Follow by Email

Minha lista de blogs

Dias de Vida do blog

Total de visualizações de página

1 de janeiro de 2017

Confraternização mundial - Dia mundial da Paz, repostando


Toda nova era suscita nos homens expectativas e temores, mas sobretudo esperanças de virem a experimentar relações mais justas e fraternas. Ou seja, baseadas na partilha, na comunhão e em um espírito mais cooperativo.
Confraternização, aliás, é bem isso: é equilíbrio. É paz. As duas juntas - paz e confraternização - seguem paralelas e de mãos dadas com o amor universal.
Obviamente que guerras e disputas existiram, existem e certamente vão continuar existindo no mundo. Não é fácil a aceitação das diferenças, principalmente quando vêm acompanhadas de antigos e arraigados ódios.
Muitas nações ainda lutam entre si.
Às vezes, que ironia, em nome de Deus, deuses ou deusas. Aquilo que deveria unir, um sentimento de obediência e respeito ao Criador e, portanto, às coisas criadas, acaba sendo motivo de desunião, de desamor, de não confraternização.
Importante, portanto, que no Dia Mundial da Confraternização Universal e da Paz a humanidade como um todo se veja, se enxergue como um único e absoluto caminho para a paz e cada homem, cada mulher, cada criança se esforce para assumir um compromisso com esse caminho.
Diálogo entre as civilizações
O Ano de 2001 foi considerado pela Organização das Nações Unidas como o "Ano Internacional do diálogo entre as civilizações". A escolha deste tema justo no início do novo século foi de fundamental importância porque apontou para a urgência de todos os povos do mundo abrirem caminhos para uma cultura da paz.
O objetivo dessa escolha da ONU - que atua como um centro para a solução dos problemas que a humanidade enfrenta - é o de promover o diálogo e a tolerância usando o tema de que a diversidade não é uma ameaça.
São essas as palavras de Kofi Annan (o atual secretário geral da ONU), em relação a essa escolha, para quem a ONU é o lugar próprio e ideal de confraternização, já que é um fórum onde o diálogo deve fluir e frutificar: "Eu vejo que o diálogo é a chance para as pessoas de diferentes culturas e tradições se conhecerem melhor, estejam elas em lados opostos do mundo ou de uma mesma rua".
No dia 1º de Janeiro celebra-se o Dia Mundial da Paz. Não poderia haver data melhor. A cada ano que começa é como se zerássemos tudo e começássemos de novo. Tudo pode ser esquecido e, sobretudo, perdoado, condição essencial para a paz.
Em uma época de tantos conflitos, de tanta desigualdade e sofrimento, o novo ano surge como uma possibilidade de fazermos tudo diferente e melhor.
Além da paz mundial e da paz em nossa sociedade, precisamos também exercê-la em nossas relações, cultivando a paz de espírito.
Como o dia 1º de janeiro foi escolhido pela ONU como o dia da Confraternização Universal, muitos países também comemoram essa data com esse sentido de confraternização. 
Ano novo, vida nova". Você já falou ou ouviu alguém dizendo essa frase? Provavelmente sim. E sabe por quê? Porque as pessoas costumam cultivar a esperança em momentos de renovação. E assim é o Ano-novo, época de querer melhorar, além de nossas próprias vidas, o ambiente ao nosso redor e até o mundo.
No Brasil, a chegada do Ano-novo é marcada por alguns rituais: a queima de fogos de artifício e o uso de roupas brancas. Esses cultos têm o objetivo de trazer sorte e paz para o ano que se inicia.
Mas como você definiria a paz?
Ou melhor, você sabe o que pode fazer para construir um mundo mais solidário e humano?
Dicas para começar bem o ano
Já falamos de paz, assunto importantíssimo na virada do ano. Agora vamos à sorte. A Turma do Plenarinho listou algumas das superstições brasileiras para a virada do ano.
Lentilhas - uma colher de sopa é suficiente para assegurar um ano inteiro de muita fartura à mesa. A origem desta superstição é italiana e foi trazida para o Brasil pelos imigrantes.
Romãs - para atrair dinheiro, coma sete partes, guardando as sementes na carteira.
Uvas - para os portugueses, comer 3, 7 ou a quantidade de uvas correspondente ao seu número de sorte garante prosperidade e fartura de alimentos. Para garantir também dinheiro, guarde as sementes na carteira ou na bolsa, até a troca do próximo Ano-novo.
Branco - usar roupas brancas (inclusive calcinhas ou cuecas) é um hábito trazido para o Brasil com a popularização das religiões africanas. O branco representa luz, pureza, bondade.
Nota de dinheiro no sapato - os orientais dizem que a energia entra no nosso corpo pelos pés. Por isso, o dinheiro no sapato atrai mais e mais riquezas.
Para fazer depois da meia-noite
Pular só com o pé direito - você estará atraindo boas coisas para a sua vida.
Jogar moedas da rua para dentro de casa - dizem que atrai riqueza para todos que moram no lugar.
Fazer barulho - é uma forma de espantar os maus espíritos, praticada pelos povos antigos. Vale apito, batucada, bater panelas, desde que seja exatamente à meia-noite. Dizem que não há mal que resista.
Otimismo
Agora você já sabe um monte de coisas sobre a paz e algumas formas de atrair sorte para o novo ano. Você já pode separar a roupa branca e caprichar nos desejos. Você pode até anotar tudo que quer que aconteça em 2006. Só não pode esquecer das suas atitudes para colaborar com um mundo mais fraterno e pacífico, né? E falando nisso, que tal participar do primeiro debate de 2006 - para ajudar o Plenarinho a se tornar um espaço cada vez mais democrático e repleto de paz, alegria, sabedoria e prosperidade?



Fonte: IBGE, www2.portoalegre.rs.gov.br, www.plenarinho.gov.br

Nossos Blogs deseja a todos que nos acompanham, amigos e seguidores um 2013 cheio de PAZ, HARMONIA, SOLIDARIEDADE, CONFRATERNIZAÇÃO, FELICIDADES, e muito dinheiro no bolso.
E por motivo de férias informamos que estaremos em recesso a partir de agora até o nosso retorno da mesma, pois não estaremos em domicílio, por tanto irmos percorrer os trechos do nosso litoral curtindo as  nossas belas e paradisíacas praias baianas.
Desejamos também a todos boas férias.
Até breve se Deus quiser.

10 comentários :

  • ✿ chica says:
    31 de dezembro de 2012 06:49

    Vim desejar um lindo 2013, cheio de alegrias e tudo que desejares pra ti e tua família! abração,chica

  • José María Souza Costa says:
    31 de dezembro de 2012 07:36

    Admirável,Lu Cidreira.

    Olá
    Neste período de ano que está a passar, resta-me somente, o agradecimento pela Amizade, ainda que virtual.
    Crêdes, estamos torcendo para que a sua Vida, alcance a plenitude da Felicidade. Sabemos que os sonhos, os desejos, são desafios cotidianos, e, para que tornem-se realidade, requer luta, dedicação, e muita, muita perserverança.
    Planejar, buscar, fazer-se entender, criar, e, não deixar-se desanimar "ante" o primeiro obstáculo.
    Sei, todo fim de Ano, as palavras são sempre as mesmas, dirá. Mas, a Palavra, dita ou escrita, tem a sua força, o seu poder.
    Eu sei, que o mundo está virado de cabeça para baixo, ou de pernas para os ares. Mas, não se deixe virá, ou, ficar de pernas para os ares. Encontre-se. Equilibre-se. Seja você mesma. Não finja e nem se deixe fingir. Creia que sejas capaz. Por que, só você é capaz. Faça, o seu balanço de Vida. Analise, o que ganhou, ou, deixou de ganhar e, por que deixou de ganhar. Reveja, as suas amizades, vale apena ? Acredite, todos nós nascemos para sermos felizes, e a Felicidade, entre outros conceitos, é a continuidade das atitudes que tomamos, e do caminho que escolhemos.
    Vim aqui neste momento, deixar o meu abraço. Agradecer-te, por estarmos neste mundo encantado da Leitura e da Escrita. E que as suas Escolhas em 2013, lhe faça uma pessoa realizada, e portanto, Feliz.
    Paz. Equilíbrio emocional. Saúde, a deusa da Alegria. É disso que precisamos todos. O resto, são adequações para uma vida melhor.
    Preste atenção: Não deixe passar as boas oportunidades, aproveite-as.
    Abraços do...,
    José María Souza Costa.
    www.josemariacosta.com

  • Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz says:
    31 de dezembro de 2012 07:58

    Feliz 2013 para vc, Rita e todos os seus ... q 2013 seja pleno em felicidade ...

    bjão

  • Margot says:
    31 de dezembro de 2012 08:31

    Confraternização e paz... 2013 repleto de saúde Lú...
    abraços

  • Wanderley Elian Lima says:
    31 de dezembro de 2012 10:30

    Oi Lu
    Desejo a você e família, um 2013 cheio de realizações e com muita saúde.
    Grande abraço

  • Pedro Luis López Pérez (PL.LP) says:
    31 de dezembro de 2012 13:32

    ¡¡¡Feliz Año 2013, en compañía de todos tus seres queridos y amigos!!!
    Un abrazo.

  • Donetzka Cercck Lavrak Alvarez says:
    1 de janeiro de 2013 01:57

    Adorei o post,Lu!

    Já estamos em 2013 e nós mesmos fazemos nosso ano ser bom ou ruim.É só ter fé em Cristo e pensamento positivo!

    A paz começa em nosso coração.

    Um Novo Ano de bênçãos e alegrias para vc e sua famíia.

    Beijos

    Donetzka

  • Olinda Melo says:
    1 de janeiro de 2013 08:34


    Bom Dia, Lu Cidreira

    Venho desejar-lhe um Feliz Ano de 2013, com muita Saúde e Alegria.

    Obrigada por este post que nos fala de Paz, algo de que precisamos muito; que ela se instale nos nossos corações.

    Desejo-lhe boas férias.

    Abraço

    Olinda

  • nandarilha says:
    2 de janeiro de 2013 13:39

    Comecei bem o ano então, comi lentilhas e romã, hehehe! Que 2013 seja mesmo um ano de muita paz, pois todos estamos precisando disso... um abraço!

  • Luma Rosa says:
    3 de janeiro de 2013 23:08

    Lu, vale a intenção e a prática da paz a começar por nós! Acredito no formação de um pensamento coletivo, de uma força invisível quando a maioria das pessoas direcionam suas atitudes para o bem. Que o ano novo seja branco e de muita paz!! Bom descanso!! Beijus,

Comentários atuais

Seguidores

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Uol

Gostou do Blog? Então doe um drinque?

Estamos no Google+

Google+ Followers

Lançamento do livro de Rita Cidreira

Lançamento do livro de Rita Cidreira
Os maus tratos vividos em um casamento conturbado de uma mulher bem sucedida na vida vão transformar sua vida e viver um dilema de sentimentos. Ela luta com a ajuda da família, para solucionar o problema e se renova buscando a força necessária, para reviver uma nova historia, encontrado no acaso, através da ajuda de um homem desconhecido a força do amor que ira desabrochar e vai mudar toda sua vida. A mudança de um homem, que por causa de um atropelamento, ressurge, emerge para o brilho da vida e persevera, perseguindo seu real objetivo, para viver seu grande amor. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que irá encontrar para prosseguir o seu caminho. Categorias: Romance, Poesia, Ficção e Romance, Ficção Palavras-chave: a, amor, do, força, fronteiras., sem. Clique na imagem que levará ao Clube dos Autores e adquira seu exemplar.