Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

26 de setembro de 2014

Dia mundial do coração


O Dia Mundial do Coração, com o objetivo de conscientizar a população sobre as doenças que atingem o sistema cardiovascular e que são responsáveis por quase um terço das mortes no mundo por ano.
A Sociedade Européia de Cardiologia definiu como epidemia global e crescente a mortalidade por doenças cardiovasculares, em geral, e pelo infarto agudo do miocárdio.
De acordo com as estimativas da entidade, nas próximas três décadas, a incidência da doença irá quase dobrar globalmente, passando de 85 milhões de incapacitações anuais, registradas em 1990, para 160 milhões, em 2020.
“O mais alarmante desta estimativa é o fato de que 80% dessas ocorrências recairão sobre os países em desenvolvimento, grupo no qual o Brasil está incluído”, afirma a endocrinologista e nutróloga Ellen Simone Paiva, diretora-clínica do Centro Integrado de Terapia Nutricional - Citen.
Em 2005, a Sociedade Brasileira de Cardiologia apresentou, durante o seu congresso anual, os resultados da pesquisa “Projeto Corações do Brasil”.
O estudo foi centrado no levantamento dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
Segundo a pesquisa, os principais fatores de risco modificáveis para a saúde do coração do brasileiro são:
Hipertensão Arterial: 28,5% dos brasileiros são hipertensos;
Glicose elevada: 9% dos brasileiros têm glicemia;
Obesidade: 34,5% dos brasileiros têm sobrepeso e 22,5% são obesos;
Tabagismo: 24,2% dos brasileiros fumam regularmente;
Sedentarismo: 83,5% dos brasileiros não fazem qualquer tipo de exercício físico;
Gorduras no sangue: 14% dos brasileiros têm triglicérides acima de 200mg/dL e 21% deles têm colesterol acima de 200mg/dL;
Bebidas alcoólicas: 13% dos brasileiros fazem uso diário do álcool e 77% deles o consomem de 1 a 3 vezes por semana.
O aumento das doenças cardiovasculares em países em desenvolvimento resulta de três fatores principais: a queda da mortalidade por doenças infecciosas que aumenta a expectativa de vida; mudanças no estilo de vida associadas à urbanização nas nações em desenvolvimento e, em especial, à susceptibilidade genética de certas populações expostas anteriormente à situações de privação, com seleção de genes que favorecem o estoque de energia e obesidade.
“Estamos vivendo mais, adoecendo menos por causas infecciosas e sobrevivendo incautamente, nos expondo de maneira ingênua à dietas aterogênicas e hipercalóricas associadas à inatividade física, ao tabagismo e ao estresse da vida moderna”, diz a nutróloga.
Prevenção de doenças cardiovasculares
Nas últimas décadas, a globalização da produção e a indústria alimentícia têm disponibilizado “uma grande quantidade de alimentos ricos em gordura, baratos, saborosos e de péssima qualidade nutricional.
Além de não atender às necessidades nutricionais dos indivíduos, esses alimentos são, em sua grande maioria, pobres em fibras e micronutrientes, altamente calóricos e ricos em gordura saturada e gordura hidrogenada”, alerta a endocrinologista.
Para prevenir o aparecimento de doenças cardiovasculares, Ellen Paiva fornece algumas orientações nutricionais:
Comer com menos sal para prevenir e favorecer o controle da hipertensão arterial;
Atingir e manter um peso ideal, pois a obesidade é claramente um dos maiores fatores de risco para o coração;
Manter o diabetes sob controle, pois ele é seguramente o outro maior fator de risco para o coração;
Evitar alimentos ricos em colesterol e evitar as dietas hipercalóricas. Gorduras elevadas no sangue não costumam causar sintomas e podem passar desapercebidas. Uma dieta saudável é fundamental para normalizar os níveis de colesterol e triglicérides;
Acrescentar à dieta duas porções de peixes por semana, principalmente aqueles ricos em gordura benéfica, os famosos ômega-3;
Substituir o leite e seus derivados integrais por desnatados;
Trocar a manteiga e a margarina cremosa comum pelas versões menos calóricas e sem as gorduras hidrogenadas, requeijão light, queijo branco ou ricota;
Evitar o consumo de banha de porco, bacon, gordura de coco e azeite de dendê;
Retirar a pele do frango antes do cozimento;
Dar preferência aos óleos vegetais (soja, milho, canola e oliva);
Consumir alimentos com maior quantidade de fibras, como grãos e cereais integrais, verduras, legumes e frutas.
Fonte: www.apiai.sp.gov.br
Obs. Mudando seu cardápio diário você evita também as dores de cabeça (cefaleias), evite alimentos com alto teor de cafeína, como, café, refrigerantes, chocolates e chás preto e ou escuros. Nitrito e Nitrato encontrados em alimentos embutidos e nas carnes. Tiranina libera a prostaglandina, hormônio responsável pela sensação de dor, chocolate, vinho tinto, queijos duros, amendoim, carne defumada e frutas cítricas, entre outros, contêm essa substância. Fenóis, aldeídos e sulfetos estreitam os vasos, reduzem os níveis de açúcar no sangue e liberam agentes tóxicos, estão presentes no vinho tinto e bebidas espumantes e destiladas em geral.
E nesses dias também se comemora:
Dia de Nossa Senhora das Mercês
24 de Setembro
Dia de Nossa Senhora das Mercês
Dia do Rádio
25 de Setembro
Dia do Rádio
Dia Nacional do Trânsito
25 de Setembro
Dia Nacional do Trânsito
Dia do Surdo
26 de Setembro
Dia do Surdo
Dia Internacional das Relações Públicas
26 de Setembro
Dia Internacional das 
Relações Públicas

3 comentários :

  • Olinda Melo says:
    26 de setembro de 2014 05:49


    Excelente post, Lu Cidreira.
    Estes passos são fundamentais para termos um coração saudável.

    Obrigada.

    Abraço

    Olinda

  • Wanderley Elian Lima says:
    26 de setembro de 2014 08:19

    Oi Lu
    Todo cuidado é pouco, pois muitas doenças cardíacas são silenciosas e podem nos pegar de surpresa.
    Abraço

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    26 de setembro de 2014 09:57

    Se tem uma coisa q funciona bem no Bratz é o tal do Coração ... Graças ...

    Beijão

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.