Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

18 de abril de 2011

Dengue com os dias contados já já.








Brasileiros terão vacina contra dengue antes de vencer problema de saneamento básico
Cientistas esperam que a população seja imunizada contra quatro vírus em cinco anos
Cientistas esperam que a população brasileira possa, daqui a cinco anos, ser imunizada contra os quatro tipos de vírus da dengue. O prazo para resolver o problema epidemiológico é bem inferior ao tempo de que o país precisa para universalizar o saneamento básico, apontado como uma das causas para a prevalência da dengue. Segundo o governo federal, apenas em 2030, todos os brasileiros terão água encanada e rede coletora de esgoto em suas casas.

“Um dos problemas da dengue e outras doenças negligenciadas é que elas cresceram onde não há infraestrutura adequada. As pessoas têm que armazenar água, as prefeituras não conseguem recolher o lixo. Isso vai levar anos, talvez décadas para que a gente consiga resolver completamente”, afirma o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.


“Muitas dessas doenças negligenciadas são de pessoas negligenciadas”, assinala Barbosa, ao lembrar da incidência de tuberculose, hanseníase e de doenças parasitárias entre as pessoas que vivem em domicílios com pouco espaço e muitos moradores. “São pessoas que vivem em condições insalubres”, acrescenta, ao dizer que o tratamento médico gratuito não é suficiente para melhorar a vida das pessoas.


Na avaliação do secretário, a situação social torna a pesquisa em saúde ainda mais importante. Barbosa lembra que a pesquisa pode oferecer boas ferramentas de prevenção e controle de doenças. “Quando olhamos o panorama de doenças tropicais negligenciadas, as que persistem são aquelas em que as ferramentas disponíveis não são as melhores. E, por isso, o desenvolvimento científico e tecnológico é muito importante.”


“O desafio é desenvolver estratégias capazes de aumentar o acesso à saúde. Para isso, a gente também precisa de pesquisa operacional para ver qual a melhor estratégia para ver a maneira daquela população ser alcançada”.


Um quarto da pesquisa científica feita no Brasil é na área de saúde, o que torna o país referência mundial. “Temos desde pesquisas para buscar a modificação genética do mosquito da dengue até pesquisa para infectá-lo com um microrganismo que não faz mal para as pessoas e reduz a capacidade dele de se infestar com vírus da dengue”, diz o secretário de Vigilância em Saúde.


Segundo Barbosa, o país faz pesquisa básica, desenvolve ferramentas para atendimento à população, cria kits de diagnóstico, produz novos medicamentos e participa de testes e pesquisas operacionais para avaliar e implementar estratégias de imunização. “O Brasil tem um papel importante no campo da pesquisa de doenças tropicais. O país está procurando desenvolver sua vacina e está ajudando a testar a vacina que não é produzida aqui, mas, seguramente, será muito útil para o programa brasileiro de controle da dengue”, atesta Barbosa.


A pesquisa mais adiantada envolve o Núcleo de Doenças Infectocontagiosas da Universidade Federal do Espírito Santo, que participa dos testes clínicos de uma vacina desenvolvida pelo laboratório francês Sanofi Pasteur em 11 países tropicais. Além dessa pesquisa, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, ligado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro; e o Instituto Butantan, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, trabalham na produção de vacinas em parceria com laboratórios internacionais.


Fonte: por Gilberto Costa - Agência Brasil 

12 comentários :

  • Guará Matos says:
    18 de abril de 2011 17:45

    Se até lá, Lu, a Dengue não acabar com a população venceremos o danado de bichinho transmissor.

    Bj.

  • Carla Fernanda says:
    18 de abril de 2011 17:52

    Sai prá lá esses bichinhos pequeninos, mas encrenqueiros.
    Lu bom retorno!
    :) Beijos,
    Carla

  • Wanderley Elian Lima says:
    18 de abril de 2011 18:05

    Oi Lu
    Não deixa de ser uma boa notícia, melhor ainda se a vacina viesse acompanhada do saneamento básico, indispensável para melhorar a saúde do brasileiro.
    Grande abraço

  • Medicando says:
    19 de abril de 2011 11:04

    Olá!
    Conheçam e utilizem o conteúdo do portal de Saúde Medicando com artigos e reportagens produzidas por excelentes profissionais do setor. Vocês também podem se cadastrar e receber gratuitamente a revista digital Medicando. É rápido e simples! Acessem: www.medicando.com.br.
    Equipe Medicando

  • Vampira Dea says:
    19 de abril de 2011 17:52

    Ai que chegue logo. Estou dengosa e é uma droga

  • Anne Lieri says:
    19 de abril de 2011 18:31

    Lu,muito boa notícia!Com a vacina e a continuidade da educação das pessoas para evitar esse mosquito vamos vencer essa triste doença!Excelente seu artigo,sempre muito relevante!Bjs e bom retorno!

  • Marcos Mariano says:
    19 de abril de 2011 19:00

    Oi Lu

    pois é né, é realmente uma grande iniciativa, que ao meu ver mas parece uma forma de dizer que eles são imcapazes de resolver o problema do saneamento basico, mas eu apoio e fico feliz em saber que de um jeito ou de outro eles estão trabalhando para acabar com essa praga.

    grande abraço Lu

  • Sônia Silvino says:
    20 de abril de 2011 04:57

    Uma ótima notícia. Lu querido!
    Antes do coelhinho chegar,
    eu vim te visitar!
    Uma mensagem de Páscoa
    de presente vou deixar!
    Não trouxe chocolates,
    pois eles iriam te engordar!
    É Tempo de Páscoa, é tempo de...

    "Tempo de meditar, de buscar, de agradecer, de plantar a paz.

    Tempo de oração!!!

    Tempo de abrir os braços, de abrir as mãos e de ser mais irmão.

    Tempo de recomeçar!

    Tempo de concessão, de compromisso, de salvação. Tempo de perdão.

    Tempo de libertar, de libertação, de passagem, de passar...

    Para onde? Para a luz, para o amor, para a vida que é eterna!

    Tempo de Ressurreição"

    Desconheço a autoria!

    Beijos com sabor de chocolate!!!

  • FERNANDO says:
    20 de abril de 2011 08:32

    Oi, Luizão.
    Parece incrível que, com tantos avanços, um mosquitinho sem vergonha ainda consegue dar tanta dor de cabeça.
    Enfim, desejo ao amigo um ótima feriadão e uma excelente Páscoa.
    Hoje eu posto normalmente o Blog, mas a próxima postagem, só na segunda-feira.
    Abraços e até mais, meu rei.

  • Iza says:
    20 de abril de 2011 15:42

    Oi. Lu!

    Custei para vir aqui mas cheguei. Sabes que por aqui ainda não vimos o tal mosquito?

    Beijos!

  • Reflexo d'Alma says:
    20 de abril de 2011 22:27

    Sabe Lu, o Wanderley esta certo, o Guara esta certo
    todos estão certos, menos o governo.
    Quase perdi meu filho por conta do assunto que aborda, mas ao invez de assumirem isso, resolveram estudar pq o Moço sobreviveu...
    se servir pra algo...
    Um dos medicamentos que ele tomou no hospital por 15 ineterruptos dias,
    custava 800 reais,
    meu filho foi transferido d eum PA, para um lugar num hospital particular que o SUS bancava...
    estudam uns e deixam muitos e muitos e muitos
    outros morrerem mandando pra casa...
    meu filho com a graça de Deus sobreviveu, saiu com u laudo de peneumonia severa..
    sei? então ? e ai?
    Que venha a vacina que certamente vai matar ou sequelar muitos,
    como aconteceu com meu marido e a paralisia infantil em 57, 58..
    Mas essa é outra historia, igualzinha, mas outra.
    Bjins entre sonhos delirios e muita realidade

  • Antonio says:
    20 de abril de 2011 22:44

    Caro Lu:
    concordo com o Wanderley: é necessário,que,junto com outras atitudes, venha o saneamento básico. Aqui em Guarulhos, por enquanto,só discurso.Não tem nem uma estação de tratamento de esgoto.E somos quase um milhão de habitantes. Passei aqui pra saber das últimas e te desejar uma ótima Páscoa, com muito chocolate..
    Abração

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.