Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

18 de abril de 2016

Meningite

Vamos falar um pouco de Saúde, Meningite:
É uma inflamação das meninges e do L.C.R. interposto. O processo inflamatório estende-se por todo o espaço sub-aracnoide em torno do encéfalo e da medula espinal e costuma envolver os ventrículos.

TIPOS DE MENINGITE

Meningite Bacteriana ou piogénica meningococos ( bactérias formadoras de pûs ) bacilos influenza pneumococos
Meningite Tuberculosa - bacilos da tuberculose
Meningite Asséptica ou Viral – agentes virais

MENINGITE BACTERIANA

É uma inflamação das membranas que cobrem o cérebro e a espinal medula, causada por microorganismos piogenicos e caracterizada por L.C.R. turvo, com proteinorraquia aumentada, glicorraquia diminuída e hipercitose á custa de leucócitos polimorfonucleares alterados.

ETIOLOGIA

Pode ser causada por bactérias patogénicas e não patogénicas. Todos os Mo podem causar meningite, desde que consigam atravessar a barreira hematoencefalica.
Agentes mais frequentes:
Neisséria meningitides (meningococos)
Haemophilus influenza tipo 3
Streptococus pneumoniae (pneumococo)

FISIOPATOLOGIA

A via de infecção mais comum é por disseminação vascular apartir de um foco de infecção localizado noutra região.
Os Mo podem atingir as meninges:
Por extensão direta duma infecção do ouvido médio, da mastoide ou seios perinasais
Através de fraturas da base do craneo através de fístulas dérmicas congénitas concomitantes
Mielomeningocelo
Ba sequência de uma intervenção cirúrgica

MANIFESTACÇÕES CLINICAS

As manifestações clinicas, dependem em grande medida:
Da idade do doente
Da duração da doença
Da resposta á infecção
Do tipo de Mo implicado
Na maioria dos casos, há um período de 3 dias de doença antes do aparecimento incontestável de meningite.
Sinais meningeos:
Rigidez da nuca
Brudzinski
Kernig
Crianças com mais de 2 anos:
Mal estar geral 
Febre (38-40ºc ) 
Calafrios 
Cefaleia intensa 
Vómitos 
Dores generalizadas 
Convulsão ( ocasionalmente ) irritação 
Sinais meningeos presentes 
Exantemas petéquiais ou púrpuricos
Estes sintomas tendem a agravar-se, podendo mesmo originar um estado de coma.
Lactentes e crianças pequenas : Raramente é observado o quadro clássico de meningite. Os sinais meningeos, não contribuem para o diagnóstico por serem de difícil avaliação.
Podem apresentar:
Febre
Vómitos
Irritabilidade
Convulsões
Choro
Rigidez da nuca
Período neonatal De diagnóstico difícil. Por vezes pode ser definido com um: a criança não está bem.
Os sintomas mais frequentes são:
Recusa alimentar
Escassa capacidade de sucção
Vómitos e/ou diarreia
Tonus fraco
Choro débil
Hipotermia ou febre
Icterícia
Donolência
Convulsões

DIAGNOSTICO

Exame físico 
P.L.(diag. Definitivo)
Em alguns casos, as culturas de material colhido no nariz e garganta, podem oferecer informações valiosas.

TERAPÊUTICA

A conduta terapêutica inicial compreende:
Isolamento
Instituição de antibioterapia
Manutenção de Hidratação
Manutenção de ventilação
Controle de convulsões
Controle de temperatura
Correção de anemia

PROGNOSTICO

O prognóstico depende de:
Idade da criança
Tipo de Mo
Gravidade da infecção
Duração da doença antes do inicio do tratamento

PREVENÇÃO

Nas meningites neonatais, a prevenção é feita com a melhoria da assistência obstétrica.
Pode ser feita através da vacinação, com vacinas para meningococos tipo A e tipo C.
Prevenção de infecções respiratórias e dos ouvidos.

MENINGITE NÃO BACTERIANA (ASSÉPTICA)

É um síndrome benigno causado porinumeros agentes, principalmente vírus, e está frequentemente associada a outras doenças, como o sarampo, parotidite e leucemia.
Fonte: geocities.yahoo.com.br

0 comentários :

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.