Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

9 de abril de 2013

Queijo cottage excelente para a dieta


Para quem gosta de consumir queijos, vem um concelho dos pesquisadores e estudiosos que o Cottage é de uma excelência para diminuir a gordura e controlar  o colesterol, então vamos consumir mais os produtos que fazem bem a nossa saúde.
Imagem: Google
                                                                 Queijo cottage
Popular nos Estados Unidos, o queijo cottage também vem ganhando popularidade no Brasil. Sua fórmula consiste basicamente em grãos de coalhada, imersos em uma mistura de creme e sal. Por terem baixa caloria, podem vir acompanhando frutas, saladas e pães. Além de sua baixa caloria, o cottage contém em sua fórmula a proteína whey protein, que é rica do aminoácido BCAA. De fácil absorção, esse aminoácido ajuda a reduzir a gordura e evitar a perda muscular. O queijo torna-se assim uma excelente opção para quem precisa controlar o colesterol alto. Na hora da compra do cottage é preciso ficar atento à sua composição. Existem dois tipos deste queijo. O que é feito com leite desnatado e com o semidesnatado. O que contém menos caloria é o primeiro. O feito com leite sem nata contém apenas 1 grama de gordura para 100 gramas. Já o semidesnatado apresenta 2 gramas de gorduras totais. 

Características:
Queijo fresco, elaborado a partir de leite desnatado, pasteurizado e adicionado de cultivos láticos de tendência à produção estrita de ácido lático (cultivos mesófilos). 
Consistência
Apresenta-se na forma de grãos( pequenos, médios ou grandes) ou em forma de pasta (tipo petit-suisse).

Cor
Branco.

Gosto
Levemente ácido, sabor típico da fermentação lática. Pode ser adicionado de polpas e pedaços de frutas, condimentos, mel, cereais, adoçantes, sal ou açúcar.
Queijos (30 g)
kcal
Gordura (%)
Colesterol (mg)
 
Minas frescal
75
16 – 18
10
 
Mussarela
85
20 – 24
25
 
Ricota
50
8 – 12
15
 
Cottage cheese
30
0,5 – 4
5
 
Fundido
100
24 – 32
25
 
Prato lanche
105
28 – 32
25
 
Requeijão
105
24 – 36
35
 
Composição média de várias marcas encontradas no mercado nacional:

Umidade: 78,49 %
EST: 21,59 %
GB: 4,8 % .......................................Faixa normal: 1,5 a 4 %
GES: 22, 23 %..................................Faixa normal: máx. 20 %
pH: 5,0

Consumo: imediato após a fabricação com data de validade de até 45 dias (com utilização de fermentos auto-limitantes). Ideal para preparo de saladas ou servidos com frutas, mel...
Rendimento: 4 a 5 litros de leite por quilo de produto final.
O Cottage e o mercado nacional - perspectivas

1.  Devido ao seu baixo teor de gordura e sua alta digestibilidade (em função da fermentação lática), conseqüentemente baixo teor de calorias em comparação com a maior parte dos produtos lácteos. Este queijo se encaixa na tendência de consumo de produtos da linha light, representando uma grande vantagem sob os demais lácteos.

2. O fato de ser um produto fresco e sabor suave, agradável. Torna-se outro atrativo uma vez que a tendência cultural de nossa gastronomia é a utilização de alimentos de sabor moderado, salvo exceção os regionalismos.

Ex: o queijo Minas Frescal é o queijo mais consumido no país, trata-se de um produto em termos de sabor muito semelhante ao cottage.

3. Alta rentabilidade e melhor valor agregado. Gasta-se de 30 à 35 % a menos de leite para se fazer um quilo de cottage em relação a um quilo de queijo minas frescal com um preço final para o cottage de até 100 % em relação ao preço do frescal.

4.  A "sobra"de creme de leite: além do bom rendimento considerando a relação litros leite/quilos de produto final, podemos destacar o melhor aproveitamento em termos de matéria-gorda do leite. Considerando que se utiliza leite desnatado com uma pequena parcela de creme de leite (para regular a gordura final para parâmetros de 1 a 4 %).

Creme = manteiga ou creme pasteurizado para uso em culinária, chantilly = melhor rentabilidade

5.  Em resumo:

Produto de baixo teor de gordura e melhor digestibilidade;
Sabor suave, levemente ácido. Agrada ao paladar nacional;
Alta rentabilidade final;
Melhor aproveitamento de matéria prima.
E mais:

Utilização dos mesmos equipamentos da fabricação tradicional de queijos.
Não requer cura ou salga, pode ser imediatamente embalado após a fabricação.
Boa durabilidade em se tratando de um produto fresco.
Flexibilidade em diversificar seu sabor e forma. Encontramos atualmente o cottage em forma granulada e natural. O incremento de sabores frutais em combinação com forma pastosa poderia ser uma nova opção no oferecimento deste produto.
O consumo vem crescendo a cada ano.

Fontes: Estadão, Queijos no Brasil

7 comentários :

  • ✿ chica says:
    9 de abril de 2013 06:42

    Boa dica. Vale sempre! abraços, tudo de bom,chica

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    9 de abril de 2013 07:58

    independente dos benefícios à saúde sou um amante de queijos ... todos todos todos ... claro q tenho meus prediletos ...

  • Donetzka Cercck Lavrak Alvarez says:
    9 de abril de 2013 08:50

    Ótimo post,Lu.

    Adoro queijo e preciso perder uns quilinhos

    Vou experimentar.

    Beijos matutinos

    Donetzka

  • Wanderley Elian Lima says:
    9 de abril de 2013 15:29

    Olá Lu
    Como bom mineiro, adoro queijos, mas sinceramente nunca me preocupei com o danado do colesterol. Vou prestar mais atenção nisso, valeu a dica.
    Abraço

  • Adriana Helena says:
    9 de abril de 2013 18:32

    Hum, que maravilha amigo Lu Cidreira...
    Essa matéria deu água na boca, adoro queijo cottage e agora, com todas essas dicas saudáveis, gostei ainda mais!

    Vou aumentar o consumo, pois sei que é excelente para dar mais vigor muscular!
    Obrigada amigo, você sempre preocupado com a nossa saúde postando dias bem legais!!!
    Tenha uma ótima semana! :)

  • Anne Lieri says:
    10 de abril de 2013 17:36

    Nossa!A diferença calórica é muito grande!Vou mudar pro cottage.Aqui em casa sempre compro queijo branco light mas, vamos experimentar!Valeu a dica!Ah!Morri de rir com sua história e do seu filho lá no comentario do blog!Cada uma que fazemos sem querer!...rss...bjs,

  • Tunin says:
    10 de abril de 2013 17:48

    Legal essa dica. Eu que deixei de comer queijo há muito tempo por não acreditar no que dizem os rótulos que neles vêm.
    Abração.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.