Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

6 de janeiro de 2015

O imposto taxado no Brasil?


Impostos no Brasil, é um absurdo...
Vejam o que seguem abaixo: 
Impostos sobre telefone chega a 62,9% e é o maior do mundo.
Com a conversa de que os impostos são para "combate à pobreza" (alguém acredita?), o imposto é de 2 a 3 vezes maior que o do segundo colocado (Argentina). Veja a seguir uma tabela comparativa com alguns outros países:
Brasil40,1% a 62,9%Espanha16%
Argentina21%México15%
França19,6%África do Sul14%
Inglaterra17,5%Austrália10%
Portugal17%Coréia10%
Venezuela16,5%EUA10%
Alemanha16%Canada07%
Serviço telefônico é serviço público de primeira necessidade! Algum dos políticos em quem V. votou está se esforçando para baixar tais impostos?

Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil

Estudo do Banco Mundial, descrito em artigo de Marcelo Carneiro, publicado na Revista Veja nº 1874 de 6 de outubro de 2004, apresenta dados de levantamento junto a 1642 empresas sobre as razões que limitam os investimentos das empresas no Brasil. Pela ordem:
84,5% - Carga tributária 
75,9% - Incerteza quanto à política governamental 
71,7% - Crédito 
67,2% - Corrupção 
52,2% - Crime 
39,6% - Falta de qualificação da mão de obra 
32,8% - Ineficiência da justiça 
20,3% - Eletricidade 

Tributos sobre o preço final de produtos chega a 83,07% !

A incidência de impostos em 84 produtos. O parágrafo 5º do artigo 150 da Constituição Federal determina que o cidadão seja informado com exatidão e clareza sobre os impostos embutidos nos bens e serviços. Mas essa lei tem 15 anos, os Srs. deputados não se preocuparam em regulamentá-la e, portanto, até hoje, essa lei não é aplicada.
A tabela abaixo, preparada pelo Núcleo dos Jovens Empresários de Joinville, mostra a situação:
 Cachaça 83,07% Álcool 43,28% Cobertor 37,42%
 Cigarro 81,65% Amaciante 43,16% Milho Verde 37,37%
 Forno de Microondas 56,99% Ventilador 43,16% Sapatos 37,37%
 Cerveja (lata) 56% Garfos / Facas 42,70% Margarina 37,18%
 Gasolina 53,03% Sabão em Pó 42,27% Óleo 37,18%
 Shampoo 52,33% Sabonete 42% Molho de Tomate 36,66%
 Vídeo Cassete 52,06% Pasta de Dentes 42%Café 36,52%
 DVD 51,59% Aparelho de Barbear 41,98% Toalha de Banho 36,33%
 Casa Popular 49,02% Brinquedos 41,98% Travesseiro 36,00%
 Desodorante 47,25% Telefone Celular 41% Xarope para Tosse 36%
 CD 47,25% Sabão em Barra 40,50% Ervilhas 35,86%
 Refrigerador 47,06% Saponáceo 40,50% Macarrão 35,20%
 Condicionador  47,01% Detergente 40,50% Farinha 34,47%
 Refrigerante 47% Açucar 40,50% Telha 34,47%
 Telefonia 46,65% Papel Higiênico 40,50% Tijolo 34,23%
 Torradeira 45,89% Fogão 4 bocas 39,50% Chocolate 32%
 Energia Elétrica 45,81% Automóvel 1.0 39,29% Contas de Água 29,83%
 Tinta 45,77% Biscoito 38,50%Sal 29,48%
 Copos 45,60% Refreso em Pó 38,32% Iogurte 24%
 Água Mineral 45,11% Aparelho de Som 38% Livros 23,75%
 Pratos 44,76% TV Frutas 22,96%
 Panelas 44,47% Computador 38% Ovos 21,79%
 Esponja de Aço 44,35% Desinfetante 37,54% Leite 19,24%
 Ferro de Passar 44,35% Água Sanitária 37,84% Carne Bovina 18,67%
 Vaso Sanitário 44,11% Achocolatado 37,84% Peixe 18%
 Batedeira 43,64% Suco 37,84% Feijão 18%
 Liquidificador 43,64% Roupas 37,84% Arroz 18%
 Carro Acima de 1.0 43,63 Lençol 37,51% Frango 17,91%

Brasil tem a 2ª maior carga tributária do mundo sobre salários

A carga tributária sobre rendimentos do trabalho no Brasil é de 42,2%, menor apenas que a da Dinamarca (43,1%) onde, como é sabido o estado provê serviços proporcionais ao que cobra. Abaixo estão as cargas tributárias em diversos países (Brasil, dados de 2003; demais países, dados de 2002)
Dinamarca43,1%
Brasil42,2%
Bélgica41,4%
Alemanha41,2%
Finlândia31,7%
Suécia30,4%
Uruguai28,4%
França26,5%
Canadá25,7%
Estados Unidos24,3%
Suiça21,5%
Portugal16,4%
México9,1%
Córeia do Sul8,7%

Juros são altos por causa dos impostos excessivos

Entre os tributos diretos estão IOF, CPMF, IR na fonte, PIS e Cofins. O tributo indireto é depósito compulsório, isto é, o dinheiro que o governo obriga os bancos a depositarem no banco Banco Central sem qualquer remuneração. Mesmo que a taxa básica de juros, as despesas, o lucro dos bancos e o retorno de investidores foram zero, ainda assim (em razão dos tributos) o custo anual de uma operação mensal de crédito seria de 29,4%.

Confiscando renda, tabela do IR não é reajustada desde 1996

Desde 1996 o governo não reajusta a tabela que define o Imposto de Renda que os assalariados são obrigados a recolher na fonte. Nesse período, enquanto a renda média do trabalhador caiu 0,77%, o Imposto de Renda na fonte cresceu 15%. E, além de não corrigir a tabela, o governo manteve a alíquota de 27,5%, que já deveria ter sido baixada para 25%
Isso mostra claramente os conceitos de ética e honestidade dos governantes e burocratas que, de 1996 até hoje, ocuparam cargos relacionados ao tema.

Impostos muito elevados fazem brasileiro investir no exterior

Os depósitos de brasileiros no exterior passaram de 7,9 para 16,7 bilhões de dólares (praticamente dobraram).
"Com uma taxa de juro Selic de 15,8% ao ano, e considerando uma inflação de 7% neste ano, verifica-se que o rendimento das aplicações financeiras é, somente, de 230 pontos acima da inflação - contra um risco Brasil de 600 pontos. A solução não é, evidentemente, elevar os juros, mas, sim, diminuir a tributação."

COFINS: abusiva, imoral, indevida e, mesmo assim, cobrada

Boletim Jurídico publicado em maio de 2004 pela VSBG Advogados cita que o governo federal vem cobrando de maneira ilegal e abusiva o tributo Cofins de clínicas médicas.
Conforme descreve o boletim, a Súmula nº 276 de 15.05.03, da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, declarou que "as sociedades civis de prestação de serviços profissionais são isentas de Cofins, irrelevante o regime adotado". Portanto, o pagamente de tal tributo pode e deve ser questionado perante o Poder Judiciário.

Carga tributária Já vária sobre tarifas públicas é das mais altas do mundo

Artigo publicado na revista Veja, edição 1851 de 28 de abril de 2004, Pág.  34, mostra que o governo brasileiro aplica tributação exorbitante sobre tarifas públicas como gaz de cozinha, telefone e energia elétrica. Há casos em que a tributação fica de 6 a 10 vezes maios que na Inglaterra ou nos Estados Unidos.
Fonte: www.multidoc.com.br

7 comentários :

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    4 de dezembro de 2012 07:36

    Esta máquina nunca fica saciada ... o pior é q tudo vai para o bolso dos canalhas ...

    bjão

  • Pedro Luis López Pérez (PL.LP) says:
    4 de dezembro de 2012 10:12

    Es Impresionante la carga tributaria de impuesto que paga un ciudadano a lo largo de su Vida. Impuestos directos e indirectos...Es una auténtica locura.
    Un abrazo.

  • Anne Lieri says:
    4 de dezembro de 2012 17:35

    Lu,é revoltante lembrar quanto pagamos de impostos nesse país!Logo vai ter taxa pra respirar!Excelente artigo de conscientização!bjs,

  • Aleatoriamente says:
    5 de dezembro de 2012 07:12

    È mesmo absurdo aff!
    Lu, desculpa a demora em vir,mas cá estou.
    Um beijão amigo.

  • José María Souza Costa says:
    5 de dezembro de 2012 08:13

    Estimada Lu Cidreira

    E com esta bandeja de falta de seriedade que sustentamos uma corja, e, estes os seus apaniguados. O que fazer? Só o Senhor do Bomfim, sabe.
    Abraços

  • ✿ chica says:
    5 de dezembro de 2012 13:33

    Impostos de e para tudo: para viver, nos manter e morrer...Credo! abraços,chica

  • Beth Muniz says:
    17 de junho de 2013 16:26

    Oi Lu,
    Realmente é preciso rever a carga tributária desse país chamado Brasil, que mais parece um Continente.
    Rever o comportamento dos dois lados: Que tributa e quem é tributado, para que quem realmente pagos os impostos não seja mais penalizado ainda pela imensa sonegação fiscal.
    Então, é interessante ler este artigo abaixo, se desejarem é claro.
    http://blogdabethmuniz.blogspot.com.br/2013/06/o-sonegometro-e-justica-fiscal.html#.UbsIo7JlR3c
    O Sonegômetro e a Justiça Fiscal
    Sonegar imposto não é exclusividade de políticos.
    O Brasil vem há décadas registrando índices alarmantes de sonegação fiscal e alta carga tributária que se realimentam num círculo vicioso. São disfunções de um modelo regressivo, que penaliza fortemente o orçamento dos cidadãos mais pobres, pois onera muito mais o consumo do que a renda e o patrimônio. Soma-se a isso, a falta de medidas efetivas para coibir e punir os que buscam no ato de sonegar uma fonte de lucro.
    Com o objetivo de ampliar esse debate, o SINPROFAZ - Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional realiza anualmente a Campanha Nacional da Justiça Fiscal - Quanto Custa o Brasil pra Você?. A iniciativa, criada em 2009, promove a conscientização tributária, a educação fiscal e alerta para a importância do combate à sonegação, em benefício de todos os brasileiros.
    Um abraço.

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.