Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

9 de setembro de 2013

Dia do Veterinário vamos parabenizar


9 de Setembro

Foi no dia 9 de setembro de 1933, através do Decreto nº 23.133, que o então presidente Getúlio Vargas criou uma normatização para a atuação do médico veterinário e para o ensino dessa profissão. Em reconhecimento, a data passou a valer como o Dia do Veterinário. Mas escolas de veterinária já existiam no Brasil, desde 1910.
É chamada de medicina veterinária a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de doenças dos animais domésticos e o controle de distúrbios também em outros animais.
Pessoas se dedicam a tratar de animais desde os tempos antigos, desde que começaram a domesticá-los. A prática da veterinária foi estabelecida desde 2.000 a.C. na Babilônia e no Egito. Porém, segundo alguns registros encontrados, remonta a 4000 a.C.
O Código de Hammurabi, o mais completo e perfeito conjunto de leis sobrevivente, que se encontra hoje no Museu do Louvre francês, desenvolvido durante o reinado de Hammurabi (que viveu entre 1792 e 1750 a.C.) na primeira dinastia da Babilônia, já continha normas sobre atribuições e remuneração dos "médicos de animais".
Na Europa, a história da veterinária parece estar sempre ligada àqueles que tratavam os cavalos ou o gado. Os gregos antigos tinham uma classe de médicos, chamada de "doutores de cavalos" e a tradução em latim para a especialidade era veterinarius. Os primeiros registros sobre a prática da medicina animal na Grécia são do século VI a.C., quando as pessoas que exerciam essa função - chamados de hippiatros (hipiatras, os especialistas da medicina veterinária que tratam dos cavalos) - tinham um cargo público. As escolas de veterinária surgiram na Europa no meio do século XVIII, em países como Áustria, Alemanha, Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Polônia, Rússia e Suécia.
O marco do estabelecimento da medicina veterinária moderna e organizada segundo critérios científicos é atribuído ao hipólogo francês Claude Bougerlat, na França de Luís XV, com a criação da Escola de Medicina Veterinária de Lyon, em 1761. A segunda a ser criada no mundo foi a Escola de Alfort, em Paris.
O Imperador Pedro II esteve, no ano de 1875, visitando a escola parisiense de Medicina Veterinária de Alfort e com a boa impressão que teve, decidiu criar condições para o aparecimento de instituição semelhante no Brasil, porém as duas primeiras escolas do gênero só apareceram no governo republicano: a escola de Veterinária do Exército, em 1914, e a escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária, em 1913, ambas no Rio de Janeiro.
O capitão-médico João Moniz Barreto de Aragão, patrono da medicina veterinária militar brasileira, foi o fundador da Escola de Veterinária do Exército em 1917, no Rio, mas a profissão não tinha regulamentação até o Decreto de Getúlio Vargas, de 9 de setembro de 1932, que vigorou por mais de trinta anos.
Para o exercício profissional passou a ser exigido o registro do diploma, a partir de 1940, na Superintendência do Ensino Agrícola e Veterinário do Ministério da Agricultura, órgão fiscalizador da profissão.
A partir de 1968, com a lei de criação dos Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária, foi transferida aos conselhos a função de fiscalizar o exercício dessa profissão e é também onde se faz o registro profissional.
A formação em medicina veterinária dura, em média, cinco anos, com os dois primeiros anos tratando das disciplinas básicas anatomia, microbiologia, genética, matemática, estatística, além de nutrição e produção animal. Depois é a vez de estudar as doenças, as técnicas clínicas e cirúrgicas e então optar pela especialização.
As especializações são clínica e cirurgia de animais domésticos e silvestres, e de rebanhos; trabalhar nas indústrias de produtos para animais, acompanhando a produção de alimentos, rações, vitaminas, vacinas e medicamentos; trabalhar em manejo e conservação de espécies, observando os animais silvestres em cativeiro para estudar a sua reprodução e conservação, implantando projetos em reservas naturais; fazer controle de saúde de rebanhos em propriedades rurais ou fiscalizar os estabelecimentos que vendem ou reproduzem animais; usando tecnologia, fazer melhoramentos de qualidade dos rebanhos.

Dia do Veterinário

Profissionais dedicados
Dos animais muito amigos
Conhecem a sua realidade
E também quando estão em perigo
Não tem gato ou papagaio
Periquito ou cachorro
Todos são seus pacientes
E tratados como gente
Como amor e afeição
Carinho e muita atenção.
Cuidando dos nossos "bichinhos"
Eles também cuidam de nós
Pois quando os vemos sadios
Ficamos felizes também
É uma profissão linda
E também abençoada
E a sua clientela
É um pouco complicada
Pois não sabem falar
Muito menos escrever
Mas nem por isso eles deixam
De se fazer compreender.
Parabéns veterinários
Pela sua profissão
Pelo seu dom divino
E a sua dedicação.
Sandra Mamede
Fonte: www.ibge.gov.br


Enos dias que se seguem também se comemora:


Dia Nacional do Cerrado
12 de Setembro
Dia Nacional do Cerrado
Dia Nacional da Cachaça
12 de Setembro
Dia Nacional da Recreação
Dia Nacional da Cachaça
13 de Setembro
Dia Nacional da Cachaça
Dia da Cruz
14 de Setembro
Dia da Cruz

12 comentários :

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    9 de setembro de 2013 13:23

    Parabéns para mim então ... rs

  • Lu Nogfer says:
    9 de setembro de 2013 15:44

    Parabens a esses proficionais que se nao fosse tal dom, como manteriamos os nossos bichinhos saudáveis até os dias finais?
    Sempre tive cães em casa.(quatro ao todo) Uma nao sei se morreu porque foi roubada pela grade do meu portao mas dois deles morreram saudavelmente. Foi tao somente por velhice.
    "Sao como humanos e precisam de qualidade de vida." Palavras do grande veterinario da Baby. A minha linda cadelinha que adotei a pouco tempo...

    Tiro o meu chapeu para esses doutores geniais!

    Amei o post.

    Abraços!

  • mundobiologia.com says:
    9 de setembro de 2013 17:12

    Esses profissionais merecem. Os biólogos estudam a vida, mas os veterinários cuidam da vida pela qual os biólogos estudam...

  • Felisberto Junior says:
    9 de setembro de 2013 17:17

    Olá!Boa tarde

    Bela partilha
    parabéns mesmo para esses profissionais que não só "cuidam" de animais, sobretudo amam-os não ficando somente nos padrões éticos de uma Ciência Médica.
    Gostei do poema da Sandra Mamede!
    Agradeço pelo carinho de sempre
    Bela semana
    Abraços

  • Maria de Lourdes says:
    9 de setembro de 2013 17:26

    Olá Lú! Você é uma pessoa abençoada, por nos lembrar daqueles que tanto bem nos fazem! Parabens aos Veterinários

  • Dorli says:
    9 de setembro de 2013 19:48

    Oi Lu Cidreira.
    Minha mãe falava muito bem de Getúlio Vargas.
    Não sabia a veterinária era tão antiga
    Adorei a poesia
    Beijos
    Saudades
    Lua Singular

  • Vera Lúcia says:
    10 de setembro de 2013 19:09


    Olá LU,

    Brindou-nos com um belo artigo para homenagear estes profissionais que
    cuidam carinhosamente dos animais, para alívio de seus amorosos donos.

    O poema da Sandra Mamede é muito gracioso. Adorei.

    Parabéns aos veterinários!

    Abraço.

  • Malu Silva says:
    10 de setembro de 2013 19:44

    Devemos mesmo prestigiar estes profissionais que entendem tão bem os nossos bichinhos conseguindo dar bem estar e uma VIDA digna a essas criaturinhas que nos deixam bem mais felizes.
    Parabéns!!!
    Um abraço, Lu

  • Adriana Helena says:
    10 de setembro de 2013 20:26

    Que belo compêndio sobre o dia do veterinário amigo!
    Quando eu era criança, sempre dizia que seria a minha profissão...rsrs
    Mudei tanto de ideia ao longo dos anos!
    Foi um veterinário que salvo bravamente a vida da minha gatinha anos atrás e admiro muito esses profissionais pelo belo trabalho que exercem!

    Obrigada amigo!
    Abraços!

  • Gracita says:
    10 de setembro de 2013 22:38

    Estimado amigo Lu
    Você me fez descobrir que nada na vida é mais importante do que uma amizade sincera e verdadeira. Os amores passam e os amigos ficam. Agradeço-lhe o carinho deixado em minha página enquanto estive ausente em viagem ao Rio de Janeiro. Você é uma pessoa única pois já nasceu especial. Adoro a sua amizade.
    Beijos recheados de saudade e muito carinho.
    Gracita

  • Adriana Paz says:
    10 de setembro de 2013 23:24

    Parabéns para esses maravilhosos médicos de nossos anumaizinhos que tanto amamos.

    Eles merecem todas as comemorações.

    Recebi sua atualização porque seu espaço está na minha lista de blogs amigos.

    Beijinhos e ótima semana

    Adriana (Dryka)

    http://www.suasenossas.blogspot.com.br

    Face Book: Adriana Paz

  • Janny Crochê says:
    11 de setembro de 2013 00:16

    Olá,venho da Agenda dos Blogs,te fazer uma visita,já estou te seguindo,bjs até mais....
    http://jannycroche.blogspot.com.br/

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.