Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

23 de junho de 2012

Imagem Google


Depois do Carnaval, o evento mais esperado do calendário brasileiro são as festas juninas, que animam todo o mês de junho com muita música caipira, quadrilhas, comidas e bebidas típicas em homenagem a três santos católicos: Santo Antônio, São João e São Pedro. 
Naturalmente as festas juninas fazem parte das manifestações populares mais praticadas no Brasil. 

HERANÇA PORTUGUESA

A palavra folclore é formada dos termos ingleses folk (gente) e lore (sabedoria popular ou tradição) e significa “o conjunto das tradições, conhecimentos ou crenças populares expressas em provérbios, contos ou canções; ou estudo e conhecimento das tradições de um povo, expressas em suas lendas, crenças, canções e costumes".
Como é do conhecimento geral, fomos descobertos pelos portugueses, povo de crença reconhecidamente católica. Suas tradições religiosas foram por nós herdadas e facilmente se incorporaram em nossas terras, conservando seu aspecto folclórico. Sob essa base é que instituições educacionais promovem, em nome do ensino, as festividades juninas, expressão que carrega consigo muito mais do que uma simples relação entre a festa e o mês de sua realização. 
Não podemos nos esquecer de que o teor de tais festas oscila de região para região do país, especialmente no norte e no nordeste, onde o misticismo católico é mais acentuado. 
As mais tradicionais festas juninas do Brasil acontecem em Campina Grande (Paraíba) e Caruaru (Pernambuco). 
O espaço onde se reúnem todos os festejos do período são chamado de arraial. Geralmente é decorado com bandeirinhas de papel colorido, balões e palha de coqueiro. Nos arraiás acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos caipiras

UMA SUPOSTA ORIGEM DAS FESTIVIDADES

“Nossa Senhora e Santa Isabel eram muito amigas. Por esse motivo, costumavam visitar-se com freqüência, afinal de contas amigos de verdade costumam conversar bastante. Um dia, Santa Isabel foi à casa de Nossa Senhora para contar uma novidade: estava esperando um bebê ao qual daria o nome de João Batista. Ela estava muito feliz por isso! Mas naquele tempo, sem muitas opções de comunicação, Nossa Senhora queria saber de que forma seria informada sobre o nascimento do pequeno João Batista. Não havia correio, telefone, muito menos Internet. Assim, Santa Isabel combinou que acenderia uma fogueira bem grande que pudesse ser vista à distância. 
Combinou com Nossa Senhora que mandaria erguer um grande mastro com uma boneca sobre ele. O tempo passou e, do jeitinho que combinaram, Santa Isabel fez. Lá de longe Nossa Senhora avistou o sinal de fumaça, logo depois viu a fogueira. Ela sorriu e compreendeu a mensagem. Foi visitar a amiga e a encontrou com um belo bebê nos braços, era dia 24 de junho. Começou, então, a ser festejado São João com mastro, fogueira e outras coisas bonitas, como foguetes, danças e muito mais!”. 
As comemorações do dia de São João Batista, realizadas em 24 de junho, deram origem ao ciclo festivo conhecido como festas juninas. Cada dia do ano é dedicado a um dos santos canonizados pela Igreja Católica. Como o número de santos é maior do que o número de dias do ano, criou-se então o dia de “Todos os Santos”, comemorado em 1 de novembro. Mas alguns santos são mais reverenciados do que outros. Assim, no mês de junho são celebrados, ao lado de São João Batista, dois outros santos: Santo Antônio, cujas festividades acontecem no dia 13, e São Pedro, no dia 28.
Esta época é de muita alegria, devido a festas, danças, brincadeiras, confraternizações e muitas comidas típicas: arroz doce, canjica, bolo de milho, cocada, pé de moleque, doce de abóbora, pipoca, batata doce, quentão, vinho quente, estas e outras delícias que só de pensar já nos fazem perder a cabeça! 

COMIDAS E BEBIDAS TÍPICAS

As comidas típicas juninas têm origem do norte e nordeste do Brasil, dentre as preparações mais comuns das Festas Juninas, destacam-se:
- Arroz doce
- Bolo de batata-doce
- Bolo de fubá
- Bolo de fubá cozido
- Bolo de macaxeira
- Bolo de milho
- Bolo de milho verde
- Broa de fubá
- Canjica ou munguzá
- Curau
- Cuscuz de milho
- Pamonha
- Pamonha com coco
- Pé-de-moleque
- Pé-de-moleque de rapadura
- Pipoca doce
- Pipoca salgada
- Sopa de milho verde (ou Caldo Verde)
- Tapioca
Para assar na fogueira:
- Quentão
- Vinho quente
Comer na quantidade adequada, é o conselho para poder experimentar de tudo, mas não extrapole na quantidade.
Alguns alimentos típicos desta época, apesar de possuírem valor calórico elevado, contêm nutrientes e propriedades funcionais ao nosso organismo, como por exemplo:

VINHO QUENTE

Festa JuninaO vinho é originado através da fermentação da uva fresca. Esta bebida apesar de possuir teor alcoólico possui propriedades funcionais para o nosso organismo, segundo estudos. Se consumido com moderação pode proteger o coração contra doenças cardiovasculares, já que possui uma substância chamada flavonóide que tem ação antioxidante, que também combate os radicais livres e proporciona o rejuvenescimento das células. 
Outra propriedade presente no vinho é o reverastrol, que faz com que aumente as taxas de HDL (colesterol bom) no sangue. Um copo pequeno fornece aproximadamente 190kcal.

MILHO

Festa JuninaSeja como pipoca, canjica, bolo, o importante é não deixar de experimentar um pouquinho deste cereal. Possui alto valor nutritivo, contendo vitamina C, A, folato, ferro e fibras, em sua composição nutricional. É um alimento de fácil digestão. Uma espiga de milho fornece aproximadamente 108 kcal.

BATATA DOCE

Festa JuninaPossuidora de um sabor adocicado irresistível, este carboidrato é fonte de beta caroteno, que ajuda a evitar alguns tipos de câncer. Uma batata doce assada fornece aproximadamente 106 kcal.

PINHÃO

Festa JuninaEste delicioso petisco é fonte de proteína, tendo também em sua composição nutricional cálcio, magnésio e fibras. Cerca de 5 unidades de pinhão cozido fornecem aproximadamente 51 kcal.

AMENDOIM (PÉ-DE-MOLEQUE, PAÇOCA)

Festa JuninaÉ o 2ª maior alimento produzido no mundo e apesar de ser classificado como um tipo de noz, é considerado uma leguminosa rica em vitamina C, potássio, magnésio, ferro, cálcio, zinco e fibras. No entanto, 100g deste nutritivo alimento possui nada menos que 500kcal!!!! Portanto, se não quiser engordar, manere na quantidade. 

Festa JuninaARROZ DOCE

Destacava-se por seu elevado poder energético. 

GENGIBRE

Festa JuninaSempre acompanhado do quentão nas festas juninas, é uma raiz muito utilizada para aliviar náuseas, calafrios e congestão de resfriados. Seu sabor picante é um dos atrativos de seu consumo.
Depois de conhecer um pouco mais sobre estes alimentos, aproveite para não deixar de consumir um pouco de cada neste mês especial. 

VALOR CALÓRICO

PratoQuantidadeCaloria
Doce de Leite1 Colher de Sopa Cheia ( 40g )116
Doce de Abóbora com Coco1 Colher de Sopa Cheia ( 40g )82,8
Doce de Banana em Calda1 Colher de Sopa Cheia ( 48g )38,8
Doce de Mamão Verde1 Colher de Sopa Cheia ( 40g )78
Paçoca1 Unidade 30g114,6
Pé-de-Moleque1 Unidade 20g87,6
Doce de Coco1 Colher de Sopa Cheia ( 50g )234,5
Cocada1 Unidade Média 70g405,3
Manjar Branco com Caldo de Ameixa1 Fatia Média 130g314,6
Pudim de Leite sem Calda1 Fatia Média 130g236,6
Brigadeiro1 Unidade Média 25g100,5
Beijinho de Coco1 Unidade Média 25g124,6
Cajuzinho1 Unidade Média 25g105,75
Mousse de Chocolate1 Porção 70g222,6
Mousse de Maracujá1 Porção 70g200
Fontewww.emporiovillaborghese.com.br

3 comentários :

  • Aleatoriamente says:
    23 de junho de 2012 07:17

    Bom dia Lu! Hoje vim te abraçar, matar saudades.Amei o texto, essa data de hoje é também o niver de alguém que muito amo.

    È sempre bem interessante vir te ler.Há coisas que não sabia, como o texto de Nossa Senhora e Santa Isabel a origem do dia.

    Beijão amigo.

  • Tunin says:
    23 de junho de 2012 16:52

    Moço, como tu és informado! A gente aprende e aprende por aqui. Hoje as festas juninas perderam a ingenuidade de antes, infelizmente.
    Amei as indicações das guloseimas e suas composições e o teor de calorias. Muito bom!
    Bom final de semana.
    Abração.

  • Anne Lieri says:
    25 de junho de 2012 16:33

    Lu,grande postagem e finalizou até com as calorias dos doces juninos!...rss...nem me fale,que adoro esse tipo de doce!...rss...É verdade,Lu, nas festas juninas tb sinto falta da minha filha quando era pequena,agora já é moça,nem dança quadrilha,nada!Os filhos crescem depressa demais!bjs,

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.