Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

27 de julho de 2014

Curiosidade sobre o mel

O mel não estraga, segundo a FDA, órgão que regulamenta alimentos nos Estados Unidos. Mas, na verdade, o mel vence sim, geralmente em dois anos, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O longo prazo de validade está associado ao fato de que o alimento é um ambiente impróprio para a sobrevivência da maioria dos microrganismos. O mel tem cerca de 80% de açúcar e 17 a 22% de umidade, características que inibem a proliferação dos micróbios que causam sua deterioração, explica Bruno Souza, pesquisador do Núcleo de Pesquisas com Abelhas da Embrapa Meio-Norte.

Além disso, o mel é um meio ácido, com pH de aproximadamente 3,91 (para comparar: o suco de laranja tem pH 3,5). “Como se não fosse suficiente, contém peróxido de hidrogênio, conhecido popularmente como água oxigenada, capaz de proteger o produto contra a decomposição bacteriana”, acrescenta Fábia Pereira, também pesquisadora do Núcleo da Embrapa Meio-Norte.

Mas, ainda assim, o mel pode estragar. Se ele não for colhido e processado da maneira correta ou se o produtor não tiver cuidados com a higiene, ele pode fermentar, formando álcool ou vinagre. “Isso pode facilmente ser percebido pelo consumidor pelo cheiro alcoólico, sabor ácido ou mesmo pela quantidade de espuma presente no mel”, explica Fábia. O processo de envelhecimento pode ser acelerado se o alimento estiver exposto à umidade, à luz e ao calor. “Todos esses fatores são prejudiciais e ajudam no envelhecimento do mel, fazendo com que ele fermente (no caso da umidade) ou perca a validade mais rápido (no caso de luz e calor)”, detalha.

Além disso, como se trata de um alimento, sua composição se altera com o tempo. Existem alguns componentes presentes no mel que aumentam com o tempo de armazenamento, enquanto outros diminuem, explica a pesquisadora. Um dos compostos que aumentam é o HMF (hidroximetilfurural), considerado uma substância cancerígena.

Fonte: Superinteressante
Imagem Google meramente ilustrativa, não se assustem com a imagem do Belo entre a postagem, lá na Superinteressante em?

5 comentários :

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    27 de julho de 2014 15:56

    Oh abelha rainha, faz de mim ... um instrumento de seu prazer ... rs

  • Luma Rosa says:
    27 de julho de 2014 20:55

    Até tu mel?
    O que não causa câncer atualmente?
    Compro mel sempre que vou para Sapucaia e vejo ser retirado da fonte. Mágina se espero dois anos para consumir! :)
    Boa semana!!
    Beijus,

  • Beth Muniz says:
    28 de julho de 2014 12:44

    O único sabor doce que gosto é o do mel, Mel!

    Mas, por aqui está meio difícil encontrar algum natural. E quando se encontra, o preço é absurdo.

    Quanto ao câncer, me parece que a doença está cumprindo bem o seu papel na industria da pesquisa: ganhar dinheiro.

    Daqui a pouco a felicidade causará câncer! Rsrs

    Valeu Lu.

    Obrigada pela visita e comentários pertinentes lá no Travessia.

    Bom inicio de semana.

    Tudo de bom.

    Um abraço.

  • Maria de Lourdes says:
    28 de julho de 2014 15:05

    Olá Lu! Na minha opinião as abelhas e o mel é a propria inteligencia da natureza em ação. Visitei esses dias um apiário e fiquei maravilhada com a eficiência, organização e disciplina das abelhas que só conhecia nos livros. Descobri tambem que nós criaturas inteligentes, roubamos o que ela produz. Não sabia que o mel tambem tem validade, mas foi bom saber. No mais, é como a Beth falou. A industria do câncer cresce. Abraços

  • Dorli says:
    29 de julho de 2014 15:07

    Oi Lu,
    Não gosto de doce, mas tomo todos os dias em jejum uma colherinha de mel.
    O câncer sempre existiu, mas não tinha esse alarde de hoje. Não adianta alarde, não tem cura, então, eu como tudo que gosto.
    Beijos
    Lua Singular

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.