Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

12 de dezembro de 2014

São de idéias boas que precisamos em Brasil

Imagem do site Piipee


Um dia, em março de 2010, o gaúcho Ezequiel Vedana acordou pensando: por que a gente gasta tanta água para dar descarga? Hoje, aos 26 anos de idade, ele é CEO (bitch!) de uma empresa que criou um dispositivo capaz de usar uma pequena porção de solução química biodegradável para desodorizar a urina e higienizar o vaso sanitário, sem utilizar uma gota de água da descarga sequer: o Piipee.

Com apenas três pessoas de vinte e poucos anos, composta por alunos graduados da Universidade de Caxias do Sul (Ezequiel em Relações Internacionais, Ariane Tamara Pelicioli em Psicologia e Bruno Rafael de Souza com MBA em Branding), a empresa está sediada na cidade de Bento Gonçalves – a 470 km de Florianópolis. Em três anos de existência, já esteve entre os melhores do Desafio Brasil em 2013 e foi finalista da edição deste ano do Inovativa Brasil.

Vedana afirma que o foco do produto sempre foi a praticidade e a sustentabilidade. O Piipee é instalado por fora do vaso, ao lado [veja a imagem abaixo] e, na hora de fazer xixi, ao invés de dar descarga convencional, é só apertar o “plugin-sanitário”. Pronto: um spray é disparado em toda a parte interior do assento. De acordo com os criadores, a solução age diretamente na urina, acabando com o odor e mudando a coloração para um “verde clarinho como se você tivesse acabado de limpar tudo”. Os componentes da solução se reintegram de forma não poluente à natureza em vinte dias, garante o CEO.

Pipiiii

Atualmente, uma regulamentação federal estabelece que, no Brasil, não se pode produzir descargas que gastem mais de seis litros. Porém, de acordo com Vedana, ainda há cerca de 100 milhões dessas peças no país que foram instaladas antes da norma e que chegam a gastar entre 10 e 15 litros de água de cada vez. O Piipee, usando essência de eucalipto, pinho e óleos naturais, usa pouco mais de 1ml de solução por aplicação.

O melhor de tudo é que o preço também não cheira nada mal! A estimativa é que o suporte custe para o consumidor final entre 25 e 30 reais. Já o refil, com capacidade para 250 acionamentos, não deve passar de cinco dimas. Por enquanto, o projeto está em busca de mais parcerias e financiamento, mas as vendas já devem começar em janeiro de 2015. No site do Piipee, dá pra fazer cadastro na lista de pré-vendas.

Em tempos que cada gota de água está ficando cada vez mais valiosa, nada mal economizar tantos litros de uma vez só, né?

Fonte:
SUPERINTERESSANTE


Você sabia que...



Que menos de 1% da água doce do planeta está disponível para o consumo?

Que 40 milhões de brasileiro não têm acesso a água?

O brasileiro consome em média 40 litros de água DIARIAMENTE apenas no vaso sanitário.

Que o Brasil é o país mais rico em água doce do planeta? Nada mensos que 13,7 % de toda água do mundo está aqui.

Que o índice de desperdício de água no Brasil chega a 40% entre a produção e os domicílios? 

Que o Pantanal, no Mato Grosso do Sul, é a maior área úmida continental do mundo?

Que a Amazônia abriga as mais extensas florestas alagadas do planeta?

Que 70% das internações hospitalares do Brasil são causadas por doenças relacionadas à água?

Que em todo mundo, cerca de 10 milhões de mortes anuais resultam de doenças intestinais transmitidas pela água?

Que em todo mundo, a irrigação na agricultura responde por cerca de 70% do consumo de água; 20% vão para a indústria; e os 10% restantes destinam-se ao uso doméstico?

Que no Brasil, a agricultura consome 70% da água, as indústrias, 20%, e as residências 10%?

Que cada minuto de banho gasta de 3 a 6 litros de água?

Que você economiza 70 litros de água se fechar a torneira enquanto ensaboa a louça?

Que o mau uso do solo nas regiões ribeirinhas é o maior causador das enchentes?

Que em todo o mundo, as enchentes causam perdas econômicas de cerca de cinco bilhões de dólares?

Que o uso de água mais que triplicou entre 1950 e 1980?

Que em São Paulo, 70% da poluição das águas é de origem doméstica e 30% de origem industrial?


FONTE: WWF BRASIL 

Fonte: da imagem http://piipee.com.br/, meramente ilustrativa.

2 comentários :

  • Olinda Melo says:
    13 de dezembro de 2014 07:20


    Olá, Lu Cidreira

    Que notícia excelente! Realmente o desperdício de água é um tema de extrema importância, tendo em conta que há povos que não dispõem de água potável.

    A informação que nos dá sobre a disponibilidade de água no planeta é importante para revermos os nossos procedimentos.

    Bom fim de semana.

    Abraço

    Olinda

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    13 de dezembro de 2014 13:13

    aplausos e mais aplausos ... coisas boas temos que aplaudir

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.