Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

17 de março de 2011

Dia do Aniversário de Aracaju - 17 de Março





Dia do Anoversário de Aracaju - 17 de março

Dia do Aniversário de Aracaju - 17 de Março

No dia 17 de março de 1855, Aracaju foi elevada à condição de cidade, roubando da pequena São Cristóvão o posto de capital do estado de Sergipe.
Com 25 Km de praias que se estendem na barra do rio Sergipe ao norte até a foz do rio Vaza-barris ao sul, Aracaju significa cajueiros dos papagaios, sendo a fruta o símbolo da cidade.

Um pouco de história

Aracaju se tornou capital do estado de Sergipe por uma questão estratégica. Seu porto deveria atender às necessidades de escoamento da produção açucareira do Vale do Cotinguiba.
No dia 17 de março de 1855, o povoado é elevado à condição de cidade e capital da antiga província Sergipe Del Rey, se expandindo do alto da colina de Santo Antônio para até as margens do rio Sergipe. O presidente da província, Inácio Barbosa, foi quem sugeriu a mudança.
Nesse mesmo ano, surgem a primeira fábrica de tecidos e a imprensa oficial. Em 1900, iniciam-se obras de pavimentação, embelezamento e saneamento da cidade. E dez anos depois, a capital já era considerada a mais industrializada e o maior centro urbano do estado.
Em 1926, os primeiros bondes elétricos são inaugurados e surgiram os primeiros bairros periféricos que abrigaram a população que veio do interior.
Quarenta anos mais tarde, Aracaju sofreu o segundo grande boom de desenvolvimento com a chegada da Petrobras para extrair as riquezas do solo. As conseqüências foram o aumento da renda per capita e da melhoria no padrão de vida.

O que é que Aracaju tem?

A orla do Atalaia, após a reforma, é considerada a mais bem estruturada de toda a região Nordeste. Há também a praia de Atalaia Nova cuja travessia de barco é um dos programas mais apreciados pelos turistas.
Outro passeio recomendado é a visita ao alto da colina de Santo Antônio, local onde a cidade nasceu e de onde se tem uma das mais belas vistas de Aracaju.


Turismo

Aracaju é uma cidade tranquila, segura, aconchegante e acolhedora. Preparada para o mercado turístico, a capital sergipana possui atrativos naturais - praias, rios, manguezais -, saborosa gastronomia marcada principalmente por sabores do mar e uma ótima infra-estrutura urbana. A população local e os visitantes dispõem de grande diversidade de equipamentos culturais e de lazer, a exemplo de museus, galerias de arte, centro de convenções, teatros, parques, casas noturnas e de espetáculos. Graças ao sistema de transporte público integrado, é possível conhecer toda a capital sergipana com um único bilhete, que permite que o passageiro pegue quantos ônibus desejar. E para quem gosta de pedalar, Aracaju oferece mais de 50 km de ciclovias.
A cidade também conta com uma rede hoteleira de qualidade, bares, restaurantes e, o mais importante, um povo feliz e hospitaleiro. Não é a toa que, em pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde no ano passado, Aracaju foi considerada a capital brasileira de qualidade de vida.

PONTOS TURÍSTICOS
Orla Por do Sol

Orla Por do Sol

Praias
São aproximadamente 35 quilômetros de litoral, com areias planas e firmes, perfeitas para caminhadas; águas mornas e rasas, ótimas para o banho; além de bares e restaurantes estruturados. O sistema de transporte coletivo integrado permite o acesso fácil a todas elas. Destacam-se as praias de: Atalaia, Aruana, Robalo, Náufragos, Refúgio e Mosqueiro.
Atalaia
Considerada o mais belo cartão postal de Aracaju, a praia de Atalaia é a mais famosa e mais próxima do centro. É na orla de Atalaia onde estão instalados os melhores bares, restaurantes, casas noturnas e hotéis da cidade. Revitalizada recentemente, ganhou funcionalidade com a implantação de equipamentos de lazer e de convivência social: caramanchão, quadras de tênis, parque infantil, fonte luminosa com o balé das águas, lagos, espaço para a prática de esportes radicais, Delegacia de Turismo, Oceanário e o Centro de Arte e Cultura J. Inácio.
Mosqueiro
Povoado localizado no extremo sul da capital, o Mosqueiro é privilegiado pela natureza. Ao leste, o oceano Atlântico, a oeste, o rio Vaza Barris com águas limpas e manguezais preservados, além de ilhas que surgem com a maré baixa. A Croa do Goré, a mais famosa e procurada, ancora um restaurante flutuante que permite ao visitante saborear delícias gastronômicas da região à base de frutos do mar. É possível passear por esse cenário paradisíaco a bordo do catamarã Velho Chico e de outras embarcações. O encontro do rio Vaza Barris com o mar e o pôr-do-sol completam esse espetáculo inesquecível.
Orla do Bairro Industrial
Às margens do rio Sergipe, no norte da capital, a orla do Bairro Industrial é um dos novos atrativos turísticos de Aracaju.
Rio Sergipe
Rio Sergipe




Centro de Artesanato

Centro de Artesanato Centro de Artesanato Chica Chaves
Está equipada com ciclovia, calçadão, parque infantil, centro de artesanato, bares e restaurantes, que oferecem excelentes pratos da culinária sergipana, como a moqueca de peixe e de camarão.

Orlinha do bairro Industrial

A ilha de Santa Luzia com seu belo coqueiral, as canoas de pescadores com suas velas coloridas ao vento, as águas do rio Sergipe e a brisa que sopra refrescando os dias de verão convidam a um passeio por essa bela paisagem.
Orla de Atalaia
Orlinha do bairro Industrial
Principal cartão postal da cidade, é uma avenida urbanizada e moderna com 6km de extensão. Considerada uma das mais belas e equipadas orlas do país, possui os principais hotéis, bares e restaurantes de Aracaju, iluminação especial para banhos noturnos, além de quadras poliesportivas, lago artificial, quiosques e um complexo para atividades de lazer e esportivas.
Oceanário de Aracaju
Instalado na orla de Atalaia e em forma de tartaruga, o Oceanário abriga 20 aquários que mostram a diversidade da flora e fauna marítima e fluvial de Sergipe. Várias espécies de peixes, tartarugas e outros animais marinhos atraem crianças e adultos. Os visitantes são monitorados por biólogos do Projeto Tamar, que administram a unidade. Um dos destaques desse atrativo turístico é o tanque oceânico com 150 mil litros de água, que reproduz o ambiente do fundo do mar no litoral sergipano. Arraias, meros e tubarões-lixa podem ser vistos bem de perto. Uma câmara submarina instalada na plataforma Camurim-09 da Petrobras permite observar as águas do Atlântico em tempo real. O Oceanário de Aracaju é o primeiro do Nordeste e o quinto do país, ocupando 1.100 m2 de área construída.
Passarela do Caranguejo
Badalado complexo de bares e restaurantes na orla de Atalaia, onde é possível encontrar o que há de melhor na culinária sergipana e provar de uma das inguaruas mais populares de Aracaju: o caranguejo, servido com vinagrete ou como ingrediente principal de pastéis, caldinhos, moquecas, casquinhas e mariscadas.
Centro Histórico
Região que abriga as mais importantes igrejas, praças, casarões antigos e monumentos históricos da cidade. Possui mercados, museus, centros de artesanato e comidas típicas, além de uma vigorosa área de comércio e uma faixa exclusiva de compras para pedestres entre os calçadões das ruas João Pessoa e Laranjeiras . Tudo isso diante da maravilhosa vista do rio Sergipe.
Mercados
Relógio do Mercado Central
Relógio do Mercado Central

Completamente revitalizados a partir do projeto arquitetônico original, os mercados Antônio Franco e Thales Ferraz foram transformados em pontos de cultura, lazer e artesanato. Nas imediações, está o novo mercado central Albano Franco, um importante centro de abastecimento da capital.
Ponte do Imperador
Construída às margens do rio Sergipe para servir de ancoradouro ao vapor Apa, quando da visita do Imperador Dom Pedro II e da Imperatriz Dona Tereza Cristina à província. Foi inaugurada em 11 de janeiro de 1860, dia da chegada do Imperador em Aracaju. Inicialmente feita em madeira, foi reformada pela primeira vez em 1910, passando a ter estrutura de ferro. Novas reformas ocorreram em 1920 durante as comemorações do centenário da independência do Estado de Sergipe. Somente na década de 1940, adquiriu a estrutura atual. Por longos anos serviu para o embarque e desembarque de mercadorias e passageiros.

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

8 comentários :

  • Guará Matos says:
    17 de março de 2011 00:28

    Um grande abraço a galera de Aracaju pelo aniversário da cidade

    Bjs.

  • Vampira Dea says:
    17 de março de 2011 00:38

    Cidade pequena e graciosa, com os maiores caranguejos rsrsr.ewste blog é cultura!
    Um beijão.

  • Pelos caminhos da vida. says:
    17 de março de 2011 08:40

    Parabéns Aracaju...

    beijooo.

  • Wanderley Elian Lima says:
    17 de março de 2011 08:45

    Oi Lu
    Parabéns à cidade e a todos os seus filhos. Conheço Aracaju e posso afirmar que é uma das mais agradáveis cidades que já fui. Vale a pena conhecer.
    Grande abraço

  • Geyme Mannes says:
    17 de março de 2011 14:07

    Parabéns à cidade de Aracajú, que coisa linda!! (Nao conheco, mas ainda chego lá!!)
    Beijaoooooooo

  • Ministério says:
    18 de março de 2011 10:48

    Se vacilou na folia, siga o conselho desta amiga: http://bit.ly/dVGkj4 #fiquesabendo

    Conheça a Campanha contra a Aids deste Carnaval: www.camisinhaeuvou.com.br
    Siga-nos no Twitter e fique por dentro: www.twitter.com/minsaude
    Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

  • Prof. Adinalzir says:
    18 de março de 2011 20:19

    Meus parabéns a cidade de Aracaju!
    Aquele abraço! :-)

  • Victor Faria says:
    20 de março de 2011 14:20

    Parabéns, Aracaju!
    Espero um dia conhecê-la...

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.