Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

15 de setembro de 2013

Álcool e sono deixam você mais criativo

Imagem: Luiz Cidreira
Você nunca vai ser bem recebido no escritório se chegar meio de porre. Esqueça, isso não vai acontecer. (a não ser que você trabalhe em casa…) Mas chegar com sono até que é perdoável. E, olha só, isso pode te deixar mais criativo.
Um pessoal do Albion College, nos Estados Unidos, convidou 428 alunos para participar de uma pesquisa. Todos contaram aos pesquisadores em quais horários costumavam dormir e se eram mais produtivos pela manhã ou tarde – a maioria, claro, fugia dos compromissos logo cedo. Aí, metade da turma foi convidada a fazer algumas provas às 8h30 da manhã e a outra às 5 da tarde.
Eram duas provas: uma exigia conhecimentos matemáticos e concentração, enquanto a outra pedia mais criatividade para encontrar respostas. Neste segundo teste, as perguntas eram tipo essa:
Um homem se casou com 20 mulheres numa cidade pequena. Todas elas ainda estão vivas e nenhuma se divorciou dele. O homem não infringiu nenhuma lei. Quem é ele?
Ou
Marsha e Marjorie nasceram no mesmo dia do mesmo mês do mesmo ano, filhas da mesma mãe e pai. Mas elas não são gêmeas. Como isso é possível?
Encontrou as respostas? Respectivamente, muçulmano e trigêmeos (só é possível se tiver outro filho entre elas, então são trigêmeos, não gêmeos. dãr). Bem, na pesquisa, o pessoal que teve o azar de fazer as provas pela manhã se saiu melhor nessas provas de criatividades – eles acertaram 50% a mais do que os outros. É que quando você está com sono, desatento, sem muito foco, seu cérebro considera algumas associações que ignoraria num momento mais “atento”. Ou seja, dá mais chance para a criatividade.
Já quando o tema exigia concentração, o relógio não influenciou em nada. Os estudantes só precisavam focar para fazer os cálculos que já sabiam e encontrar as respostas corretas.
Com álcool funciona do mesmo jeito que o sono – seu cérebro está desatento demais para ignorar todas as associações que aparecem. Lembra aquele estudo da Universidade de Illinois, também nos Estados Unidos, que mostrava como bêbados são mais criativos? Eles juntaram 40 homens – metade deles bebeu drinques de vodca com suco de cranberry e outros só comeram biscoitinhos. Depois, receberam sequencias de três palavras (ex: colher, moeda, brinco) e precisam encontrar uma quarta que fizesse sentido no contexto (prata, por exemplo). E os beberrões acertaram 40% a mais que os sóbrios.
Beber vinho deixa sua vida mais feliz
Imagem Google


Pesquisadores concluíram que beber vinho todo dia deixa você longe da depressão
Lembra quando a gente contou por aqui que estudantes beberrões são mais felizes? Pois bem, outra pesquisa, dessa vez com um pessoal mais velho, entre 55 e 80 anos, mostrou um resultado parecido: beber vinho todo dia deixa você mais longe da depressão. Ou seja, deixa você mais feliz.

O estudo incluiu 5,5 mil homens e mulheres. Durante sete anos, pesquisadores espanhóis acompanharam a vida dos participantes para saber se haviam sido diagnosticados com depressão e qual era o consumo diário de bebidas alcoólicas. Entre todos os voluntários, apenas 443 entraram numa tristeza profunda. E o que os cientistas perceberam é que quem bebia de 2 a 7 copos de vinho, por semana, era o grupo com menos deprimidos. Em geral, correm 32% riscos de entrar em depressão, em comparação com quem não bebe nada.

Eles não sabem dizer ao certo qual é o papel do vinho na felicidade. Mas suspeitam que alguns componentes da uva protegem o cérebro contra processos inflamatórios envolvidos na depressão.

Beber muito faz mal, é verdade. Mas se permitir essas pequenas alegrias, com alguma moderação, só traz benefícios. 

Carol Castro
Fonte: Superinteressante, super.abril.com.br

8 comentários :

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    15 de setembro de 2013 22:17

    Fazem cada tipo de pesquisa nén? E os resultados então? Coisa de maluco ... rs

  • Dorli says:
    16 de setembro de 2013 12:11

    Olá!
    E como eu fico nessa situação?? Nunca bebi nada que contém álcool, adoro física e raciocínio lógico. Já fiz mais de 30 concursos e nunca fui reprovada. Se eu bebesse então passaria em todos em primeiro lugar. Agora não da mais tempo, pois tenho 66 anos e estou aposentada e por favor diga ao Lu que estou lisonjeada pelo comentário no meu blog.
    Gostei do seu sorriso!!!
    Beijos
    Lua Singular

  • Felisberto Junior says:
    16 de setembro de 2013 13:45

    Olá!Boa tarde
    Lu
    interessante mesmo, ou teremos mais "gênios"criativos ou insones beberrões.
    Gostei das duas perguntas.
    Sobre o benefício do consumo do vinho, já sabia um pouco.
    Mas,na realidade,com pesquisas ou não, é conforme o que foi dito no final: "Beber muito faz mal, é verdade. Mas se permitir essas pequenas alegrias, com alguma moderação, só traz benefícios."
    Agradeço
    Bela semana
    Abraços

  • Maria de Lourdes says:
    16 de setembro de 2013 14:19

    Eu não posso beber alcool, porque tomo medicação controlada que não me permite. Porem o alcool de forna moderada sempre fez bem! inclusive o vinho fabricado com uvas do vale do São Francisco. Faz muito bem sim, basta pesquisar!

  • Élys says:
    16 de setembro de 2013 17:50

    Uma pesquisa bem interessante

    Obrigado por sua visita e suas palavras.
    Um abraço,
    Élys Vianna

  • Anete says:
    16 de setembro de 2013 21:14

    Lu Cidreira,
    penso que o vinho é, realmente, um bom estimulante e aprazível/saudável se apreciado com moderação...
    Aliás, creio mesmo que o álcool como vício ou tomado em excesso é prejudicial e não tem nada a ver com criatividade...

    Abraço

  • Reflexos Espelhando Espalhando Amig says:
    17 de setembro de 2013 08:07

    Bom dia Lu e Simone!
    Pesquisa boa essa hein!
    Mas alem da matéria que é excelente
    tive que rir com o comentário da
    querida Dorli.
    Muito bom de verdade.
    Penso que cada coisa tem seu lugar e dia, incluindo bebida
    exceto poesia que
    vem a hora que quer.
    Bjins
    Catiaho Alc.

  • ONG ALERTA says:
    17 de setembro de 2013 08:44

    Muito interessante esta pesquisa....mas sem dirigir ok!
    Abraço Lisette.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.