Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

13 de dezembro de 2010

Saúde da família

Riscos de afogamento


Agora que está chegando o verão é importante lembrar o problema dos afogamentos, que vitimam mais de 8.000 pessoas por ano no Brasil. É a segunda maior causa de morte acidental entre crianças de 1 a 14 anos, fazendo cerca de 1.5 mil vítimas neste faixa etária. A maior parte dos afogamentos ocorre em rios, lagos, açudes e no mar: mas até mesmo uma banheira com água pode representar riscos para uma criança pequena. Nem precisa conter muita água: cerca de dez centímetros de profundidade são o suficiente para um afogamento . E não é só a ameaça de morte; mesmo que a pequena vítima seja salva, a falta de oxigênio por alguns instantes já pode lesar o cérebro. Para evitar o problema, algumas medidas são importantes, especialmente em relação as piscinas, cada vez mais comuns.
Se há crianças no domicílio, a piscina deve ter uma cerca de no mínimo 1,50m, com um portão que possa ser seguramente fechado; só esta medida evita 50% dos afogamentos segundo pesquisas.. Piscinas cobertas e alarmes também funcionam, mas não substituem a cerca. Bóias não são seguras; melhor é coletes salva-vidas.
Quando a criança está na piscina, um adulto deve estar sempre perto, e atento; não vendo TV, no telefone, ou conversando  com outras pessoas, porque qualquer distração pode ser fatal.
Nas emergências os adultos devem saber como fazer as manobras de ressuscitação, e devem se comunicar o mais rápido possível  com o serviço de urgência.
Aprender a nadar é importante. As crianças em geral atingem o desenvolvimento necessário para tal após os 4 anos, mas isto varia muito, portanto a decisão a respeito deve ser individualizada. Essa precaução certamente evitarão tragédias e tornarão o verão muito mais alegre.
Dicas do médico Moacyr Scliar, especialista em Saúde Pública escritor e membro da Academia Brasileira de Letras.
Fonte: Seleções dezembro de 2010.

SAÚDE- DICA E PREVENÇÃO


AFOGAMENTO

Afogamento é a asfixia gerada por aspiração de líquido de qualquer natureza que venha a inundar o aparelho respiratório. Haverá suspensão da troca ideal de oxigênio e gás carbônico pelo organismo.

SINAIS E SINTOMAS:

Em um quadro geral pode haver hipotermia (baixa temperatura corporal), náuseas, vômito, distensão abdominal, tremores , cefaléia (dor de cabeça), mal estar, cansaço, dores musculares. Em casos especiais pode haver apnéia (parada respiratória), ou ainda, uma parada cárdio-respiratória.

PREVENÇÃO:

Para bebês:
- Estes nunca devem ser deixados sozinhos no banho ou próximo a qualquer superfície líquida.
Para crianças:
- Além dos cuidados anteriores deve-se estimulá-las a assumir responsabilidade por sua própria segurança. Elas devem aprender a nadar e a boiar e devem compreender que não devem entrar em águas perigosas.
- Saltos de trampolim são extremamente perigosos.
Para adultos:
- Estes devem ter noções sobre as suas limitações principalmente quando suas funções normais estiverem comprometidas devido ao manuseio de drogas, sejam elas medicamentos ou bebidas. Evitar nadar sozinho em áreas não supervisionadas ou em áreas onde as condições do meio líquido sejam desconhecidas.

17 comentários :

  • Paulo Braccini says:
    13 de dezembro de 2010 13:10

    Gosto deste senso de utilidade pública do Lu ... sempre oportuno e consciente ...

    BH te aguarda para uma vista ... e nós tb claro ...

    bjão

    ;-)

  • kleber says:
    13 de dezembro de 2010 13:30

    olá Luiz todo cuidado ´pouco' nesse verão, o minimo que devemos fazer é obedecer aos regulamentos e estar consciente também nas estradas que também continuam perigosas.

  • Blog da Fofa says:
    13 de dezembro de 2010 15:15

    Lu querido, olha só que gesto mais lindo o seu: um post que pode ajudar a salvar tantas vidas, né? Muito legal! Qtas crianças, bebês e até mesmo adultos perdem a vida dessa forma? Nadar, brincar na água, é para trazer sorriso na face das pessoas e não lágrimas. Parabéns. Gostei muito das informações. Ah, muito obrigada pelo selo, fico emocionada mesmo, do fundo do coração. Um beijo grande amigo

  • Maria Helena says:
    13 de dezembro de 2010 15:52

    Olá!

    Amo a versatilidade que tem na blogosfera. Cada um na sua área vai formando uma corrente que se assemelha à perfeição. Amei sua postagem. Muitas vezes deixamos assuntos tão sérios à deriva porque priorizamos outras áreas que imaginamos mais urgentes. No entanto, a urgência é pensar na qualidade de vida. Obrigada!

  • Guará Matos says:
    13 de dezembro de 2010 17:02

    Os adultos não abusarem da bebida e nem do mar,. Os pais tomarem conta dos filhos, sempre.
    Com cuidado não há afogamntos.

    Bj.

  • Wanderley Elian Lima says:
    13 de dezembro de 2010 20:35

    Sempre oportuno lembrar, as pessoas esquecem do perigo.
    Bjux

  • Professora Carla Fernanda says:
    13 de dezembro de 2010 21:39

    Boa noite Lu! Conheço uma avó que perdeu os 2 netos afogados, de uma vez só, na sua casa da praia, enquanto estavam sobre a sua guarda. A mãe das duas crianças ficou e ainda está um pouco perturbada, depois de seis anos do fatal acidente.
    Carla Fernanda

  • Tania regina Contreiras says:
    13 de dezembro de 2010 21:48

    Ah, nem fala, que faz poucos dias ouvi e fiquei triste com a história de um garotinho afogado! É preciso cuidado, sim...
    Beijos

  • Antonio says:
    13 de dezembro de 2010 22:17

    Espero que, quem precise, leia o seu post e repasse as informações. Muitas histórias tristes acontecem no verão, em dias que deveriam ser de alegrias. Você está fazendo- e bem - a sua parte. Boa semana

  • Vampira Dea says:
    13 de dezembro de 2010 22:52

    Criança se afoga até com gota d'agua.
    Menino as praias daqui de Lauro estão perdendo todo o charme , pq tendo barracas o povo de Salvador está vindo pra cá , as praias estão super lotadas e aumentaram os casos de afogamento, é gente demais.

  • António Rosa says:
    14 de dezembro de 2010 12:34

    Serviço público, meu amigo. Excelente. Agradeço muito ter ido deixar um abraço ao Serginho.

    Um especial para você

    António

  • Serginho Tavares says:
    14 de dezembro de 2010 20:47

    Obrigado pela informação e obrigado pela gentileza comigo em meu blogue e no blogue do António Rosa!

    Abração

  • Astrid Annabelle says:
    14 de dezembro de 2010 22:29

    Muito boa esta lembrança...informação é tudo!
    Vim agradecer sua visita ao meu blog e retribuir me tornando sua seguidora. Gostei muito daqui.
    Sabia que nasci em Salvador,BA?
    Por enquanto é isso. Foi um prazer lhe conhecer.
    Astrid Annabelle

  • Blábláblá na rede says:
    15 de dezembro de 2010 07:51

    Oieeee Lú, a titia bláblá tá ficando ignorante! A tia não sabia dessa cerca...olha eu acho que é a maneira mais segura de se proteger e proteger a família toda contra acidentes em piscinas, não esquecendo dos "anjos de 4 patas"...adoooooro seus posts, estou sempre aprendendo com vc, um chêro no seu coração.

    Titia bláblá

  • Professora Carla Fernanda says:
    15 de dezembro de 2010 13:22

    Boa tarde Lu! Passei aeui para te desejar uma boa quarta-feira e muita paz e amor!!
    Beijos,
    Carla Fernanda

  • Blog da Fofa says:
    15 de dezembro de 2010 13:22

    Lu fofoooooo, q lindo o selo, já está lá. Está acima de todos. Amei, viu?Muito obrigada, postei hj e aproveitei para agradecer. Vc é um fofo. Bjão

  • Pelos caminhos da vida. says:
    15 de dezembro de 2010 19:36

    Muito bem lembrado amigo, um alerta assim para a época que se inicia agora: verão, praia.

    Já estou bem melhor, a dor graças a Deus passou, mas foi brava, hoje estou aproveitando para visitar os amigos, ah... como senti saudades de vcs, de seus cantinhos, como me faz bem estar aqui de volta com pessoas que só me fazem bem, meu muito obrigada amigo pelo seu carinho.

    Um gdeeeeeee abraço.

    beijooo.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.