Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

24 de janeiro de 2013

Origem da prequiça ( Descontração )

Estamos repostando esta charge com uma crônica sobra a origem do nome do meu estado a Bahia, só que tudo isso não passa de uma gozação com os baianos que é qualificado como preguiçoso, é claro que não condiz com a realidade, segundo o IBGE nós somos um dos que mais trabalha em todo o país. Tudo isso é retirado do folclore que Dorival Caymi deixou como legado, de estar sempre deitado numa rede e solicitando o que queria comer e beber. O Blog do Lu Cidreira espera que não levem como ofensa descriminarão e ou desqualificação, que meus conterrâneos possam  ler e se divertir.
Mais sempre deixe seu comentário em  nossas publicações?





                                                   



Repostando em tempos de férias.

3 comentários :

  • Professora Carla Fernanda says:
    9 de novembro de 2010 09:15

    Bom dia amigo! iSSO TUDO É INTRIGA DA OPOSIÇÃO COM UMA PONTINHA DE INVEJA...É PARECIDO COM O LOURA BURRA....KKKKKKKKKKK
    bEIJOS,
    CARLA FERNANDA

  • FERNANDO says:
    10 de novembro de 2010 07:03

    Oi, Luizão.
    Formidável (risos).
    Concordo que a fama de preguiçoso que o povo bahiano conquistou tem realmente muito a ver com inveja daqueles que não botam a máquina em ponto morto. Nesta vida (e eu não sei se há outra além desta), correr muito significa chegar mais depressa ao fim - e como a parte mais gostosa da viagem é o trajeto, para que correr?
    Tem também aquela anedota dos dois bahianos que estavam sentados preguiçosamente sob uma árvore, quando então um deles pergunta:
    - Meu rei, tartaruga morde?
    E o outro responde:
    - Não sei, mas é bom não arriscar.
    E o primeiro:
    Pois é... tem uma vindo pra cá agora, eu só não sei se já levanto ou se termino de fumar este cigarrinho.
    Abraços e um ótimo dia pra você, meu caro amigo.

  • Assi Sales says:
    17 de fevereiro de 2011 11:47

    Olá, meu nobre. Coincidentemente, a Neusa Fiesta me enviou este material e postei-o hoje, só que de um modo diferente. E não estou nem aí para a interpretação que derem a ele. Humor não dá explicações nem pede desculpas. Rsrsrs

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.