Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

6 de outubro de 2012

Eleições - Voto Consciente


Por que é importante votar?

A palavra voto tem origem do latim “voluntas” que significa vontade.
O voto é a forma legal de expressar a nossa vontade para escolher quem nos representará no governo de nossa cidade, de nosso estado e do nosso país.
Ter o direito de escolher os nossos governantes pelo voto foi uma das maiores conquistas democráticas do Brasil.
Votar é exercer a nossa cidadania.

Tipos de votos

Voto obrigatório

No Brasil, quem tem entre dezoito e setenta anos e é alfabetizado é obrigado a votar. Quem não votar, sem justificativa, está sujeito a multa e à perda de alguns direitos, como por exemplo, prestar concurso público, entrar numa faculdade pública e tirar passaporte.

Voto facultativo

No Brasil, podem escolher votar ou não os cidadãos dos dezesseis aos dezoito anos, acima de setenta anos e os analfabetos.

Voto em branco

É quando o eleitor não escolhe candidato nem partido.

Voto nulo

É quando o eleitor escolhe um nome que não consta na lista de candidatos ou comete algum outro tipo de erro ao votar.

Voto criminoso

É o voto comprado, o voto obtido na marra ou com fraude.

Voto inconsciente

É o voto trocado por um favor ou por um objeto qualquer. É quando o eleitor dá seu voto por promessas vazias e sem verificar melhor o candidato, ou dado em função da aparência do candidato ou de outro motivo fútil

Voto consciente

É aquele exercido como dever e direito de cidadania. É o resultado de muita informação e conhecimento sobre o candidato e suas promessas. É exercido com responsabilidade e determinação.

Votar – Exercício de cidadania e de soberania da vontade popular

Muito se fala em cidadania, mas o que é esta tal de cidadania?
Cidadania é o conjunto de deveres, responsabilidades e direitos que cada pessoa deve praticar para participar ativamente na vida e no governo de sua cidade, de seu estado e de seu país.
A cidadania se constrói por meio de nossas ações no dia-a-dia e de nossa participação na vida social e no futuro de nossa cidade e do nosso país.
Pergunta para saber se exerço a cidadania: Eu cumpro com meus deveres e responsabilidades sociais e luto pelos meus direitos como cidadão?
Votar é uma das formas de participar e de exercer a sua cidadania.
Por isso,
VOTAR PODE FAZER A DIFERENÇA
para o seu futuro e o de sua família!

Você vota num país democrático

Democracia é um regime de governo onde os cidadãos exercem o poder escolhendo os seus governantes.
Exercer a democracia é o poder do cidadão de escolher aqueles que tomarão importantes decisões políticas para o futuro de sua cidade, de seu estado e do seu país.
No Brasil vivemos em uma democracia representativa, participativa e direta, na qual os cidadãos votam em alguém para representar seus interesses, dando a ele poder para decidir as coisas da vida pública.
Uma verdadeira democracia deve basear-se em três valores: liberdade, igualdade e participação.
Escolher seu candidato com responsabilidade e de forma consciente é o seu dever.

Constituição da República Federativa do Brasil

Preâmbulo: Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. A eleição é um dos acontecimentos mais importantes da democracia e do exercício da cidadania.

Política e democracia

A política não e coisa só de político. Onde há gente, há política. Todos nós fazemos política, por exemplo, quando nos organizamos na comunidade para alcançar objetivos ou organizamos os pais na escola para melhorar as instalações. Fazemos política participando dos destinos da nossa cidade e de nosso país.
Como cidadãos, ao votar temos uma força decisiva no processo político.

Os três poderes

O sistema político brasileiro se alicerça em três poderes independentes – Executivo, Legislativo e Judiciário – que devem trabalhar de forma harmônica e integrada para alcançarmos os objetivos fundamentais de nosso país, previstos na Constituição Federal.*

O Poder Executivo, executa as leis

É o Poder Executivo, que em nossa cidade, é representado pelo Prefeito e seus Secretários, que tem a responsabilidade de zelar pelo futuro da cidade e de fazer as coisas acontecerem, com o dinheiro público.
Art. 3 - Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I - construir uma sociedade livre, justa e solidária
II - garantir o desenvolvimento nacional
III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais
IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

O Poder Legislativo é quem faz as leis e fiscaliza o Poder Executivo

Nos Municípios o Poder Legislativo é representado pelos Vereadores. São eles que irão elaborar as leis que serão muito importantes para o futuro de nossa cidade e fiscalizar as ações da Prefeitura.
Escolha bem seu candidato.

E se seu CANDIDATO for eleito, OLHO NELE !

O Poder Judiciário julga e aplica as leis

O Poder Judiciário é constituído pelos Juizes e Tribunais.
Cabe aos juízes e aos Tribunais resolverem conflitos entre as pessoas e julgar as pessoas que cometem algum ato ilegal, enfim fazer justiça. E para fazer justiça o Poder Judiciário conta com a participação de duas instituições essenciais – o Ministério Público e os advogados.

O seu papel como eleitor ou eleitora

Eleitor ou Eleitora = pessoa que vota

Para votar bem, é preciso estar bem informado e saber muito sobre os candidatos e o que eles prometem e podem fazer.

O seu candidato ou candidata

Para se candidatar a um cargo público, é necessário que a pessoa tenha um programa que diga claramente, o que pretende fazer em benefício da cidade e dos seus cidadãos. Escolha seu candidato como você escolheria alguém para trabalhar na sua casa.

Seu candidato é você no poder

Você estará escolhendo, através de seu voto o que quer para a sua vida, para a sua família e para a cidade em que vive.
Procure sempre saber o que o candidato já fez pela sua cidade ou pelo seu bairro, se é honesto, se trata as pessoas com respeito, se já participou de alguma luta para melhorar a sua cidade e qual é o seu Programa de Governo.
Programa de Governo: é um documento que define as principais ações que um determinado candidato promete realizar e o obriga a cumprí-las.
Qual é o Programa de Governo dos candidatos a Prefeito? Quais são as promessas dos candidatos a Vereador? O que é que dizem que vão fazer para que depois você possa acompanhar e cobrar como eleitor e cidadão.
O candidato deve seguir as regras ditadas pela Justiça Eleitoral. Deve fazer uma campanha justa, honesta e limpa, sem querer vencer os outros candidatos a qualquer preço. Quando você vota está escolhendo o que quer para sua cidade, para o seu bairro, para sua família e para sua vida.

Prefeito

O Prefeito é o “gerente da cidade”: ele administra e comanda os serviços públicos de seu município.
O prefeito é auxiliado por Secretários Municipais que são escolhidos pelo Prefeito.
Todas suas principais ações deverão estar previstas e registradas no seu Programa de Governo.
Ele deve planejar, organizar e coordenar as ações dos diversos órgãos e serviços, fazendo bom uso do dinheiro público e visando o bem estar de todos.
Eleito pelo povo, o prefeito assume a responsabilidade e obrigação de dialogar com a população e com as organizações comunitárias.

Vice-prefeito

A eleição do vice-prefeito se dá junto com a do prefeito. Num mesmo voto, é feita a escolha do prefeito e de seu vice.
O Vice-prefeito assume a Prefeitura somente nos casos de: ausência, licença ou impedimento do prefeito. Caso o vice também esteja ausente, licenciado ou impedido, é o presidente da Câmara de Vereadores quem assume a Prefeitura. Assim preste bem atenção em qeum é o candidato a Vice-prefeito, pois ele poderá ser o prefeito.

Vereadores

Durante os quatro anos de mandato:
Fazem as leis para beneficiar o município e seus moradores.
Fiscalizam os atos da prefeitura e os órgãos públicos municipais (de saúde, educação e das diversas áreas).
Acompanham a gestão do Prefeito.

Pense nestas perguntas...

Você lembra em quem votou na última eleição?
Os candidatos que você elegeu prestaram contas do que foi feito?
Você acompanhou as atividades de seu candidato?
Seus candidatos (as) cumpriram o prometido?
Quais são os principais problemas da sua cidade?
Quem tem o melhor Programa de Governo para Para você poder exercer a sua cidadania, você precisa saber que: São deveres e responsabilidades da Prefeitura:
Proporcionar uma excelente Educação Infantil e Fundamental
Proporcionar atendimento básico de saúde
Propor e aplicar as normas para uso e ocupação do solo (loteamentos, construções, criação de parques, praças, ruas),
Ordenar o trânsito (aplicar regras para uso dos veículos automotores e movimentação de cargas),
Disponibilizar meios de Transporte municipal de passageiros
Instituir e cobrar os tributos (IPTU, taxas municipais e outros),
Zelar pelo correto e transparente uso do dinheiro público.
Cabe em conjunto a Prefeitura, ao Governo Estadual e ao Governo Federal:
Zelar pela Constituição, pelo cumprimento das leis e pelas instituições democráticas,
Assegurar o ensino público de 1º, 2º grau e graduação,
Garantir sistemas de saúde pública,
Garantir Segurança irrestrita e justa a todos os cidadãos
Preservar o meio ambiente e combater todas as formas de poluição
Estender os benefícios do Saneamento Básico (rede de água e esgoto) a todos os cidadãos,
Combater a pobreza e a marginalização,
Proteger os bens de valor histórico, artístico ou cultural,
Zelar pela assistência pública e pelo atendimento ás pessoas com necessidades especiais,

Quem paga por todos esses serviços?

Todos nós... os cidadãos, através de impostos, taxas e contribuições.

Imposto

Como vimos a Prefeitura possui uma série de obrigações, como prover saúde, educação, segurança, entre outras. Tudo isso tem um custo e por isso o governo cobra os impostos.
Você paga imposto quando compra produtos e serviços, como o pão, leite, mantimentos, transporte, água, luz, gasolina e outros.
Este dinheiro é conhecido como dinheiro público e tem que ser bem utilizado para prover nosso bem-estar social. Afinal, este dinheiro é de todos nós.
Por isso, você tem que escolher bem seus candidatos.

Como escolher seus candidatos

Quando votamos, entregamos nossas decisões para outras pessoas, isto é, passamos a elas o direito de fazer por nós, o que faríamos para melhorar as nossas vidas e a cidade na qual vivemos.
Precisamos votar em alguém que acreditamos que vá nos representar muito bem. Alguém que seja honesto, que trabalhe para a cidade e seus cidadãos e realize o que prometeu.
Isto é um voto consciente e cidadão.

Vote consciente

Procure saber se o seu candidato é capacitado e honesto
Conheça a história de vida e o passado político do candidato.
Conheça seu Programa de Governo
Saiba como pensa e o que ele pretende fazer depois de eleito
Procure saber se é apoiado por pessoas honestas e de confiança
Procure saber quem paga a campanha do candidato.

As regras nas eleições

Fique de olho nas regras das eleições e ajude sua cidade a eleger os melhores candidatos

É Proibido

Showmício: não pode mais fazer
É proibida a realização de showmício e de evento assemelhado para promoção de candidatos, bem como a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião eleitoral (Lei nº 9.504/97, artigo 39, parágrafo sétimo).
Entrega de brindes : distribuição de camiseta, boné, caneta com nomes de candidatos ou partidos.
É vedada na campanha eleitoral a confecção, utilização, distribuição por comitê, candidato, ou com a sua autorização, de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor (Lei nº 9.504/97, artigo 39, parágrafo sexto).
Propaganda antes de 06 de julho ou no dia da eleição: distribuição de panfletos, cartazes, santinhos, etc..
Fonte: www.votoconsciente.org

4 comentários :

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    6 de outubro de 2012 09:49

    eu cansei destas manifestações políticas ... meu voto já algum tempo é conscientemente NULO ...

  • Marcos Mariano says:
    6 de outubro de 2012 19:28

    As informações são importantes, mas o nome voto, não faz jus ao seu significado, pois o que falta é justamente vontade, da parte dos governantes de fazer valer o que prometem, e vontade do povo de se conscientizar e votar com inteligencia. Por mais que eu esteja desacreditado desse nosso sistema politico, ainda sim, procuro escolher bem, aqueles que quero como governantes do meu país, ainda que isso não resolva nada.

    Abraços

  • Paty Michele says:
    13 de outubro de 2012 10:40

    Lu, as pessoas precisam ler esse post pra saber exatamente o que é o VOTO CONSCIENTE. Na minha cidade eles preferem colocar ladrões para governar, pq acham que devem votar em quem está mais forte. Meu candidato ficou em terceiro lugar, pq era o mais digno.

    Um abraço, querido.

  • FERNANDO says:
    14 de outubro de 2012 14:46

    Oi, Luizão.
    Bem que eu estava estranhando sua ausência. Agora, sabendo que sua máquina voltou a deixá-lo na mão, pergunto-me se não estaria na hora de o amigo modernizar seu equipamento... Até porque - corrija-me se eu estiver errado - essa não é a primeira vez neste ano, não é mesmo?
    Aproveitando o embalo, não sei que democracia é essa, onde o eleitor tem obrigação de votar. Claro que isso interessa aos caciques políticos e assemelhados, que milhares de "vacas de presépio" em seus currais eleitorais.
    Enfim, vamos deixar essa história para outra hora. Boa sorte, meu rei, e até breve, se Deus quiser.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.