Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

28 de abril de 2015

Mais memórias da Revista O Cruzeiro



Já publicamos aqui algumas das capas e manchetes da revista O Cruzeiro, gostamos muito de rever assuntos de natureza cultural e curiosos, por tanto tem um editorial escrito na página Memoria viva que consta essas curiosidades e nós Blog do Lu Cidreira dispomos para nossos leitores.
Peguem uma carona nos links que seguem abaixo e divirtam-se com uma boa leitura de época.
Apesar de só vir aparecer para o mundo no inicio da década de 50, ainda tive o privilégio de ler muitos exemplares desta conceituada revista.
Magnífica editoração e conteúdo, nos deixava maravilhados a cada edição lançada em nosso país.
SAUDADE, é o que fica.



Editorial
O site Memória Viva, especializado em biografias de pessoas famosas da recente História do Brasil, inaugura uma nova fase a partir do dia 4 de outubro de 2003, com o lançamento da edição on line da revistaO Cruzeiro.
Não são reproduções de páginas de O Cruzeiro. É uma versão on line mesmo. Com atualização semanal, o internauta poderá ver a capa da revista, entrar no sumário, escolher a matéria, ler na íntegra, ver as fotos tratadas... do mesmo jeito que se vê no site de uma revista atual.
A primeira edição, de 1928, e a última, de 1975, estão disponíveis. As 10 primeiras capas e curiosidades sobre a revista são outros atrativos que também podem ser encontrados.
Em relação a O Cruzeiro, o Memória Viva possui hoje um acervo digitalizado de aproximadamente 100 edições, além de todos os exemplares dos três primeiros anos (1928 – 1930) e outras 70 revistas a partir de 1940.
Esperamos que você aprecie este trabalho de preservação histórica que coloca à disposição de todos, pela Internet, a revista mais duradoura e poderosa da história da imprensa no Brasil.

Curiosidades da Revista O Cruzeiro

A primeira edição de Cruzeiro é de 10 de novembro de 1928. A primeira personalidade a aparecer em uma capa foi o Rei Alberto da Bélgica, no número 2, e a primeira capa utilizando uma foto mostrava Santos Dumont (número 5).
 Ininterruptamente, a revista foi editada de 1943 a 1975.
 Grandes nomes fizeram história em O Cruzeiro. Dentre eles, Millôr Fernandes, Péricles de Andrade Maranhão (criador de O amigo da onça) e Rachel de Queiroz.
 Geralmente as capas traziam modelos, atrizes e mulheres bonitas. Eram raras as capas políticas. Getúlio Vargas, JK, João Goulart e Jânio Quadros estão entre essas raridades.
 A revista tem recordes ainda não quebrados como edições com mais de 750 mil exemplares (até hoje, proporcionalmente, a maior) e sua longevidade, 47 anos (só agora, em 2003, Veja completou 35 anos).
 A última edição de O Cruzeiro é de julho de 1975, com Pelé na capa, então jogador do Cosmos, vestido de Tio Sam.

4 comentários :

  • Blog Hair & Makeup says:
    28 de abril de 2015 00:55

    Oie!
    Adorei o post parabéns
    blog:http://michelimartins2929.blogspot.com.br/
    canal:https://www.youtube.com/channel/UCB2EWS6UiPPpPa3TJKfhp_g
    fanpage:https://www.facebook.com/bloghairmakeup

  • Dilmar Gomes says:
    28 de abril de 2015 13:49

    Pois é, a revista Cruzeiro trás a lembrança do inesquecível personagem o "Amigo da Onça"
    Um abraço. Tenahs uma boa tarde.

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    29 de abril de 2015 10:40

    O Cruzeiro tem gosto de minha meninice ... saudades ...

    Beijão

  • cid vasconcelos says:
    29 de abril de 2015 19:17

    aff...nem me fale...fotojornalismo de primeira inspirado nas revistas norte-americanas Life, Look, etc. Embora não tenha vivido o período dessas revistas havia uma coleção delas que detonei quando era criança rsrs...cortando figurinhas das mesmas...uma pena!

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.