Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

28 de dezembro de 2010

28 de dezembro 1889, morreu a Imperatriz Teresa Cristina e aniversário da cidade de Rio Branco



O nosso Imperador D.Pedro II se casou com ela por procuração e, quando finalmente ela chegou ao Brasil, ele ficou tão decepcionado que pensou em anular o casamento. A nova imperatriz era feia, baixinha e manca.

Mas acabou por revelar-se uma grande incentivadora da cultura, tendo trazido com ela, para o nosso país, músicos, botânicos, professores e artistas.
O imperador também era interessado em assuntos culturais e eles viveram bem, tendo 3 filhos e ficando juntos por 46 anos.
Teresa Cristina Maria Josefa Gaspar Baltazar Melquior Januária Rosália Lúcia Francisca de Assis Isabel Francisca de Pádua Donata Bondosa André d'Avelino Rita Leodegária Gertrudes Venância Tadéia Espiridião Roca Matilda de Bourbon-Sicílias e Bragança ou simplesmente Teresa Cristina Maria das Duas Sicílias nasceu em Nápoles no dia 14 de março de 1822, filha do rei Francisco I das Duas Sicílias.
Aos 20 anos se casou com o imperador do Brasil e se tornou a terceira e última imperatriz do nosso país.
Apesar de D.Pedro II manter a amante, Luísa Margarida de Portugal e Barros, a condessa de Barral e Pedra Branca, Teresa e Pedro II tinham uma relação amável e desenvolveram um sólido companheirismo durante as 4 décadas em que viveram juntos. Ela enriqueceu a cultura e a ciência em nosso país, fazendo vir de Portugal artistas, cientistas e até obras de arte.
A imperatriz era uma excelente cantora e musicista e promoveu inesquecíveis saraus. Foi também uma mãe carinhosa paciente e dedicada para seus quatro filhos, Afonso, Leopoldina, Pedro e a famosa Princesa Isabel, chamada A Redentetora, responsável pela Lei Aurea (que libertou os escravos) e que, por três vezes, foi regente do país.
Quando, em 15 de novembro de 1899, foi proclamada a República no Brasil e a família real foi banida e teve que embarcar às pressas num navio, de volta a Portugal, a imperatriz Teresa perguntou ao embaixador da Áustria se ele tinha idéia do motivo pelo qual os republicanos vencedores estavam tratando a família real como se esta fosse composta por criminosos.
Durante toda a viagem, Tereza Cristina se mostrou inconformada com a maneira pela qual havia sido rudemente expulsa do país que aprendera a amar.
A tristeza e o choque foram demais para seu coração.
Instalada num hotel simples, na cidade do Porto, ela teve um ataque cardíaco e morreu em 28 de dezembro de 1899, aos 67 anos de idade.
Em homenagem a ela foram batizados os municípios brasileiros de Teresópolis, no Rio de Janeiro; Teresina, capital do Piauí; Cristina, em Minas Gerais; Imperatriz, no Maranhão e Santo Amaro da Imperatriz, em Santa Catarina

Fonte: Isabel Vasconcellos 


Cidade de Rio Branco

 Também fica aqui nossa manifestação de apreço e solidariedade a cidade de Rio Branco, que nesta data comemora seu aniversário de emancipação política. Nós baianos damos nossas felicitações e parabéns aos 128 anos a esta bela e ordeira cidad.

Lu Cidreira

Bandeira da cidade de Rio Branco
Bandeira da cidade de Rio Branco
DADOS GERAIS
Estado que Pertence: Acre
Data de Fundação: 28 de dezembro de 1882.
Gentílico: rio-branquense
População: 7.925 ( estimativa de 2006)
Área (em km²): 1.064,91
Densidade Demográfica (habitantes por km²): 39,6
Altitude (em metros): 136
DADOS ECONÔMICOS E SOCIAIS
Produto Interno Bruto (PIB)*: R$ 1.976.493.668,00 (2004)
Renda Per Capita*: R$ 6.909,84 (2004)
Principais Atividades Econômicas: comércio, pesca, extrativismo e serviços.
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,754 (PNUD - 2000)

PONTOS TURÍSTICOS E CULTURAIS

 Horto Florestal
Estação de Piscicultura
Memorial dos Autonomistas
Praça da Revolução
Casa do Seringueiro
Museu da Borracha
Mercado Velho
Parque da Maternidade
Casa do Artesão
Catedral de Nossa Senhora do Nazaré
Igrejinha de Ferro
GEOGRAFIA
Relevo: planície
Clima: equatorial
Vegetação: Floresta Amazônica
Rios Principais: Rio Acre, Igarapé São Francisco e Igarapé Judia.
Temperatura média anual: 26ºC
Índice Pluviométrico: 1800 mm (ano)
Fonte: www.geocities.com.br
Rio Branco

Cronologia – 1882/1920

1882
O vapor sobe o rio Acre e desembarca os Irmãos Leite no seringal Bagaço. Neutel Maia decide ficar algumas milhas acima e no dia 28 de dezembro funda o Seringal Empreza, na volta do rio onde está situada a Gameleira. Depois o mesmo vapor ainda deixa Manuel Damasceno Girão na foz do Xapuri, onde fundou o seringal Xapuri.
18 de setembro de 1902
Primeiro Combate da Volta da Empreza - vitória boliviana
5 de outubro até 15 de outubro de 1902
Segundo Combate da Volta da Empreza - vitória acreana
4 de abril de 1903
Ocupação da Empreza por tropas brasileiras, sob o comando do General Olympio da Silveira
13 de maio de 1903
o general Olympio da Silveira proclama, em Empresa, o término da Revolução Acreana
18 de agosto de 1904
Toma posse da Prefeitura do Departamento do Alto Acre, o Cel.Raphael Augusto da Cunha Mattos
22 de agosto de 1904
Instaladas a delegacia de policia e uma escola primária.
7 de setembro de 1904
decreto Nº 7 - mudança de Nome de Empreza para Villa Rio Branco - provisóriamente sede do Governo da Prefeitura Departamental.
1908
É criada a Comarca do Alto Acre - Cidade Empreza - Sede
13 de junho de 1909
Prefeito Gabino Besouro - muda a sede do Departamento de Empreza (atual 2º Distrito) para Penápolis (atual 1º Distrito)
10 de agosto de 1910
instalava-se em Penapólis uma agência dos correios.
3 de outubro de 1912
Por ato do Prefeito Departamental Deocleciano Coelho de Souza Penápolis e Empreza passam a se chamar Rio Branco
7 de Maio de 1913
 é instalada uma estação de Rádio Telegrafia, tirando os acreanos do isolamento total
13 de junho de 1913
É criada uma nova organização ao território, razão da qual é instalado oficialmente o município de Rio Branco
7 de janeiro de 1914
Primeiras eleições municipais
1º de Maio de 1915
é inaugurado o primeiro grupo escolar da cidade
13 de Maio de 1916
Inaugurado o serviço de luz elétrica
1º de outubro de 1920
Território do Acre - extinção do departamento e unificação dos municípios em torno de um só governo, Rio Branco é escolhida a capital do Território do Acre
Fonte: Prefeitura de Rio Branco

13 comentários :

  • Iza says:
    28 de dezembro de 2010 00:41

    Muito bom Lu. Não sabia ou não lembrava de todos estes detalhes da família Real.

    Você está espalhando cultura.

    Um abraço!

    Boa noite!

  • Sérgio Filho says:
    28 de dezembro de 2010 01:02

    Bacana, não conhecia.

    Aquele abraço!

  • Tania regina Contreiras says:
    28 de dezembro de 2010 04:05

    Fugindo aos padrões de beleza, contudo uma grande mulher, heim? Muito do que li aqui sobre a imperatriz eu desconhecia, Lu. Bacanas as informações.
    Beijos e um 2011 cheio de luz1

  • Guará Matos says:
    28 de dezembro de 2010 09:53

    Fico feliz quando leio num blog algo assim. É um sinal forte que nem tudo esta perdido e se tratando de cultura neste país.
    Parabéns Lu pela informações valiosíssimas que têm acontecido por aqui. Estendo aos seus coloboradores que realmente fazem um trabalho de pesquisa fantástico.
    Bjs.

  • Blog da Fofa says:
    28 de dezembro de 2010 14:35

    Luuuu querido, q mulher, q essência!!! Os seus posts são riquíssimos de detalhes e isso q os torna maravilhosos e imperdíveis. Mais uma vez, saio daqui com mais bagagem pra minha eterna viagem. Adoro. Bjão

  • Wanderley Elian Lima says:
    28 de dezembro de 2010 15:08

    OiLu
    Sempre é bom aprender um pouco mais. Obrigado.
    Abração

  • Maria Helena says:
    28 de dezembro de 2010 22:22

    Oi, Lu!
    Obrigada pelas informções.
    Quero agradecer não só por sair daqui mais rica de conhecimento mas, sobretudo, pelo carinho que dispensa a nós todos que tivemos o privilégio de compartilhar com você da estrada da vida.
    Tenho muita simpatia por você e sinto sua amizade.
    Um 2011 maravilhoso. Que o ano novo seja tão bom quanto você merece!
    Abraços!

  • Bia Oliveira says:
    29 de dezembro de 2010 00:28

    Gente, que nome enorme é esse? Rs.
    Não achei ela tão feia assim, além do mais, uma mulher interessante é interessante toda a vida. Já um mulher bonita...

    Então tá todo mundo de férias lá em Rio Branco, né? Que pena que o feriado é logo em Dezembro, tadinhos.. rs.

    Lu, muito obrigada pelo carinho lá no Insõnia. Volto sempre aqui, seu blog sempre com informações legais :D

    Abraços e Feliz Ano Novo!

  • Paulo Braccini says:
    29 de dezembro de 2010 10:29

    Conheço a história da Princesa Leopoldina e a admiro muito ... só de aguentar o tal D. Pedrito já a torna uma heroína.

    Que 2011 seja um ano GENIAL para todos nós querido Lu ...

    bjão...

    ;-)

  • Blog da Katia says:
    29 de dezembro de 2010 23:47

    Lu,

    Adorei a história!Muito interessante.

    Um grande Beijo,

    Katia Oliveira

  • Zil Mar says:
    30 de dezembro de 2010 00:22

    Oi Lu...passando para agradecer seu carinho...sua amizade....

    Desejo que seu ano novo de 2011 seja abençoado!!!!

    Entrar aqui é aprender sempre mais e mais...

    Bjos e meu carinho!

    Zil

  • Anna says:
    30 de dezembro de 2010 18:40

    Olá LU!
    Hoje a visita é rápida. Quero agradecer a você por ter caminhado comigo em 2010 e dizer que sua amizade é um dos mais valiosos presentes que ganhei no ano que se finda.
    Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro, obrigada por ter estado comigo em 2010, espero que nossa amizade possa solidificar-se ainda mais em 2011, pois você é muito importante para mim.
    O meu desejo é que seu Novo Ano e todos os dias de sua vida e das pessoas que você ama, sejam de PAZ, de Luz, Amor, Sabedoria, Fé, Prosperidade, Saúde, Esperanças, Conquistas, Vitórias e Realizações.
    Muitas energias positivas para você e sua família!!!
    E que venha um 2011 pleno em Felicidade!
    Beijos de luz em seu coração,
    Anna

  • Walkyria Rennó Suleiman, says:
    30 de dezembro de 2010 19:37

    Lu, que delícia de história. Olh, eu tbm fiquei triste de tratarem a mãe da redentora assim. Coisas de classes.
    Mas vim aqui, na verdade, perguntar se vc já se considera meu amigo...rsrsrs. Um dia vc respondeu um post para os amigos, e disse que, apesar de não ser meu amigo, havia gostado. Lembra?
    Bem, meu amigo, obrigada por tua presença e amizade neste ano.
    Tudo de bom pra vc.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.