Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

2 de junho de 2011

Livros pra inguinorantes


Imagem: google.com.br

Confeço qui to morrendo de enveja da fessora Heloisa Ramos que escrevinhou um livro cheio de erros de Português e vendeu 485 mil ezemplares para o Minestério da Educassão. Eu dou um duro danado para não tropesssar na Gramática e nunca tive nenhum dos meus 42 livros comprados pelo Pograma Naçional do Livro Didáctico.

Vai ver que é por isso: escrevo para quem sabe Portugues!

A fessora se ex-plica dizendo que previlegiou a linguagem horal sobre a escrevida. Só qui no meu modexto entender a linguajem horal é para sair pela boca e não para ser botada no papel. A palavra impreça deve obedecer o que manda a Gramática. Ou então a nossa língua vai virar um vale-tudo sem normas nem regras e agente nem precisamos ir a escola para aprender Português.

A fessora dice também que escreveu desse jeito para subestituir a nossão de “certo e errado” pela de “adequado e inadequado”. Vai ver que quis livrar a cara do Lula que agora vive dando palestas e fala muita coisa inadequada. Só que a Gramatica eziste para encinar agente como falar e escrever corretamente no idioma portugues.

A Gramática é uma espéce de Constituissão do edioma pátrio e para ela não existe essa coisa de adequado e inadequado. Ou você segue direitinho a Constituição ou você está fora da lei - como se diz? - magna.

Diante do pobrema um acessor do Minestério declarou que “o ministro Fernando Adade não faz análise dos livros didáticos”. E quem pediu a ele pra fazer? Ele é um homem muito ocupado, mas deve ter alguém que fassa por ele e esse alguém com certesa só conhece a linguajem horal. O asceçor afirmou ainda que o Minestério não é dono da Verdade e o ministro seria um tirano se disseçe o que está certo e o que está errado. Que arjumento absurdo! Ele não tem que dizer nada. Tem é que ficar caladinho por causa que quem dis o que está certo é a Gramática. Até segunda ordem a Gramática é que é a dona da verdade e o Minestério que é da Educassão deve ser o primeiro a respeitar.

Imagem: google.com.br


A propósito do polêmico livro didático "Por Uma Vida Melhor" que tanta discussão está provocando, vale a pena ler esse artigo de Carlos Eduardo Novaes. 

Texto recebido por e-mail da amiga Dedè Barberio, deixando autorização para essa postagem.

¨O Inferno é vazio e todos os demônios estão aqui.¨ (Gaiman e Pratchett)  

9 comentários :

  • Carla Fernanda says:
    2 de junho de 2011 00:14

    Lamentável LU!
    Mai um golpe de morte para a educação do país. Ou será inducação???
    Beijos e boa noite!
    Carla

  • Guará Matos says:
    2 de junho de 2011 09:11

    "A inguinorança astravanca o pogresso"

    Bj.

  • Vampira Dea says:
    2 de junho de 2011 12:54

    São essas coisas que chegam a doer no cidadão, aff, vergonhoso

  • ONG ALERTA says:
    3 de junho de 2011 10:26

    Uma pena...
    Beijo Lisette

  • Carla Fernanda says:
    3 de junho de 2011 11:18

    Bom dia com sol Lu!!
    Obrigada querido!!
    :D

  • Prof. Adinalzir says:
    3 de junho de 2011 21:09

    Muito chocante essa situação! Estamos ferrados com esse Ministério da Educação.

  • Prof. Adinalzir says:
    3 de junho de 2011 21:22

    No meio de toda essa inguinorancia. Aproveitei e deixei mais um voto para você no topblog. Foi bem melhor, rsrs.

  • Maria de Lourdes says:
    3 de julho de 2013 18:54

    Mar seu minino, tô bestinha com essa históra! conteudo bom ninguem gosta! mas quer fazer sucesso? inscreva errado! eu a minha pessoinha aqui apois num quer esse livro aí de graça! pra que? pra eu desaprender?

  • Ronilda David Loubah Sofia says:
    3 de julho de 2013 18:58

    É aquilo...

    Não sei se é para rir ou para chorar, pela verdade expressa aquí, pelas injustiças que tanto assolam por esse mundo afora.

    Uns menos merecedores a serem favorecidos e outros realmente ao esforço máximo e um minimo de reconhecimento .

    É tão triste isso tudo, testemunhar essas mazelas.

    Eis o mundo e suas dicotomias.

    Grata pela partilha Lu, meu boa noite.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.