Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

26 de junho de 2011

O espirro

Imagem: google.com.br
O espirro pode transmitir doenças pelo ar.
Espirro ou esternutação é uma forma do corpo expulsar o dióxido de carbono em excesso, sob a forma de partículas liquidas (perdigotos). O espirro é geralmente um acontecimento ruidoso, mal cheiroso, e torna-se particularmente desagradável quando a pessoa que espirra não põe a mão à frente. O espirro é uma expulsão de ar, convulsiva e semi-autônoma, do nariz e boca. Algumas doenças podem ser transmitidas pelo espirro que espalha até 40.000 gotículas infecciosas cujo diâmetro varia de 0.5 a 5 µm.
Causa
O espirro geralmente é causado por irritação e às vezes por bloqueio bacteriano na garganta, pulmões ou nas passagens do nariz. Para espirrar de proposito, é recomendado que se façam cocegas com uma pena no nariz. Substâncias que causam alergia como pólen, pêlos de animais, poeiras, assim como outras partículas que não causam alergia são geralmente inofensivas, mas quando irritam o nariz, o corpo responde ao expirá-las das passagens nasais.

O espirro é uma reação do corpo à obstrução das vias nasais, principalmente o nariz e a garganta. Sua função é expelir do corpo algo que o está incomodando. É por isso que espirramos quando estamos em ambientes empoeirados, sujos ou muito perfumados. Outra ocasião em que espirramos bastante é quando estamos resfriados. Nesse caso, o organismo usa o espirro para tirar do corpo o catarro dos pulmões.

Os músculos das costas, abdômen, aqueles abaixo das costelas estão envolvidos no espirro. Quando poeira, fumaça ou cheiro irrita o nariz, o centro respiratório é informado e interrompe a respiração normal, faz você inspirar profundamente... E subitamente faz todos esses músculos se contraírem, empurrando todo o ar para fora de uma vez só. A glote bloqueia a saída do ar dos pulmões, como se fosse uma tampa na garganta e logo em seguida se abrem, liberando o caminho.
Resposta de fechamento da pálpebra
Geralmente é considerado impossível alguém manter as pálpebras abertas durante um espirro. O reflexo de fechar os olhos é devido a uma proposta não óbvia: os nervos que servem os olhos e nariz estão próximos e relacionados, e o estímulo a um deles geralmente estimula alguma resposta no outro. Entretanto o fechamento dos olhos pode proteger os ductos lacrimais e vasos sanguíneos das bactérias expelidas no espirro. 
Crenças e aspectos culturais
Em 400 A.C. o general ateniense Xenofonte fez um dramático discurso estimulando seus soldados a segui-lo para libertar ou morrer contra os Persas. Ele falou por uma hora motivando seu exército e assegurando um retorno seguro a Atenas até que um soldado ressaltou sua conclusão com um espirro. Pensando que este espirro foi um sinal dos Deuses, os soldados saudaram Xenofonte e seguiram seu comando. Outro momento divino do espirro para os Gregos ocorreu na história de Ulisses. Ulisses retornou para casa disfarçado de mendigo e conversou com sua amada esposa Penélope. Ela disse para Ulisses, não sabendo de quem se tratava, que ele iria retornar em segurança para desafiar seus pretendentes. Neste momento o filho deles, Telêmaco, deu um sonoro espirro e Penélope riu alegremente, reafirmando que isto era um sinal dos Deuses.

O Pequeno Sammy Espirro de Winsor McCay
Entre os Pagãos de Flanders, um espirro era um mal presságio. Quando São Elígio advertiu os pagãos contra suas práticas druidas, de acordo com sua companhia ou seu biógrafo Ouen, ele disse o seguinte: "Não observem presságios ou espirros violentos ou prestem atenção a qualquer passarinho cantando pela estrada. Se você está distraído na estrada ou em qualquer outro trabalho, faça o sinal da cruz e reze prece de Domingo com fé e devoção que nenhum inimigo irá machucá-lo".
Na Hungria, Eslováquia e Eslovênia e alguns países do oriente médio, o espirro que ocorre após alguém fazer uma afirmação é às vezes interpretada como uma confirmação por Deus de que a afirmação era verdadeira.
No Japão, as pessoas frequentemente acreditam que o espirro ocorrem quando elas estão sendo faladas ou mal-faladas pelas costas ou por uma pessoa muito distante.
É uma crença comum na Índia que alguém que espirra inesperadamente lembra ou é lembrado por uma pessoa querida. A maioria dos indianos considera espirrar saudável, e a inabilidade de espirrar ser causa para alarde. A revista americana Psychology Today publicou um artigo sobre cientistas indianos que nomearam a incapacidade de espirrar como "asneenzia"; os indianos têm utilizado o cheiro do tabaco como uma maneira artificial de induzir o espirro.

Onomatopeia

As onomatopeias para o som do espirro na língua portuguesa são "atchim" e outras.

Em outros idiomas

  • Em Alemão é "hatschi"
  • Em Árabe é "عطسة"
  • Em Búlgaro é "апчих"
  • Em Cantonês é "hut-chi" (乞嚏)
  • Em Chinês é "penti" (喷嚏)
  • Em Dinamarquês é "atjuu"
  • Em Esloveno é "kihanje".
  • Em Espanhol é "atchís" e "atchús"
  • Em Francês é "atchoum"
  • Em Hebreu é "apchee"
  • Em Hindi é "chheenk".
  • Em Indonésio é "'hatchi'"
  • Em Inglês é "atchoo"
  • Em Islandês é "Atsjú"
  • Em Japonês é "hakushon" ou "kushami". Escrito como はくしょん ou (くしゃみ).
  • Em Letão é "apčī",
  • Em Marata é "shheenka".
  • Em Neerlandês é "hatsjoe" e "hatsjie"
  • Em Norueguês é "atsjo"
  • Em Polaco é "apsik"
  • Em Romeno é "hapciu"
  • Em Tagalo é "hatsing"
  • Em Tailandês é "Hutchew ou Hutchei" (ฮัดชิ่ว or ฮัดเช่ย)
  • Em Tâmil é "Thummal".
  • Em Telugu é "Thummu".
  • Em Turco é "hapşuu"

Respostas tradicionais a um espirro 

No Brasil, é mais comum ao menos uma pessoa dizer "Saúde!" depois de alguém espirrar. Em contrapartida, em Portugal, é bastante comum responder com "Santinho!" ou "Viva!". Nos países de língua inglesa se diz "Deus te abençoe ". Esta tradição se origina da idade média, quando se acreditava que quando alguém espirrava, o coração parava, a alma deixava o corpo e poderia ser capturada por algum espírito do mau. Hoje é dito basicamente por boas maneiras, já que ninguém liga para a origem das tradições e apenas seguem mesmo sem conhecer.

O que causa o Espirro?
“É um mecanismo de defesa, uma forma de o organismo liberar bactérias e vírus alojados nas vias respiratórias, especialmente no nariz, limpando-o”. Explica o neurologista Clystenes Odyr Silva.
Não tente impedir o espirro e jamais bloqueie o nariz para evitar fazer barulho.A velocidade do espirro pode ser de 160 km/h; ao tampar nariz, a pressão é transmitida para um canal do ouvido e corre-se o risco de ter-se o tímpano rompido.
Com certeza você já deve ter se perguntado o porquê de espirrarmos, pois essas são dúvidas de muitas pessoas. Saiba que cada ação de nosso organismo tem uma função importante, a do espirro não poderia deixar de ser diferente. Trata-se de uma reação involuntária do nosso organismo, quanto a presença de partículas ou micróbios que causam irritação ou alergia, como os ácaros, a poeira, bactérias, fumaças, entre outros. Para quem achava que o espirro não servia para nada, com essas informações vai mudar totalmente de conceito, pois ele atua como um eficiente mecanismo de defesa em nosso organismo, consistindo na expulsão rápida e brusca de ar juntamente com gotículas pelo nariz e boca, chegando até a desobstruir os canais. O mecanismo do espirro é o seguinte: o nariz identifica o agente irritante através do nervo trigeminal, que tem como resposta a contração do abdômen e tórax, fazendo com que haja um enchimento de ar pelos pulmões. Esse processo faz com que o ar saia com muita força, dando origem ao espirro. É preciso lembrar que muita gente, por se sentir constrangido em espirrar em determinadas situações, apertam o nariz, evitando assim que o espirro ocorra. Lembre-se que isso pode ser extremamente perigoso, já que a pressão do espirro pode alcançar até 160 km/h, quando presa pode causar sérios problemas, como a ruptura dos tímpanos, por exemplo. E uma curiosidade bastante interessante é quanto ao “saúde” que falamos quando alguém espirra. Pois, isso mania vem da antiga crença de que o espirro era sinônimo de mau presságio, ou seja, ligado a doenças graves. Por isso, que toda vez que uma pessoa espirrava era desejado à ela “saúde”, um costume mantido até hoje.
Fonte: Wikipédia a enciclopédia livre, Tudo é história, Guias Dicas Grates

3 comentários :

  • Geyme Lechner says:
    27 de junho de 2011 19:41

    Poxa amigo, estou super lisongeada, pois sei que vc foi atrás desse complexo tema por mim...

    Acabei de ler tudo, mais ainda sim, salvei esse post nos meus documentos, para imprimir, reler com cuidado e saber deveras, pq o espirro insiste em existir.. até 160 km/h?? o louco... desde que parei de fumar, tenho muito mais prazer em espirrar, vai saber agora o porque...
    Querido Lu, adorei demais!! Vai ter gente que nao entenda, mas eu sim te agradeco!!!
    Beijaozao no seu coracao!!

  • Paulo Braccini - Bratz says:
    28 de junho de 2011 13:34

    kkkk ... eu tenho o meu ritual diário e matinal de seis espirros ... isto é sagrado ... detalhe ... assentado no trono ... OMG ...

    festança de São João no nordeste ainda é um dos meus sonhos ... ainda vou ... pode ter certeza ... aqui em MG tb temos esta tradição e adoro quadrilhar ... bora q o mês ainda não acabou ...

    bjão

  • Victor Faria says:
    1 de julho de 2011 23:22

    Até perdi as contas de quantas vezes espirrei nos últimos dias. Felizmente, agora estou melhor.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.