Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

23 de junho de 2015

Facebook o destruidor de lares

Rede social mais usada no mundo está sendo uma boa ferramenta para destruição de lares
O Facebook, rede social utilizada por mais de 900 milhões de pessoas em todo o mundo, está sendo uma boa ferramenta para destruição de lares. De acordo com uma pesquisa realizada pelo site Divorce Online, que presta consultorias sobre o assunto no Reino Unido, mais de um terço dos pedidos de divórcio no país, realizados no ano passado, contém a palavra Facebook nos autos.

Mas o fenômeno não fica restrito ao território britânico. Advogados ouvidos pelo site Smart Money, do Wall Street Journal, confirmam que, nos EUA, cresce cada vez mais a quantidade de casos que envolvem a rede social. Um deles, Gary Traystman, disse ver com frequência cada vez maior o número de divórcios causados por fatos que aconteceram no Facebook.

De acordo com ele, a cada 15 casos conduzidos, nos quais as evidências são relacionadas a e-mails, mensagens de texto ou mesmo histórico do navegador, 60% envolvem exclusivamente atividades na rede social.

Mas por que, afinal de contas, o Facebook está cada vez mais assumindo nos tribunais o papel de testemunha sobre o comportamento das pessoas? Bom, para o autor do livro “Facebook and Your Marriage” (Facebook e o Seu Casamento), K. Jason Krafsky, a rede serve como uma espécie de catalisador de romances extraconjugais e tem sido utilizado para conectar e reconectar pessoas.

Sejam aquelas que já tiveram algum tipo de relacionamento no passado ou usuários que se conhecem apenas de vista. Para o autor, tais possibilidades facilitam que uma pessoa, que normalmente não teria coragem de trair, se arrisque a ter um caso. Algo que, em outras circunstâncias, talvez não acontecesse.

Porém, além de ter se tornado o meio favorito de quem quer pular a cerca, percebe-se também uma importante mudança no comportamento dos tribunais americanos em relação às atividades que acontecem dentro dos servidores do Facebook. Para Randy Kessler, especialista em direito de família, quando o divórcio termina em um tribunal nos Estados Unidos e o affair ou affairs entram em jogo, a atividade na rede social vem à tona.

O advogado lembra um caso no qual um juiz determinou que as partes entregassem suas respectivs senhas para os advogados. A partir do que foi encontrado por lá, foi possível traçar o perfil de cada um, principalmente em relação ao excesso de festas e comentários maldosos sobre o ex-parceiro.

E aí o Facebook deixa de ser testemunha e vira ferramenta. A atividade na rede é admitida como prova e é considerada, inclusive, um complemento para auxiliar um juiz a determinar, por exemplo, quem fica com a custódia dos filhos ou qual será valor da pensão.

O problema, finaliza Kessler, não é em absoluto a rede social de Mark Zuckerberg. Mas sim como as possibilidades oferecidas por ela estão sendo usadas, por muitos, para fins escusos. 


Fonte: Exame .com

7 comentários :

  • Iza says:
    23 de maio de 2012 19:04

    Oi, Lu Cidreira!

    O Facebook é realmente um lugar onde muita coisa é destruída. Ainda bem que desativei minha conta lá.

    Beijos!

  • Pelos caminhos da vida. says:
    23 de maio de 2012 19:06

    Uso meu facebook e até hoje graças a Deus não tive nenhum problema.

    beijooo.

  • Este comentário foi removido pelo autor.
    says:
    23 de maio de 2012 20:46

    Este comentário foi removido pelo autor.

  • says:
    23 de maio de 2012 20:56

    Eu que o diga, já tive muitos probleminhas em meus relacionamentos. Não só com o facebook mas com a maioria dessas Redes sociais, tomei um certo "nojo" e tenho evitado estar conectada a essas coisas

    Muito boa essa informação
    fica Com Deus!!

  • Tunin says:
    24 de maio de 2012 14:24

    Essas redes são nocivas quando a gente se deixa levar por elas.Fiz o face, mas não divulgo a minha vida nele, apenas coloco informações que não me venham trazer comprometimentos.Além disso, não sou assíduo na rede.
    É um bom alerta, Lu, para que as pessoas tomem mais cuidado nessas redes.
    Abração.

  • Anne Lieri says:
    24 de maio de 2012 18:00

    Lu,tem razão!Sem falar nos perigos da rede para casos de estupro e pedofilia,roubos e sequestros!É preciso saber impor respeito e ficar atenta!bJS,

  • fabio rodrigues says:
    10 de março de 2013 22:44

    comcordo com isso

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.