Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

10 de maio de 2011

10 de maio refere-se ao dia do Cozineiro


Só se aprende a cozinhar cozinhando!

Não costumamos incluir a arte culinária entre as artes clássicas, nem damos a ela uma posição de dignidade entre as atividades humanas. No entanto, alimentar-se é a mais vital e antiga das atividades dos animais e dos homens, a culinária a mais essencial e antiga de todas as artes.
Através dela os homens, em todas as culturas e em todos os tempos, prepararam os elementos naturais para serem consumidos com prazer e em grupo. Assim o mundo se faz homem e o homem, humanidade.
A Arte Culinária está presente no dia a dia mais comum de todas as famílias, motivo de orgulho dos pais e regozijo dos filhos. As refeições, servidas com arte e comidas com prazer, alimentam a alma da família.
Está presente nos dias especiais, nos aniversários e casamentos, nos rituais religiosos de todos os tipos. Comemos e bebemos para comemorar, para partilhar a colheita e a fé, para festejar a vida.
Diferente de outras artes, ela convoca simultaneamente a visão, o olfato, o paladar e o tato. Um prato pode ser uma obra de arte completa. O cozinheiro (culinarius) é pintor e escultor, mestre das cores e das formas fugidias.
É diferente do teatro porque o palco, a mesa, é a platéia. Assemelha-se à música, pois quem prepara os alimentos é o maestro da harmonia. Com sete notas apenas e poucos instrumentos são feitas as sinfonias.
Assim são harmonizados os poucos elementos da natureza: água, sal, açúcar, grãos, folhas, raízes, carnes e ervas, em proporções e formas tais que geram os pratos mais simples e mais sofisticados.
Tornando os alimentos o nosso próprio corpo, a nossa língua ficou carregada de sabores para adjetivar os nossos sentimentos e emoções e os temperos de nossa memória. Por isso temos deliciosas lembranças de pessoas doces, pessoas de bom gosto, que nos contaram coisas de nos deixar de boca aberta ou de dar água na boca.
Ou temos atravessadas na garganta, pessoas amargas e indigestas, osso duro de roer, que nos disseram coisas difíceis de engolir.
Por outro lado, temos pessoas sábias, bebemos suas palavras e nos alimentamos de sua sabedoria. E não podemos esquecer que temos um céu na boca. Podemos usufruir tudo isso graças à habilidade e destreza do cozinheiro!
Fonte: Educacional

6 comentários :

  • Wanderley Elian Lima says:
    10 de maio de 2011 16:03

    Oi Lu
    Adoro cozinhar para os amigos, e modéstia à parte sou bom nisso. Parabéns a todos(a) os cozinheiros(a)
    Grande abraço

  • Guará Matos says:
    10 de maio de 2011 18:53

    Eu também faço umas coisas boas na cozinha.

    Bjs.
    ___

  • Paulo Braccini says:
    11 de maio de 2011 10:06

    Uma das coisas q nunca consegui desenvolver foi a arte de cozinhar ... admiro aqueles q possuem o dom ...

    parabéns a todos eles ...

    Agradeço o carinho do Lu e ressalto q as portas estão abertas aos amigos ...

    bjão

  • Tia Bláh says:
    11 de maio de 2011 11:26

    Olá amigo Lu...eu adooooro cozinhar para meu marido, amigos e família e não sabia do dia do cozinheiro...muito bom o post, parabéns e obrigado por divulgar...abraço.

    Tia Blah

  • Brasil Desnudo says:
    11 de maio de 2011 19:04

    Boa noite, Grande Amigo!

    Sempre bom passar poraki, pois temos algo de bom para apreciar, sempre!

    E hoje não poderia ser diferente, e mais prazeroso, falar de rango, comida!
    Meus dois menores, Gabriel e Marco Antônio, o primeiro, Gabriel se deixar, come até a lata de refrigerante quando saímos para comer fora, se alimenta muito bem ele.
    Quanto ao menor, Marco Antônio, esse é uma luta. Acredita Lu, que até quando passo em um lugar, tipo a confeitaria Colombo, tradicional aki no Rio, tem uns doces maravilhosos, todos! Mas até escolher um onde Marco Antônio vá gostar, é difícil, acredita?
    Ele é ruim pra comer, seja salgado ou doce... Felipe o mais velho e Gabriel, são ótimos para comer, mas ele, Nossa!

    ótima noite pra ti querido Amigo...

    Ahh! Não vá se ofender com a baiana que postei lá no Desnudo, sem ofensas as nossas queridas baianas, ok?

    Marcio RJ

  • FERNANDO says:
    19 de maio de 2011 13:22

    Oi, Luizão.
    Verdade verdadeira, meu rei. E depois que você pega gosto pelo troço e se dedica a criar suas prórpias receitas, a coisa não pára mais. Parabéns aos cozinheiros, mesmo que com quase dez dias de atraso.
    Abraços, cara, e até a próxima.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.