Ai, Mourrir pour Toi». - 1961: Casa no Rio de Janeiro com o engenheiro César Seabra com quem vive até à morte deste em 1997. - 1962: Lança o disco «Asas Fechadas» e «Povo que Lavas no Rio» do poeta Pedro Homem de Mello. - 1966: Actua no Lincoln Center (Nova Iorque) com uma orquestra sinfónica dirigida pelo maestro André Kostelanetz. - 1967: Recebe em Cannes, pela mãos do actor Anthony Quinn, o prémio MIDEM (Disco de Ouro) para o artista que mais discos vende no seu país, facto que se repete nos dois anos seguintes, proeza só igualada pelos Beatles. - 1970: Actua em Tóquio, Nova Iorque e Roma e recebe uma alta condecoração francesa. - 1975: Regressa ao Olympia em Paris. - 1976: É editado pela UNESCO o disco «Le Cadeau de la Vie» em que figura ao lado de Maria Callas e de Jonhn Lennon. - 1977: Canta no Carnegie Hall de Nova Iorque. - 1985: Volta a cantar no Olympia de Paris. Dá o primeiro concerto a solo no Coliseu dos Recreios de Lisboa. - 1989: Comemora os 50 anos de carreira com uma exposição no Museu do Teatro em Lisboa. - 1990: Dois grande espectáculos: Coliseu dos Recreios e no S. Carlos onde, pela primeira vez em 200 anos, se ouve cantar o fado. - 1994: Actua pela última vez em público no âmbito de Lisboa, Capital da Cultura. - 1995: É operada a um tumor no pulmão. Edita o seu último disco «Pela Primeira Vez». - 1998: É lançado o disco O melhor de Amália, muito aclamado pela crítica internacional. É homenageada na Expo 98. - 1999: A 6 de Outubro morre em Lisboa, na sua casa na Rua de S. Bento.

Leonor Lains

Fonte e foto: Vidas Luso Fama

15 comentários :

  • Professora Carla Fernanda says:
    23 de julho de 2010 14:09

    Boa tarde Lu!! Eu gosto de fado. Sou neta de português e cresci ouvindo fado. Minha mãe gosta de cantar e sei algumas letras de música ainda hoje, apesar de não ter mais o hábito de ouvir este tipo de música.
    Bela postagem, belas recordações! Parabéns!!
    Carla Fernanda

  • Guará Matos says:
    23 de julho de 2010 18:42

    Só de fado, em Lu! Você esta demais, meu rapaz.
    Bj.

  • Meias de Seda (Suzy) says:
    23 de julho de 2010 20:33

    Lu,
    Para saber se um site é seguro, acesse http://safeweb.norton.com/

    O AVG também possui o recurso de verificação de páginas seguras. Ele instala uma barra de ferramenta que verifica as páginas que você navega.

    Bjos ;)

  • Cris says:
    23 de julho de 2010 21:51

    Realmente, uma cantora digna de grandes homenagens!
    Parabéns pela lembrança!
    Bjs!

  • vanderlei says:
    23 de julho de 2010 23:59

    Olá parabens pelo blog e postagens que são excelentes, grande abraço e um final de semana ilumindao pra voce.
    Vanderlei

  • Reflexo d Alma says:
    24 de julho de 2010 06:43

    Lu
    que amaravilha de post.
    Reflito sempre
    diante de susa smaterias que tanto somam conhecimento cultural e informação diveciscada.
    Lindo sabado pra nós.
    Bjins entre sonhos e delírios

  • FERNANDO says:
    24 de julho de 2010 08:35

    Oi, Luizão.
    Não sem motivo, a diva é considerada a RAINHA DO FADO.
    Parabéns pela postagem, abraços e um ótimo final de semana.

  • Pia Fraus says:
    24 de julho de 2010 20:44

    este é um lugar de cultura! e é por isso que votei em si no Top blog!!!!


    bjo

  • ஐ¸.*Lady *.¸ஐ says:
    24 de julho de 2010 21:54

    Aqui encontramos sempre assuntos interessantes que acrescentam e muito a nossa cultura.
    Obrigada por compartilhar tanta coisa boa com a gente.
    Tenha um ótimo domingo.
    Com carinho, Lady.

  • Mary says:
    24 de julho de 2010 22:41

    Oí Lu,
    Vim ver as novidades e agradecer sua visita, um ótimo final de sábado e um bom domingo.
    Bjs

  • Cris says:
    24 de julho de 2010 23:21

    Belo texto sobre o fado! gostei!

    Meu querido o fubá tah na receita uai..rsrrs
    pra vc ir na comunidade dos pães vc clica ali onde diz Comunidade Pães Deliciosos, mas ela abrirá, se você estiver com o orkut logado, ok!
    bjs pra vcs meus queridos, ótimo fim de semana!Fiquem com Deus

  • Denise Guerra says:
    24 de julho de 2010 23:28

    Nossa Lu que legal! eu só conhecia o nome da Amália Rodrigues não sabia sua história. Parabéns pela postagem. agora estou com google chrome e consigo ler suas postagens. Obrigada pelas visitas ao meu blog. Bjs!

  • Mary says:
    25 de julho de 2010 10:02

    Olá! obrigada pelas visitas e pelos recainhos. Não gosto de fado, acho que é de uma geração anterior a minha, mas é muito interessante, eu conhecia o nome. Abração.

  • Dom Quixote (Thomaz) says:
    25 de julho de 2010 18:25

    Bem escolhida a rainha do fado!

  • Mariana says:
    26 de julho de 2010 21:10

    Lu, envio o link para tu baixares o livro:Orgulho e preconceito.
    http://www.baixaki.com.br/download/orgulho-e-preconceito-pride-prejudice-.htm

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.