Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

16 de junho de 2013

A origem da Lua-de-Mel

Imagem Google

lua-de-mel é o período de celebração privada que sucede ao casamento, por parte do marido e da esposa. Há duas versões sobre como se originou a lua-de-mel:
Na antiga Roma, o povo espalhava gotas de mel na soleira da casa dos recém-casados.
Entre os povos germanos, era costume casar na lua nova, e os noivos levavam uma mistura de água e mel, denominada hidromel, para beber ao luar.
Há várias lendas sobre a origem da Lua-de-Mel. Uma delas conta que surgiu nas antigas tribos germânicas: após a boda, e durante um mês, o casal bebia uma mistura de mel (doce) e melgaço (amargo), daí a designação de lua-de-mel.
Hoje, as luas-de-mel duram, em regra, uma a três semanas e não o tal mês lunar.
Preparar a lua-de-mel implica reservar de bilhetes e alojamento, obter passaportes e, por vezes, precauções médicas, como vacinas e exames.
Se for para os trópicos, o melhor é consultar o médico de família, para se aconselhar devidamente.
Se o casamento se realizar nos meses de Verão, época preferida pelos portugueses para gozar férias, faça reservas cerca de seis meses antes.
Se o destino escolhido é muito solicitado, faça a marcação ainda com mais tempo de antecedência.



Há mais de 4 mil anos, os habitantes da Babilônia comemoravam a lua-de-mel durante o primeiro mês de casamento.
Nesse período, o pai da noiva precisava fornecer ao genro uma bebida alcoólica feita da fermentação do mel.
Como eles contavam a passagem do tempo por meio de um calendário lunar, as comemorações ficaram conhecidas como lua-de-mel.
Imagem Google

A organização de todos os detalhes de um casamento não é tarefa fácil. Geralmente são gastos meses ou até mesmo anos para que o grande dia saia perfeitamente como o sonhado pelos noivos. E, depois da cerimônia, troca de alianças e recepção, os recém-casados só pensam em uma coisa: aproveitar bastante sua Lua-de-Mel, para que os primeiros momentos a dois sejam inesquecíveis.
A Lua-de-Mel não é um simples passeio de férias, mas sim a primeira e a mais importante viagem romântica que um casal faz, marcando o início de uma nova etapa em suas vidas. É a primeira oportunidade onde marido e mulher deixam suas rotinas para desfrutarem essa experiência que tem data para começar, mas não tem para terminar. É por esse motivo que um ditado conhecido vem sendo adaptado para os dias de hoje: Quem casa, viaja!!!
A origem da expressão Lua-de-Mel tem várias versões. A mais conhecida diz que o termo surgiu com antigas tribos germânicas que se casavam e, durante um mês inteiro, na lua nova, tomavam uma mistura bem doce feita com mel para terem sorte.
Outra versão afirma que em Roma Antiga, após o casório, o homem tinha que capturar a amada e levá-la para um lugar secreto, onde o pai da noiva não pudesse encontrá-los. O casal obrigatoriamente tinha que ficar escondido durante quatro luaus, que duravam cerca de um mês. Nesse período eles bebiam uma mistura afrodisíaca, adocicada com muito mel, até que a mulher se rendesse ao seu novo parceiro.
Se foram os romanos ou germânicos os inventores do termo, não faz muita diferença. O que interessa é que a Lua-de-Mel faz parte do sonho de qualquer casal que busca momentos e lugares sublimes para viverem seu grande amor. Apesar da afirmação de que casais apaixonados transformam qualquer lugar nada especial em um destino romântico, na prática, não é bem assim. A escolha pode nem sempre ser tão fácil quanto se imagina, principalmente pela diversidade de regiões paradisíacas existentes no Brasil.
Fora isso, a preferência geral continua sendo lugares calmos e prazerosos como serras, estâncias hidrominerais, ilhas e praias. Nenhum casal, depois de toda a correria da organização do matrimônio, tem disposição para fazer viagens a lugares onde o movimento é intenso como o das metrópoles, ou calmos e ermos a ponto de não se ter nada para fazer. O ideal é procurar um cantinho onde possam descansar e onde a intimidade seja favorecida para a adaptação de ambos à vida em comum.
Antigamente era comum a Lua-de-Mel ser presenteada pelos pais do noivo. Nos dias de hoje, para tentar facilitar e baratear a viagem de núpcias, muitos casais optam pela “lista de Lua-de-Mel”. Os convidados então podem presenteá-los pagando uma parte da viagem ao invés de dar presentes que muitas vezes podem não ter tanta utilidade.
E para que sua Lua-de-Mel seja perfeita, o BrasilViagem.com selecionou alguns destinos pra lá de românticos, com suas opções de hospedagem que fazem de tudo para homenagear os novos casais.


Fonte: pt.wikipedia.org,  www.diasfelizes.iol.pt,  www.portrasdasletras.com.br, www.brasilviagem.com


Republicando enquanto estamos em fase de copa das confederações e do São João.

6 comentários :

  • Tunin says:
    20 de junho de 2012 18:02

    Lú não conhecia a origem da Lua de Mel. Enriqueceu-me as informações. Sempre soube que lua de mel era o momento de ansiedade onde os noivos se conheceriam fisicamente.Era um instante muito esperado. Até para testificar se a noiva ainda "era". Hoje a lua de mel perdeu o sentido da pureza. Já não é tão romântica assim.Só existe a lua.
    Abração.

  • Mery says:
    22 de junho de 2012 09:50

    Formidável!
    Eu não sabia "essas coisas; hoje em dia as pessoas não esperam a lua de mel*, é coisa dos antigos, mas foi muito bom vir aqui e ler-te.
    Estou seguindo esse Blog, sou a Mery/ do Rio de Janeiro.
    Beijinho, bom dia!
    e excelente fim de semana!
    Mery*

  • Prof. Adinalzir says:
    22 de junho de 2012 21:37

    Meio sumido... mas sempre passando por aqui para aprender nos textos do Lucidreira. Confesso que não conhecia a história da Lua de Mel.
    Abraços! :-)

  • Orvalho do Céu says:
    21 de agosto de 2012 13:00

    Olá, querida
    Gostei de saber da origem.... confesso que não sabia...
    Vou ver as sugestões pois deverão servir pra qualquer "lua"... pois lugares bonitos me apetecem...
    Refrescam a mente da gente...
    Deus te cubra de MUITAS bênçãos e te faça feliz!!!
    Bjs festivos de paz

  • Anne Lieri says:
    15 de junho de 2013 16:26

    Lu,gosto de seus artigos sobre essas curiosidades.Não sabia a origem do nome Lua de mel!Bem interessante!bjs,

  • Vinícius Silva says:
    16 de junho de 2013 22:03

    Dessa eu não sabia..rsrs
    Gostei do post!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.