Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

31 de agosto de 2012

IMPOTÊNCIA SEXUAL: VAMOS LIDAR COM ISSO?


Direto do Blog Ponto e Virgula da nossa amiga Maria Tereza Marçal, um tema que todos os humanos devem saber .

O Blog do Lu Cidreira não poderia deixar de postar essa matéria, pois é de grande importância os cuidados que devemos ter com a impotência sexual.  Recomendo uma visita a este espaço e fique por dentro de muitos assuntos sobre sexo e sexualidade é só clicar aqui. Blog Ponto e Virgula.

 
Sim, meus caros, o blog deu uma mudada no layout, várias mudanças, até chegar nessas cores e sutilezas. Acho que agora ele está ganhando mais a minha cara mesmo.

Bem, aproveitando que o sábado de hoje tá meio assim... paradão, com cara de domingo depois de batizado, vamos aprender mais um pouco sobre o tema de hoje, que eu considero da maior relevância para o planeta: a disfunção erétil ou impotência. 

Pesquisei sobre o assunto e espero poder ajudar a todos, pois informação e conhecimento nunca é demais.

A impotência é a incapacidade do homem de iniciar ou de manter uma ereção suficiente para que haja a relação sexual. Os homens apresentam quatro categorias de problemas sexuais: falta de libido, ejaculação precoce, disfunção erétil e dificuldade para ejacular. Vamos às considerações iniciais:

A impotência afeta a vida de muitos homens e suas relações amorosas, principalmente aquelas mais duradouras ou estáveis, como no casamento. Um casamento sobrevive sem sexo? 

Sim, a duras penas sobrevive, graças a outros valores que o casal passa a cultivar, mas essa é uma situação que deveríamos esperar viver quando nossa energia vital estiver esgotada, pelas questões próprias da velhice avançada, mesmo porque o aumento da expectativa de vida tem quebrado o mito de que os idosos não têm vida sexual. (Graças a Deus, à Ciência e aos próprios idosos, isso vem mudando). 

Sexo é vida, é energia, afeto, alegria, qualidade de vida. E todo mundo quer viver bem, com entusiasmo e força para enfrentar a vida e seus desafios. O sexo é fonte dessa energia, daí sua importância e implicação na saúde de homens e mulheres.

Uma impotência não tratada gera depressão no homem e na relação do casal, minando pontos importantes, como a cumplicidade, intimidade e prazer de estar juntos, compartilhando algo muito íntimo. 

Quando as coisas vão bem na cama, vão bem em todo o resto da casa e o casal tem muito mais ânimo para resolver as chatices do dia-a-dia. O sexo é anti-estressante, rejuvenesce, relaxa tensões, alivia dores emocionais e preocupações. 

A ereção é controlada pelos sistemas neurológico, vascular, hormonal e psicológico. Qualquer distúrbio em um destes sistemas poderá ocasionar a disfunção erétil. Entre as doenças mais relacionadas estão:

·                     Diabetes Mellitus
·                     Hipertensão
·                     Obesidade
·                     Doença cardiovascular
·                     Dislipidemia
·                     Tabagismo
·                     Alcoolismo
·                     AVC
·                     Insuficiência renal crônica
·                     Doenças da tireoide
Portanto, o acompanhamento médico, o tratamento e a prevenção das doenças são de fundamental importância. 

Ninguém melhor que um bom urologista para indicar, em conformidade com os demais especialistas, sobre os paliativos e tratamentos mais indicados para cada caso. O mais importante é procurar ajuda, não ficar deprimido e passivo diante do problema, independentemente da causa. 

A impotência psicológica é um tipo também dos mais comuns hoje, devido à vida moderna, ao stress, aos fatores geradores de depressão no homem, como o excesso de expectativas no trabalho, foco excessivo seguido de frustrações e problemas financeiros. A própria ansiedade masculina quanto ao próprio desempenho sexual acaba por gerar a disfunção, assim como uma autoestima baixa, uma depreciação de si mesmo. 

Mais uma vez a busca de ajuda profissional de um psicólogo ou médico se faz necessária e é por ai que se começa o enfrentamento do problema. Um bom papo, aberto e sem reservas com a parceira é simplesmente TUDO. 

E nisso tem-se outro problema, pois o homem tende a se fechar e se isolar, o que torna tudo muito mais difícil para ambos. Conversar sobre a disfunção, longe da cama e não nela (erro de muitos casais), é o começo da solução. 

Ai você, caro leitor (a), pensa nessa altura do texto: e o que se deve fazer quando o homem brocha? (falemos numa linguagem natural, sem frescuras). 

E eu te respondo: isso depende da sensibilidade e nível cultural de cada um. Minha opinião é a de que o melhor a se fazer nessa hora é lidar com naturalidade e mostrar ao parceiro que você está com ele, ali, pro que der e vier, mostrar que o ama, que o entende e lamenta, mas que não é o fim do mundo ou o apocalipse, normal...pode acontecer e simplesmente não pode ser um mito, mas parte do ato sexual em si, um risco normal que se corre. Brinquedinhos de armar nem sempre armam, uai...kkkkkk

Sabe-se que muitos medicamentos no controle das doenças crônicas afetam a ereção, então é preciso levar este fato em consideração e relatar ao seu médico. 

O tratamento da impotência passa pela análise do paciente, um check up muito bem feito e a melhor indicação de um profissional moderno e atualizado sobre os últimos medicamentos. Isso é importante, pois durante muitos anos a impotência foi vista como um fenômeno natural do envelhecimento e hoje este paradigma não nos serve mais.

No final dos anos 1990, houve a grande revolução com o surgimento do VIAGRA (Sildenafil), VARDENAFIL (Levitra) e TADALAFIL (Cialis), drogas inibidoras da Fosfodiesterase tipo 5, que age eliminando o óxido nítrico da circulação sanguínea, fazendo com que diminua a quantidade de sangue do corpo cavernoso, aumentando o tempo de permanência do óxido nítrico, facilitando a ereção.

Estas drogas não devem ser usadas sem a orientação do médico, pois oferecem riscos ou podem ser até mesmo ineficazes. De novo o médico, sempre. Não fujam dele, homens! Eis algumas informações bastante interessantes e curiosas:

Essas drogas não devem ser usadas sem avaliação médica, não só pelos riscos de efeitos adversos, mas também porque, sem uma completa avaliação, elas podem ser ineficazes. Se o paciente apresenta, por exemplo, deficiência de testosterona, somente o Viagra não irá resolver seu problema. Nos diabéticos, apenas 50% apresentam resposta aos comprimidos. Se o problema for de ordem vascular, nem sempre aumentar o óxido nítrico irá resultar.

1. Sildenafil (Viagra®) - Foi a primeira droga desta classe a ser lançada. Deve ser tomada 1 hora antes das relações e sua ação inicia-se após 30 minutos e dura em média 4 horas.

2.  Vardenafil (Levitra®) - É uma droga semelhante ao sildenafil, com mais ou menos a mesma eficácia, tempo de ação e efeitos colaterais. 

3- Tadalafil  (Cialis) - Apresenta como principal diferencial o fato da ação da droga iniciar-se com apenas 15 minutos, podendo durar por até 36 horas. Isto não significa que o paciente terá uma ereção que dure 36 horas, mas sim que dentro de um intervalo de 36h este terá mais facilidade em ter ereções quando houver estímulo sexual.


Impressões da autora da postagem

Então, caros leitores, vamos nos cuidar, corpo, sono, alimentação, prevenção e menos meteção de pau no governo e no valor dos impostos. Estamos no Brasil... isso é fato. Não vamos salvar o planeta e nem tirar o Lula do governo, mas podemos ser muito felizes se começarmos a cuidar do que ocorre no espaço entre o beijo e o abraço, entre o olhar e a ternura... dentro do nosso quarto. Ou do carro, ou do motel, u do elevador kkkkkkkkkk todo lugar é lugar de amar.

É do local para o global, como dizia Jonh Lenon, e não o contrário. Faça amor, não faça guerra. Em vez de meter o pau, vá a um hospital e visite um doente, vá a uma favela e alfabetize um adulto, olhe seu vizinho com atenção e gentileza e se dê ao seu amor, com paixão e doçura... cuidando da relação e da sexualidade de vocês.

6 comentários :

  • Pedro Luis López Pérez says:
    31 de agosto de 2012 13:54

    Sexo es Vida y estas cosas han dejado de ser un Tabú para convertirse en sanas informaciones que aumentan y enriquecen el Nivel de Vida.
    Muy buen Post, Lu.
    Un abrazo.

  • Marcos Mariano says:
    31 de agosto de 2012 20:53

    Como homem, eu imagino como de ver difícil viver com esse tipo de dificuldade, pq é não afeta só o físico, mas também o psicológico, gostei muito das informações, como diz o velho ditado: Prevenir é melhor que remediar.

    Abraços

  • Carla Fernanda says:
    1 de setembro de 2012 06:43

    Muito interessante Lu!!!
    Uma ocorrência comum que deve ser encarada de frente com racionalidade... o que pode fazer toda a diferença...

    Beijos!

  • Vera Lúcia says:
    1 de setembro de 2012 21:01



    Ótimo artigo, LU!
    O conhecimento das causas e a compreensão da parceira são fundamentais para que
    a questão não se transforme em um problema insolúvel. Afinal, o fato não é incomum e é perfeitamente tratável a nível físico e psicológico, salvo raras exceções.

    Abraço e ótimo final de semana.

  • Anne Lieri says:
    2 de setembro de 2012 17:21

    Lu, vc sempre um passo á frente!Muito interessante esse artigo e pode afetar homens de todas as idades,daí a necessidade constante de cuidar bem da saude!Bjs e boa semana!

  • Anne Lieri says:
    2 de setembro de 2012 17:22

    PS...Adorei o novo visual do seu blog!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.