Quem sou eu

Minha foto
Sou Guerreira, romântica, poeta, escritora, paciente, prudente, perseverante, amante da natureza...

Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

3 de maio de 2016

História da cerveja continuação de 1995 à 2008 conclusão



1995
- A Fornel e Cia. de Capivari - SP, a 40 anos no mercado de bebidas (bebidas Boite Show) lança a cerveja, o chopp e os refrigerantes da marca Lecker.
- Os produtos Antarctica passam a ser fabricados em mais duas novas fábricas: em São Luis - MA e em Cuiabá - MT.
- Na Antarctica ocorrem vários lançamentos: a Cerveja Polar; a Cerveja Polar Pilsen, a Cerveja Antarctica Pilsen Extra em long neck; a Cerveja Antarctica Pilsen em long neck com rótulo metalizado, a Cerveja Kronenbier em embalagem long neck.
- A Miller Brewing Company faz uma joint venture com a Brahma para distribuir a Miller Genuine Draft.
- A Brahma lança sua cerveja Bock.
- A Kaiser inicia a operação de sua unidade de Araraquara - SP.
1996
- É inaugurada pela Brahma a maior e mais moderna fábrica da América Latina no Rio de Janeiro, com capacidade anual de 12 milhões de hectolitros. São iniciadas as construções de mais duas unidades: uma em Viamão - RS e outra em Aracaju - SE. A Fratelli Vita (Brahma) adquire a Marca Marathon e passa a produzir e distribuir um novo isotônico no mercado.
- A Brahma lança a cerveja Miller Genuine Draft. É lançada a Cerveja Malzbier da Brahma em embalagem long neck.
- A partir de uma proposta de parceria entre a Antarctica e a Anheuser-Busch é constituída a Budweiser Brasil Ltda.
- A Skol fecha um contrato de licenciamento de marca com a Cervejaria dinamarquesa Carlsberg.
- A Skol lança a super long neck de 355 ml de padrão internacional, para as cervejas pilsen e Caracu.
- A Kaiser inicia a operação de sua unidade de Ponta Grossa - PR.
- A Indústria de Bebidas Cristalina altera a sua razão social para Cervejaria Malta Ltda., e começa o envase da Cerveja Malta em latas.
- A Cervejaria Krill adquire uma linha de produção mais moderna, munida de centrais computadorizadas, dando início ao grande projeto da cerveja Krill.
- A Cervejaria Kilsen
- 4 de outubro - a Cervejaria Borck
- A Cerpa lança a Draft Beer, que não passa pelo processo tradicional de pasteurização e sim, por um grande sistema de filtros de celulose.
1997
- É constituída a Subsidiária Integral Antarctica U.S.A Inc., sediada em Miami, para possibilitar a distribuição do Guaraná Antarctica nos Estados Unidos.
- A Antarctica lança a Cerveja Bavária Pilsen em embalagens descartáveis de vidro de 600 ml.
- A Antarctica e Anheuser-Busch lançam no país a cerveja Budweiser em garrafa de 600 ml.
- A Antarctica fecha a fábrica de Feliz - RS.
- A Brahma adquire a concessão para fabricar, comercializar e distribuir a marca Lipton Ice Tea no mercado de bebidas não alcoólicas. A filial Brahma em Sergipe é inaugurada.
- A Skol passa a distribuir a Carlsberg Beer no Brasil e lança a latinha de boca larga.
- setembro - o Grupo CINTRA, com atuação em diferentes áreas como: petróleo, imobiliária, energia eólica e água mineral compra da Cervejaria Kaiser a fábrica de Mogi-Mirim - SP.
1998
- A Brahma Chopp passou a ser exportada para a Europa, iniciando seu ingresso no mercado estrangeiro pela França.
- A Brahma inaugura a unidade fabril de Viamão - RS.
- A Bavária Pilsen é lançada em garrafa 600 ml descartável e também a primeira cerveja com rótulo pirogravado: a long neck ACL (Applied Color Label).
- junho - surge a fábrica da Kaiser em Gravataí - RS.
- julho - a Cervejaria Petrópolis cria um novo rótulo e moderniza a logomarca da cerveja Itaipava.
- agosto - a Cervejaria Petrópolis é vendida a um novo grupo de investidores que investe na aquisição de novas máquinas e equipamentos e na expansão da fábrica.
- A Skol relança a cerveja Caracu em lata.
- outubro - A Cervejaria Independente, de Toledo - PR, lança a cerveja pilsen Palma Louca Pale Pils.
1999
- A Antarctica lança a lata "Festa" para a Antarctica Pilsen com 237 ml.
- A Brahma Chopp, em comemoração à chegada do novo milênio, lança embalagem comemorativa que lembra as garrafas de Champagne.
- A Companhia Antarctica Paulista e a Companhia Cervejaria Brahma comunicam a criação da Companhia de Bebidas das Américas (AMBEV), resultante da fusão de ambas.
- setembro - a Companhia Cervejeira Schattemann de Montenegro - RS, passa a produzir a cerveja Helles.
- dezembro - lançada a cerveja D'Ávila Beer no interior da Bahia (Feira de Santana, Itabuna e Ilhéus), o novo produto representa a entrada da Dias D'Ávila, tradicional fabricante de água mineral - fundada em 1950 - do grupo paraibano Serigi, no mercado de cervejas.
2000
- fevereiro - A Cervejaria Belco NE inicia suas atividades na cidade do Cabo - PE.
- março - após 9 meses de uma longa trajetória, é noticiado o que todos aguardavam: "AMBEV nasce como a 5ª maior empresa de bebidas do Mundo". Mas permanecem as duas marcas no mercado (Brahma e Antarctica), associando, também, as cervejas Skol, Bohemia, Kronenbier, Caracu, Carlsberg, Miller, Polar e Serramalte. A Bavária é vendida para a canadense Molson Inc. a mais antiga cervejaria da América do Norte e a maior do Canadá.
- Antarctica muda toda sua programação visual, nova cor, novo rótulo e nova campanha de comunicação cujo Slogan era: "Mudou ou não mudou?".
- São lançadas as embalagens termossensíveis da Brahma, que indicam se a cerveja está gelada no ponto certo para o consumo.
- A AMBEV adquire a Salus (em parceria com a Danone) e a Cimpay, no Uruguai.

A cerveja no Brasil de 2001 a 2008

2001
- janeiro - A Cervejaria Colônia de Toledo - PR lança a cerveja premium brasileira Sambadoro, que somente é vendida no exterior.
- 16 de fevereiro - é lançada a cerveja Guitt's pela Refrigerantes Convenção, a capacidade instalada da cervejaria é suficiente para produzir 300 mil hectolitros anuais.
- março - a Krones, maior fornecedora de máquinas para o segmento de bebidas do mundo, consolida uma parceria com a Casa di Conti, fabricante do tradicional vermute Contini, formando a Cervejaria Conti e ainda neste ano é iniciada a produção da Cerveja Conti com uma capacidade de 300 mil hectolitros/ano.
- Foi oficializada durante a EXPOAGAS - Convenção Gaúcha dos Supermercados que a Montecarlo Indústria de Bebidas, de Flores da Cunha - RS, irá atuar no segmento de cervejas com a marca Bonanza.
- 11 de julho - a Antarctica passa a explorar um novo ícone de comunicação: Sorriso. Desde então passa a assinar: "Com Antarctica é mais gostoso".
- A Kaiser anunciou uma nova marca de cerveja pilsen, batizada de Santa Cerva, para entrar em um segmento que movimenta cerca de R$ 1,5 bilhão ao ano.
- A AMBEV adquire os ativos de uma cervejaria no Paraguai e inicia a produção de cerveja naquele país, faz o lançamento do Guaraná Antarctica em Portugal e Porto Rico.
2002
- 18 de março - a canadense Molson Inc. compra a Kaiser, por US$ 765 milhões. A operação envolveu a aquisição das Cervejarias Kaiser Brasil S.A, Cervejarias Kaiser Pacatuba S.A., Cervejarias Kaiser Nordeste S.A., Cervejarias Kaiser Goiás S.A., com a transferência de 100% das ações da Bavária Ltda., ficando somente a denominação Cervejarias Kaiser Brasil S.A.
- maio - É inaugurada a Cervejaria Sudbrack, produzindo as cervejas Eisenbahn, Dunkel, Pale Ale e Weizenbier.
- agosto - O grupo Tucabairros Bebidas, de Guarapuava - PR, lança a cerveja Spam.
- A AMBEV anuncia a aliança com a Quilmes, por meio da associação chega ao Chile e a Bolívia, faz parceria com a CabCorp, engarrafadora Pepsi na América Central. Começa a construção da Cervejaria Rio na Guatemala, relança o Guaraná Antarctica na Espanha e no Japão, durante a Copa do Mundo.
2003
- fevereiro - a Cervejaria Teresópolis, uma divisão industrial da tradicional Bebidas Comary, líder de mercado em compostos alcoólicos lança a cerveja Lokal Bier, após investir cerca de 40 milhões de dólares. O resultado de um trabalho que começou na aquisição de uma área de 160 mil metros quadrados na zona rural de Teresópolis - RJ e fez nascer um parque industrial de última geração, pode ser sentido ao se ver cerca de 40 mil garrafas serem enchidas por hora e mais de 1,5 milhão de litros de cerveja sendo preparados a cada 14 dias nos tanques de aço inoxidável.
Inicialmente a cervejaria produzirá 120 milhões de litros de cerveja por ano, com previsão de chegar aos 360 milhões em dois anos, o que representa consideráveis 6% da fatia de mercado da região sudeste. Sem o formato de uma indústria clássica, a Lokal Bier ocupa as margens da BR 116, na localidade de Serra do Capim (2º Distrito de Teresópolis - RJ), a Lokal Bier já entra na disputa pela preferência dos consumidores com toda a linha de produtos, Long Neck (355 ml), lata (350 ml) e garrafa (600 ml), oferecidos por 130 mil pontos de venda em cinco Estados.
- 2 julho - A Frevo Brasil Indústria de Bebidas, de Recife - PE, antecipou o lançamento de sua cerveja pilsen. O produto era esperado pelos concorrentes para janeiro de 2004. A empresa investiu 20 milhões de reais para implantar a cervejaria, que funciona dentro da fábrica da Frevo em Recife.
O lançamento coincide com o aniversário de seis anos da Frevo, completados nesta terça-feira. A cerveja pernambucana será comercializada no Nordeste em garrafas retornáveis de 600 ml, long-neck e latas. As máquinas entram em funcionamento na semana que vem, e a expectativa de produção é de cinco milhões de litros de cerveja por mês. A empresa quer abocanhar 10% do mercado nordestino no primeiro ano do lançamento.
- A AMBEV inaugura a Cervejaria Rio na Guatemala, adquire os ativos da Embotelladora Rivera no Peru, adquire o controle da Cerveceria SurAmericana no Equador.
2004
- 12 de fevereiro - a AMBEV fecha parceria com a Embodom, da República Dominicana
- 23 de abril - é fundada a cervejaria Bierbaum, pelos sócios: os irmãos Karl, Rose Marie, Markus e Ricardo Bierbaum e Josef Suppan, na Rua Dr. Gaspar Coutinho 441, em Treze Tílias - SC, com capacidade de produção de 20 mil litros, produzindo cervejas nos tipos: pilsen, stout, bock e pale ale, sob a marca Edelbier.
- maio - é fundada a cervejaria Falken Bier, após 15 anos produzindo cerveja caseira para consumo próprio, pelos irmãos Marco Antonio, Juliana e Ronaldo Falcone que passam a produzir comercialmente a cerveja Falke em Ribeirão das Neves - MG.
- INBEV
- agosto - a Cervejaria Sul Brasileira lança a Cerveja Colônia Negra, uma cerveja escura, de baixa fermentação, do tipo stout (cerveja forte).
- agosto - Com a conclusão da montagem da fábrica da União das Devassas Cervejaria Ltda., na Rua Santo Cristo 70 e 74, na zona portuária do Rio de janeiro - RJ, é iniciada a fabricação das Cervejas Devassa, produzindo as cervejas Devassa Loira (pilsen), Devassa Ruiva (pale ale) e Devassa Negra (dark lager), antes fabricada pela Brewtech.
- 12 de setembro - Após um ano e meio de desenvolvimento, é lançada a Cerveja Coruja, dos sócios Micael e Jesael Eckert, Carlos Lança, Rafael Rodrigues e do mestre-cervejeiro Michel Yepes. Esta cerveja é produzida na Cervejaria Maspe (cerveja gool), em Teutônia - RS, produzindo a Coruja cerveja viva com 4,5% de alcool. A cerveja Coruja não é pasteurizada, por isso é chamada de "cerveja viva", é apresentada em garrafa de 1 litro parecida com um frasco de remédio antigo, não tem rótulo adesivado, o logo é impresso diretamente no vidro.
- 15 de setembro - É lançada no mercado do estado do Rio de Janeiro a cerveja Buena, pela fábrica de refrigerantes Pakera, fabricante do guaraná Tobi e do refrigerante Grapete. "Fica na Buena" é o conceito que foi desenvolvido para lançar o produto.
- 28 de setembro - a AmBev coloca no mercado a cerveja Serrana, com uma receita inédita elaborada a partir de várias fórmulas, datadas do início do século XX, encontradas na fábrica da cervejaria Antarctica durante a catalogação do Projeto Memória Viva da empresa. É o primeiro produto desenvolvido a partir destes documentos históricos. "O lançamento de Serrana está baseado em uma forte tendência nostálgica dos consumidores que busca resgatar valores e sabores de épocas em que as boas coisas da vida eram feitas devagar e à mão. É a procura por tempos mais calmos".
- 05 de outubro - é iniciada a produção da Microcervejaria Stadt Bier, em Brasília - DF, produzindo a Stadt (cerveja pilsen não filtrada), Kristal (cerveja pilsen filtrada) e Schwarz (cerveja escura), em barris de 10, 15, 20, 30 e 50 litros.
- 20 de outubro - a Cervejaria Sul Brasileira (cerveja Colônia), lança a cerveja Donna's Beer, em Curitiba - PR, cerveja dedicada ao público feminino, com aroma e sabor delicados, suaves e refrescantes, com uma sensação levemente frutada no paladar final, As garrafas são envolvidas por um rótulo sleeve (sistema de rotulagem plástica impresso por rotogravura) importado da França. O rótulo é em tons de prata e vermelho, com detalhes em flores que se destacam na exposição à luz negra.
- 27 de outubro - A Kaiser fecha sua unidade no município de Queimados - RJ, a ação faz parte de um projeto da empresa para reduzir a ociosidade do parque fabril da companhia. O índice ideal de ocupação anual de uma cervejaria no Brasil é de 50% a 70% e a unidade fluminense estava com uma ocupação de apenas 30% ao ano. Parte dos funcionários da unidade desativada será transferida para outras unidades da Kaiser. A fábrica de Jacareí, que fica a pouco mais de 300 quilômetros de Queimados, passará a cobrir duas áreas. Para isso, receberá investimentos de R$ 10 milhões, utilizados para adaptações em sua planta e instalação de equipamentos.
- 08 de dezembro - a Cervejaria Sul Brasileira (cerveja Colônia), começa a distribuir a cerveja Donna's Beer em todos os mercados em que a empresa atua. O principal diferencial do produto, que teve como mercado teste Curitiba, é a suavidade.
- dezembro - Começa a produção da cervejaria Donau Bier, localizada na Colônia Cachoeira, no Distrito de Entre Rios, Guarapuava - PR, pelos descendentes de imigrantes Iugoslavos, Johann Reinerth e seu filho Harry Reinerth que se especializou na fabricação. Com equipamentos e tecnologia moderna, fez um alto investimento para a fabricação do melhor chopp da região segundo os consumidores.
- A AMBEV lança a Bohemia Royal Ale.
- A AMBEV lança a Brahma Liber.
- A AMBEV lança a Skol Big-neck, garrafa de 500ml com tampa de rosca.
- A Primo Schincariol lança a Cerveja NS2, a primeira cerveja aromatizada do Brasil com sabor tequila e limão.
- A firma Coelho & Arantes Ltda., de Águas de Lindóia – SP, que desde 2000 testava e aprimorava sua cerveja, altera sua razão social para Bruge Cervejaria Ltda., passando a produzir comercialmente a Bruge Stout, cerveja de puro malte, não filtrada, envasada em garrafas de 500 ml.
2005
08 de janeiro - a Cervejaria Teresópolis lança a Lokal Dunkel, é o nome do novo produto da planejado para chegar ao mercado mês que vem. Trata-se de uma cerveja escura (este é o significado da palavra dunkel em alemão). Inicialmente, a produção atenderá aos mercados de Rio, Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo.
- 25 de Fevereiro - A Schincariol inaugura sua nova unidade em Igrejinha - RS, um investimento que totaliza R$ 170 milhões. A planta vai produzir 150 milhões de litros de cerveja e 50 milhões de litros de refrigerante e água mineral por ano, com geração de 300 empregos diretos e 2,4 mil indiretos. Esta é a sétima unidade do grupo.
- março - É fundada a Cervejaria Heimat, na Rua Marechal Deodoro da Fonseca 1498, bairro Tapajós, em Indaial - SC, região do Médio Vale de Santa Catarina, conhecida como Vale Europeu, devido a alta concentração de imigrantes alemães. Os proprietários são Georg Sigmar Nuber e sua irmã Elisabeth Nuber, descentes de alemães de Lindau, cidade ilha no lago Bodensee, região de Schwaben, na Alemanha. Georg resgatou a receita de seus familiares que já faziam cerveja nos porões das casas medievais, a 700 anos atrás como de costume na região e resolveu fabricar a cerveja aqui, a Heimat, que quer dizer "terra natal" em alemão. A Heimat inciou com capacidade para 6 mil litros e hoje ampliou as instalações, aumentando a produção para 9 mil litros por mês e produzindo cerveja pilsen clara e escura em barris de 50, 30, 20, 15 e 10 litros.
- março - O Grupo Allston Brew, de Jataizinho – PR, passa a produzir a cerveja Guaratuba Chopp.
- 02 de março - a AmBev reinaugura uma fábrica de malte na cidade uruguaia de Paysandú. A empresa investiu US$ 5 milhões na ampliação e modernização da fábrica, que terá sua capacidade de processamento de malte ampliada de 95 mil toneladas por ano para 130 mil tonelada por ano - volume que será praticamente todo exportado para o Brasil.
- 10 de março - a Cervejaria Sul Brasileira/Cerveja Colonia altera seu nome para INAB - Indústria Nacional de Bebidas.
- 03 de maio - A Cervejaria Devassa lança a versão escura de sua cerveja, a Devassa Negra (dark lager).
- Julho - A Kaiser lança versão em lata de sua cerveja Bavaria Premium, uma das mais antigas do Brasil datando de 1877.
- 9 de agosto - Os irmãos Halim e Munir Khalil, fabricantes do Chopp Backer, originalmente o chope oficial da Churrascaria Porcão de Belo Horizonte - MG, atualmente com uma fábrica no bairro Olhos DÁgua e 50 pontos de distribuição no Estado, lançam a Cerveja Backer em garrafa.
- 10 de agosto - É inaugurada a Cervejaria Premium, fábrica de cerveja do Grupo Aralco, em Frutal - MG. Com investimentos de R$ 76 milhões, o projeto implantado em tres etapa, tem capacidade de produzir 35 milhões de litros por ano. A cerveja chega ao mercado com a marca Fass, que significa barril em alemão.
- 4 de novembro - é inaugurada a Cervejaria Riopretana, dos sócios Sergio Reino Francisco, Ruth Elisa Mariano e Volmir Gava, na Vicinal João Parise 1200, em São José do Rio Preto - SP, a principio, produzindo três tipos diferentes da bebida: a pilsen, cerveja clara, de fórmula alemã e de baixo teor alcoólico; a amber, avermelhada de origem belga e a porter, cerveja escura de origens inglesas, ambas com alto teor alcoólico, sob a supervisão do cervejeiro Reynaldo Fogagnolli Jr.
- dezembro - A Cervejaria Premium, do Grupo Aralco, lança a cerveja Fass em lata.
- 5 de dezembro - A Cerveja Frevo é relançada com nova fórmula.
- 16 de dezembro - O Grupo Imperial, de Trindade - GO, fabricante de refrigerantes, após dois anos de de pesquisa e aprimoramento e um investimento de R$10 milhões em equipamentos e infraestrutura, lança uma pilsen escura, a Cerveja Mulata, a primeira cerveja goiana.
- A Primo Schincariol inaugura fábrica em Benevides - PR.
- É fundada a microcervejaria Brüder Bier, na cidade de Lauro de Freitas - BA.
2006
- janeiro - A Kaiser lança a Santa Cerva malzbier.
- 17 de janeiro - a empresa mexicana Femsa assumiu o controle da marca de cerveja, Kaiser, pertencente a Molson Coors. A Femsa pagou US$ 68 milhões por 68% do capital da Kaiser, mais dívidas de cerca de US$ 60 milhões. Outros 15% da empresa continuaram com a Molson e 17% pertencem a holandesa Heineken.
- 25 de janeiro - a Kaiser aproveita o aniversário de 452 anos de São Paulo para lançar na cidade uma nova cerveja de primeira linha, a Kaiser Gold, já existente desde 1995 na região sul. Do tipo pilsen, a bebida, que tem cor dourada e aroma e sabor mais fortes, em embalagens long neck e em garrafas de 600 ml.
- 30 de março - É inaugurada a Martignoni Bier Cervejaria, por Gilberto Martignoni, na rua Pio XII, 2809 esquina com rua Pernambuco em Cascavel - PR.
- 20 de abril - a Ambev anuncia a desativação da fábrica de cervejas de Estrela.
- 21 de maio - a Cervejaria Cintra investe R$2 milhões e lança a Cerveja Mulata, uma mistura de cerveja clara com escura.
- 08 de junho - é inaugurada a Cervejaria Schornstein, em Pomerode - SC, pelos sócios: Gilmar Sprung, Luiz Fernando Selke, Klaus Roeder, Mauricio Zipf, Marcio Kreusfeld e David Roeder que investiram R$500.000,00, com previsão inicial de produção de 6.000 litros por mês e produzindo as cervejas Trink Bier (pilsen cristal, fest e tradicional) e Schorn Bier (bock)
- 18 de julho - A Cervejaria Teresópolis lança a cerveja Therezópolis Gold com receita da cerveja Therezópolis produzida pela antiga cervejaria Claussen & Irmãos que funcionou de 1912 a 1918.
- Julho - a Indústria de Bebidas Igarassu ltda. (IBI), pertencente ao grupo sergipano Albano Franco, localizada na BR-101 Norte, quilômetro 37, em Igarassu, região metropolitana do Recife - PE, inicia as operações de sua primeira fábrica de cervejas. A unidade foi implantada numa área total de 16 hectares, com 9 mil metros quadrados de área construída. A previsão é que a fábrica gere 170 empregos diretos, mais 300 outros indiretos. A área onde está implantada a indústria cervejeira pertencia à Usina São José e foi adquirida pelo Grupo Albano Franco em maio de 2005. A planta industrial, que representa investimentos de R$ 140 milhões (R$ 70 milhões nesta primeira fase), possui uma capacidade instalada para fabricar 420 mil hectolitros da bebida por ano. A escolha da área pelo empreendedor recebeu forte influência de qualidade e do potencial de vazão do aqüífero Beberibe, de onde será captado o insumo para a produção da IBI. Além disso, o terreno também tem uma localização considerada estratégica, às margens da BR-101, para a distribuição dos produtos da empresa na região.
- 02 de outubro - a Indústria de Bebidas Igarassu (IBI), pertencente ao grupo sergipano Albano Franco, localizada na BR-101 Norte, quilômetro 37, em Igarassu, região metropolitana do Recife - PE, lança a Nobel, sua primeira cerveja, em garrafa e lata.
- 10 de outubro – É fundada a Acerva Carioca - Associação dos Cervejeiros Artesanais Cariocas, associação que visa incentivar o desenvolvimento da cultura da cerveja artesanal, no Rio de Janeiro e em todo o Brasil, promovendo encontros, palestras, cursos, concursos e degustações das mais variadas cervejas, em grande parte produzidas pelos próprios associados.
- Outubro - É criada a AICCA - Associação de Incentivo à Cultura de Cervejas Artesanais e Especiais com o intuito de incentivar a cultura de apreciação de cervejas artesanais e especiais, apoiando e divulgando os produtores, revendedores, eventos e meios de comunicação que tenham este fim em comum, com o objetivo de beneficiar todos aqueles que se interessam pela degustação e consumo de cervejas diferenciadas.
- 12 de dezembro - Em Florianópolis - SC, é registrado o estatuto da a AICCA - Associação de Incentivo à Cultura de Cervejas Artesanais e Especiais.
- 16 de dezembro - É inaugurada a Cervejaria Das Bier, na rua bonifácio Haendchen, 5311, no bairro Belchior Alto, em Gaspar - SC, com capacidade de produção de 12.000 litros, produzindo cerveja pilsen e a Braunes Ale, uma amber de cor avermelhada bem escura.
– A Bruge Cervejaria Ltda, de Águas de Lindóia – SP, lança a cerveja Bruge Ale.
- A Cervejaria Petrópolis lança a cerveja Crystal sem álcool e as cervejas Itaipava e Crystal pilsen em latas de 473 ml.
- A Cervejaria Teresópolis relança a cerveja Black Princess produzida pela antiga cervejaria Princeza que funcionou de 1882 a 2000.
2007
- janeiro - O Grupo Imperial passa a adotar o nome de Cervejaria Imperial e foca sua produção no segmento de cervejas. Na linha de bebidas fermentadas alcoólicas, a empresa produz as cervejas Mulata e Imperial, o chope Imperial e se prepara para o lançamento da versão long neck da Imperial Beer.
- janeiro - É iniciada a comercialização das cervejas produzidas pela Dana Bier, de propriedade de João Gonçales, o nome Dana surgiu da junção de partes dos nomes de seus dois filhos, Daniel e Ana Teresa, localizada em Aldeia da Serra, Barueri - SP. Tendo começado como hobbie, no dia 27 de maio foi feita primeira cerveja e com o conhecimento, a segurança e indo fundo na criação de receitas suas, no final de 2006 veio a decisão de transformar este hobbie em algo mais sério. Atualmente produzindo cinco tipos de cervejas: Mônica ale, Dani Weiss, Teresa Dunkel, Vivian Strong Ale e Cecília Lager.
- 17 de janeiro - A cervejaria Baden Baden, de Campos do Jordão, famosa por fabricar cerveja de forma artesanal, é vendida para a Schincariol, segundo maior grupo cervejeiro do País.
- 28 de março - A Ambev anunciou a compra das fábricas de Piraí - RJ e Mogi Mirim - SP, do grupo Cintra, por US$ 150 milhões. Na operação, a AmBev comprou a totalidade dos ativos da sociedade Goldensand Comércio e Serviços, controladora da Cintra. As unidades têm capacidade, juntas, de produzir 420 milhões de litros de cerveja e 280 milhões de litros de refrigerantes. Inicialmente, a Ambev não incorpora a marca Cintra e os ativos de distribuição. O grupo Cintra pode vender a marca até o dia 28 de outubro. Caso isto não ocorra, a Ambev pagará mais US$ 10 milhões para deter a marca.
- 4 de abril - A Refrigerantes Convenção/Cervejaria Guitt's lança as cervejas Guitt's Pilsen e Malzbier em garrafas long neck.
- 14 de abril - É inaugurada a Cerveja Concórdia Ltda - Fall Bier, na rua Vitor Sopelsa 2000, no Parque de Exposições, em Concórdia - SC, com investimento de cerca de um milhão de reais e capacidade instalada de 15 mil litros, produz 5 tipos de chopp: pilsen maturado e filtrado, bock, trigo e porter.
- maio - É inaugurada a Cervejaria Whitehead Ltda, em Eldorado do Sul - RS, pelos sócios: Alexandre Carminati, João Carlos Kerber e José Otávio Kerber, com uma produção atualmente limitada de 3 mil litros por mês. São fabricados quatro tipos de cerveja: Pale Ale (clara), Porter (escura), Irish Ale (avermelhada) e Witbier (trigo), em barris de 10, 20, 30 e 50 litros.
- 24 de maio - A Cervejaria Petrópolis (Itaipava e Cristal) incorpora a Cervejaria Teresópolis, fabricante das cervejas Lokal, Black Princess e Therezópolis.
- 31 de maio - A Schincariol anuncia a aquisição da Indústria de Bebidas de Igarassu (IBI), em Pernambuco, detentora da marca Nobel.
- 19 de junho - A Eisenbahn vende 49% das ações da cervejaria para o grupo dono da empresa têxtil Malwee - Dobrevê Empreendimentos e Participações, de Jaraguá do Sul - SC, o negócio faz parte de uma estratégia de expansão que prevê o aumento da produção sem perda das características da cerveja produzida em Blumenau - SC.
- 20 de junho - A AmBev começa a produzir cerveja na fábrica de Piraí - RJ, adquirida da Cintra no final de março. A produção começou com a marca Brahma, e será estendida para a Antarctica na próximo dia 25, ambas na embalagem de garrafa 600 ml. A produção da cerveja em lata terá início no mês que vem. A meta inicial é produzir 12 mil hectolitros destas marcas por mês na unidade, que abastecerá os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.
- 25 de junho - O Grupo Femsa e a Heineken anunciaram que a parceria comercial no Brasil será estendida por mais 10 anos. Dessa forma, a Femsa Cerveja Brasil continuará a produzir, distribuir e vender, com exclusividade, a marca em nosso País até 2017.
- 25 de julho - A Bruge Cervejaria Ltda, de Águas de Lindóia – SP, lança a cerveja Bruge Bitter Ale.
- 06 de agosto - O Grupo Schincariol, compra por 30 milhões de Reais 70% da União das Devassas Cervejaria - UDC (Cerveja Devassa). A empresa assume as marcas da UDC, a unidade de produção e a estrutura de distribuição. Os proprietários atuais da UDC, Marcelo do Rio e Cello Macedo, continuam como sócios e como gestores das franquias, que englobam três estabelecimentos próprios e 10 franqueados. A Devassa vai utilizar as 12 fábricas da Schincariol espalhadas pelo país para produzir o chope e a cerveja da marca. Como a produção é toda artesanal e as bebidas não são pasteurizadas, elas precisam ser fabricadas o mais próximo possível do local onde serão consumidas.
- agosto - A Cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto coloca no mercado, as suas três primeiras marcas de cerveja. As bebidas terão em suas produções as misturas de rapadura, mel e farinha de mandioca. A empresa investiu cerca de R$ 200 mil (com a importação de equipamentos, confecção de rótulos, testes e garrafas). A Pilsen, que tem a farinha de mandioca entre os seus ingredientes e 4,5% de teor alcoólico, tem o nome comercial de "Cauim" - o rótulo tem uma folha de mandioca. A Weissbier, ou de trigo (a Colorado foi a primeira a fabricar chopp com esse produto no país), tem o incremento de mel e 5,5% de teor alcoólico, se chama "Appia" - o rótulo mostra uma abelha. E a India Pale Ale, que tem a mistura de rapadura e 7% de teor alcoólico, tem o nome de "Indica" - o rótulo tem a imagem do templo indiano Taj Mahal.
- 29 de setembro - É anunciada oficialmente a criação da Acerva Paulista - Associação dos Cervejeiros Artesanais Paulistas, associação que visa incentivar o desenvolvimento da cultura da cerveja artesanal, em São Paulo e em todo o Brasil, promovendo encontros, palestras, cursos, concursos e degustações das mais variadas cervejas, em grande parte produzidas pelos próprios associados.
- 7 de novembro - A AmBev divulgou que assumirá e distribuirá a marca Cintra, uma vez que o prazo de seis meses, dado a José de Souza Cintra para encontrar um comprador para a marca, expirou. Seguindo o estabelecido no contrato, a AmBev desembolsou US$ 10 milhões para assumir a marca.
- 17 de novembro – É lançada a Cerveja do Gordo, um chopp do tipo Pilsen, produzido em uma recente fábrica instalada dentro da própria Cervejaria (antes não era produzido chopp, apesar do título de cervejaria, comercializava de outras marcas), após um ano de preparativos e desenvolvimento, com equipamentos adquiridos da MecBier e contando com o Mestre-Cervejeiro Celso Ehtnig, cervejeiro experiente formado na Alemanha e 35 anos de trabalho. Na realidade a Cervejaria do Gordo Dance Bar que foi inaugurada em agosto de 1997 pelos sócios Cássio Fonseca e André Nunes (o gordo) é uma casa de shows localizada na Via Dutra, km 57, Lorena – SP que resolveu fabricar sua própria cerveja.
2008
- 08 de maio - O grupo Schincariol anuncia a compra da Eisenbahn, de Blumenau - SC, sem divulgar o valor oficial, entre R$ 80 e R$ 100 milhões, a operação inclui a marca, um centro de distribuição em São Paulo, a fábrica e um bar temático em Blumenau - SC.
- 17 de maio - É fundada a Acerva Catarinense - Associação dos Cervejeiros Artesanais Catarinenses, em reunião realizada nas dependências da Cervejaria da Ilha (Fábrica do Chopp Ilhéu e Moçambique), no Rio Vermelho, em Florianópolis. A reunião contou com a presença de 20 pessoas, entre cervejeiros caseiros, cervejeiros profissionais e pessoas ligadas ao meio cervejeiro. Na ocasião foi aprovado o estatuto da ACerva e escolhida a diretoria
- 30 de julho - Nasce oficialmente a Associação das Cervejarias Artesanais de Santa Catarina (Acasc), com o registro do estatuto em cartório. Entre as finalidades da Acasc, está a integração das empresas, o fortalecimento da representatividade, o aprimoramento da produção e a organização de eventos culturais sobre o tema. Seis cervejarias já confirmaram adesão: Wunderbier, Das Bier, Zehn Bier, Heimat, Borck e Opa Bier.
Carlos Alberto Tavares Coutinho
Carlos Alberto Silva 
Quintella e Márcio Maso Panzani

4 comentários :

  • Donetzka Cercck Lavrak Alvarez says:
    30 de novembro de 2012 20:00

    Oi,Lu!

    Obrigada pelo comentário sobre o texto de natal.

    Recebo todas as suas atualizações,pois coloquei seu blog em favoritos.

    Realmente eu já comentei sobre o samba,mas se postar de novo,comento novamente.

    Foi muito boa aquela publicação.


    Sempre que clico no seu comentário,caio no google e lá não é bom para ler postagens.

    Qdo comentar no meu,antes de publicar,lê abaixo:

    Comentar como:

    Opte por "nome e url".

    Aparecem 2 retângulos. Num vc escreve seu nome e no outro cola o link de seu blog.

    Depois,clica em publicar.

    Dessa forma eu chego diretamente aqui.

    Só consegui chegar pq cliquei na sua atualização,entende?

    Vc pode ter outras opções de comentários aqui tb. Fica muito melhor.

    Tenho um tutorial com o título:


    "Blogspot_Como configurar comentários..."


    Está na categoria "mensagens pessoais"c de meu blog.

    Aqui vc não tem essa opção "nome e url" e "selecionar perfil" que aparece se configurar pelo meu tutorial que facilita a chegada ao blog sem usar o google.

    Um ótimo fimde semana

    Beijos


    Donetzka

  • Antonio Lopes says:
    30 de novembro de 2012 23:30

    Sempre com ótimas informações,nos mantendo atualizados.Gosto do seu blog porque é eclético,atendendo a vários assuntos. Nunca pensei que essa bebida que serve prá gente ficar jogando conversa fora enquanto come um tira gostos,tivesse tanta história.Salve Lu !

  • Anne Lieri says:
    1 de dezembro de 2012 09:31

    Lu,que super história da cerveja!Um texto com muitas curiosidades!Já recebeu as perguntas?Postei no facebook e mandei por email tb.Bjs e bom final de semana!

  • Olinda Melo says:
    1 de dezembro de 2012 22:28

    Caro Lu Cidreira

    Uma grande evolução tecnológica, muitas marcas e um grande volume de negócios.

    Uma das coisas que me chamou a atenção: as embalagens termosensíveis e também o facto de se poder ver tantas e tantas garrafas a serem enchidas e tantos e tantos litros de cerveja a serem fabricados.

    Parabéns.

    Abraço

    Olinda

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.