Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

9 de março de 2011

EDITORIAL




COMO SERIA VIVER SEM ELAS?

A vida é o grande dom que recebemos do Criador.
Imagine!...
A mulher nasceu da costela de Adão, mas desta costela o Criador foi generoso em inserir o melhor, para sua nova criação, pois penso eu! “Que o Criador já estava satisfeito, com a sua primeira, mas ainda assim quis melhorar mais na criação da mulher”,dando-lhe:
O dom da procriação, para que pudesse popular a terra, atrelado ao maior dos sentimentos o Amor, que se inicia na gestação. Não satisfeito o Criador, adicionou a sua incomparável resistência, dando-lhe uma força incalculável, aguçou a sensibilidade, afiou a capacidade de proteção a outros e a doçura, que lhe é peculiar. E assim: A Mulher abraçou a sua grande missão... E foi ao longo dos anos aperfeiçoando os seus preciosos dons. Gerindo em torno de si, uma responsabilidade exigida pela vida, que a fez suportar as adversidades, e transformar a sua posição de submissão, de simples genitora e dona de casa, “que cuidava de seus filhos, da casa e de seu marido”, em feminista convicta, que luta por seus direitos e ideal, almejando seu lugar ao sol... Aos poucos esta conquista foi se idealizando na busca do seu espaço, buscando não só a competitividade, o poder e a autoridade, mas a doçura da essência feminilidade, com fenomenal competência, concretizando, pouco a pouco, o seu lugar e sua independência. O sôfrego reconhecimento, se mostra na sua capacidade de desempenhar qualquer trabalho, qualquer profissão, ocupando cadeiras jamais ocupadas por elas, sem perder sua sensibilidade, sua razão, melhorando cada conquista!... Hoje já não é difícil de classificar e desfiar a existência de mulheres que são grandes ícones, em diversas profissões e setores. E mais admirável ainda é que, elas mesmo depois de sua jornada de trabalho externo, não abstraem a sua responsabilidade de cuidar dos afazeres domésticos, dos filhos e de seu marido, sem perder sua feminilidade, beleza, carícia, competência e cautela! Sofre grande discriminação e preconceito. Seu salário é sempre menor, em relação aos homens, desempenhando a mesma função que eles. No transito, é taxada de mau motorista, mesmo sendo comprovado estatisticamente, que se envolve menos em sinistro, por ser mais cautelosa e prudente. Mas, a perseverança é a sua alheada, e a paciência da busca é a sua inspiração, para dias melhores...
Isso é uma pequena amostragem da mulher moderna, atrelada a mutação que sofre no cotidiano, sem perder sua essência, e se transforma a cada dia, na busca incansável pelo seu direito e espaço!... E ainda tem tempo de ser linda, cheirosa e elegante!
Ela merece ter o seu dia, um dia só para ela, é o mínimo que se pode fazer, pela sua grandiosidade.
Não dá para imaginar o mundo sem elas!...

PARABÉNS A TODAS AS MULHERES!


Texto de Rita Cidreira

4 comentários :

  • Vampira Dea says:
    9 de março de 2011 23:01

    Deu um up em mim depois que li

  • Simone Reis says:
    9 de março de 2011 23:26

    Cunhada, toda emoção esta postagem.
    E viva as mulheres. PARABÉNS!
    Que seja um dia, não importa.
    As mulheres são guerreiras e querem respeito naquilo que fazem.
    Como disse Vampira Dea:"deu um up" depois dessa leitura.

  • Rita Cidreira says:
    10 de março de 2011 00:01

    Obrigada! Cunhada.
    Beijos

  • Iza says:
    10 de março de 2011 03:58

    Oi, Rita!

    Adorei ler esse texto. Ainda mais por ser de sua autoria própria.

    Nós mulheres somos umas vencedoras!

    Beijos mil!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.