Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

12 de junho de 2012

Valentine's Day

Imagem Google


O Dia dos Namorados brasileiro foi inspirado em uma tradição européia que, posteriormente, se espalhou por todo o Hemisfério Norte, como a comemoração do Dia de São Valentim, o padroeiro dos namorados.

Existem várias teorias sobre como o padre, que viveu em Roma no século III, teria conquistado este posto. A mais conhecida delas é a de que ele teria desafiado a ordem do imperador Cláudio, que proibia o casamento de soldados durante a guerra, por considerar que homens solteiros lutavam melhor.
Valentim continuou realizando os matrimônios, o que provocou sua condenação à morte. Enquanto aguardava sua execução na cadeia, o padre se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, conta a história, devolveu milagrosamente a visão à moça. Antes de ser morto, o que ocorreu em um dia 14 de fevereiro, ele escreveu uma mensagem de adeus para ela, assinando como "Seu Namorado".
No século 17, ingleses e franceses começaram a comemorar, no dia de sua morte, o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. Um século depois, os norte-americanos adotaram a comemoração.
No Brasil, o Dia dos Namorados começou a ser celebrado em 1949. A idéia de trazer a data para o País foi do publicitário João Dória, cuja agência cuidava da loja Exposição Clíper.
A diferença, porém, é que a data foi transferida para junho, um mês de fraco movimento no comércio, exatamente para estimular as vendas. O dia 12 foi escolhido por ser véspera do dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.
Diz um ditado popular que "o amor é uma flor roxa que nasce no coração dos trouxas".

Cupido (também conhecido como Eros) era o deus do amor. Filho de Vênus (Afrodite), deusa do amor, com Mercúrio (Hermes), mensageiro alado dos deuses, andava sempre ao lado da mãe, armado com seu arco e flecha. As setas, Cupido desfechava no coração dos deuses e dos homens que, uma vez atingidos por elas, ficavam completamente tocados pelo sentimento amoroso, apaixonados mesmo.
Conta-se ainda que existia uma outra divindade, irmão de Cupido, chamado Antero. Este seria o deus vingador do amor rejeitado, mas que aparece também na mitologia como o símbolo do afeto recíproco. Ele nasceu após Vênus ter se queixado de que seu filho Cupido continuava sempre criança. A deusa foi então aconselhada a lhe dar um irmão que, tirando Cupido da solidão, certamente o ajudaria a crescer. E assim foi. Com a chegada do irmão, começou a crescer e ficar robusto.
Cupido, aliás, quem diria, também viveu um grande amor. Vênus andava enciumada da beleza de Psiquê, uma jovem mortal, e pediu ao filho que castigasse a linda moça. Cupido foi cumprir sua missão mas, ao ver a jovem tão bela, acabou vítima do próprio veneno, apaixonando-se perdidamente. Eles casaram-se. Só que Psiquê, por ser mortal, não podia olhar o rosto do amado, que era um Deus. Então os deuses, após muitos problemas e desencontros vividos pelos dois, por conta dessa limitação, resolveram transformá-la numa deusa, para que eles pudessem viver seu grande amor eternamente.

Simpatias de amor

Para quem anda solitário ou ainda não foi flechado pelas setas do Cupido, distraído talvez em contemplar a beleza de sua esposa Psiquê, apaixonado demais para sair por aí flechando... pois, então, para quem ainda não encontrou seu amor - ou o perdeu -, existem algumas simpatias, para dar uma forcinha ao destino.
Aqui no Brasil, o dia dos namorados é festejado na véspera do dia de Santo Antônio, considerado santo casamenteiro. Daí as simpatias de amor estarem quase sempre associadas a sua imagem.
Vamos conhecer algumas:
Para arrumar namorado: na manhã do dia dos namorados, escrever o nome completo da pessoa amada em uma fita azul.
De noite, você deve contar sete estrelas no céu (sem apontar!) e pedir a Santo Antônio que lhe ajude a conquistar o coração de quem você ama. No dia seguinte, amarre a fita nos pés da imagem do santo e deixe amarrado até que o pedido seja concretizado.
Para o namorado voltar: pegue uma imagem de Santo Antônio e amarre nela sete fitas coloridas. Depois, guarde a estátua de cabeça para baixo e só desvire e a liberte das amarras, quando seu namorado voltar.
Então, vamos lá. Mãos à obra e boa sorte.
Ah, e bom dia dos namorados também!

Lupercália

É bem provável que a festa dos namorados tenha sua origem em um festejo romano: a Lupercália.
Em Roma, lobos vagavam próximos às casas e um dos deuses do povo romano, Lupercus, era invocado para manter os lobos distantes. Por essa razão, era oferecido um festival em honra a Lupercus, no dia 15 de fevereiro.
Nesse festival, era costume colocar os nomes das meninas romanas escritos em pedaços de papel, que eram colocados em frascos. Cada rapaz escolhia o seu papel e a menina escolhida deveria ser sua namorada naquele ano todo.
O dia da festa se transformou no dia dos namorados - nos Estados Unidos Valentine´s day -, em homenagem ao Padre Valentine. Ele tinha sido padre em Roma, numa época em que o então imperador Claudius II ordenou que os soldados romanos não casassem. Ele achava que, uma vez casados, seus soldados não iriam querer lutar, preferindo ficar em casa com suas esposas.
O padre Valentine foi contra a ordem dada por Claudius e casou muitos jovens secretamente. Foi preso e morto no dia 14 de fevereiro, tornando-se santo, após sua morte. Quando Roma se converteu ao cristianismo, os padres mudaram o feriado de Lupercália, no dia 15, para o dia 14 de fevereiro, Valentine´s Day, em homenagem ao padre.
No Brasil, como sabemos, comemoramos o dia dos namorados no dia 12 de junho.

Neste dia também se comemora o dia do Correio Aéreo Nacional, o blog parabeniza a todos os namorados e ao correio aéreo nacional em seus dia.
Fonte: UFGNet,  http://www.ibge.gov.br/
Deixo aqui a minha homenagem a todos os eternos  namorados:

TI QUERO  

Eu ti quero de todas as maneiras que eu poder.
Um dia ti quero mulher, para poder fazer amor com você.
No outro, ti quero menina, para extrair a sua inocência.
No outro, ti quero mãe, para poder receber o teu carinho.
No outro, ti quero amiga, para poder compartilhar os meus segredos com você.
No outro, quero a tua alma, para poder sentir você profundamente.
No outro, ti quero anjo, para poder ir ao céu com você.
No outro, ti quero jornalista, para poder ouvir de você, os acontecimentos diários.
No outro, ti quero filha, para poder demonstrar, todo o meu afeto a você.
Porque ti quero, de todas as formas, que eu puder.
Para não transformar, o que sinto por você, em rotina e viver o amor em continuo florescimento.
Porque eu ti quero, porque eu ti adoro, porque ti desejo.
Porque!  Porque!... Amo você!
Autor: Rita Cidreira.

6 comentários :

  • ZilMar says:
    12 de junho de 2012 01:49

    oi Lu,

    é sempre um enorme prazer entrar aqui no seu espaço...e aprender sempre mais...

    amei o post sobre o dia dos namorados....

    um grande e afetuoso abraço!

    Zil

  • Pedro Luis López Pérez says:
    12 de junho de 2012 09:19

    Aquí, en España, se celebra en Febrero y es un día especial y también...¿Por qué no decirlo? meramente comercial.
    ¡¡¡Felicidades!!! a todos los Enamorados de este gran País que es Brasil y al que, yo, tanto admiro y quiero.
    Un abrazo, Lu.

  • Anne Lieri says:
    12 de junho de 2012 11:41

    Lu,um texto gostoso de ler e com muitas curiosidades sobre o dia dos namorados!Adorei a poesia da Rita!Bjs e muito amor pra vc!

  • Mary says:
    12 de junho de 2012 13:28

    Tem namorado?
    feliz dia para você com sua companhia,
    não tem? felicidades assim mesmo, afinal mais
    um dia dado por Deus para ser vivido.
    Beijos
    Mary

  • Evanir says:
    12 de junho de 2012 17:40

    Anjo!!! O bom de sermos amigos é que não importa como somos , o que fazemos ou onde estamos;
    O que importa mesmo é sabermos que somos amigos e que a nossa conexão é mantida pelo pulsar do nosso coração !!
    Uma linda tarde do dia dos namorados muito amor no coração.
    Obrigada pelo carinho pela presença constante
    no meu blog minha linda amizade.
    Beijos saudades receba meu carinho.
    Evanir..Tem presente na postagem ..

  • Maria Helena says:
    12 de junho de 2012 17:53

    Lu, muito bacana o seu post do dia dos namorados. Muitas informações me foram acrescentadas. Parabéns! Quero também agradecer o seu carinho no meu blog. Seus comentários são maravilhosos! Abraços!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.